Adeus, Tia Maria do Jongo da Serrinha

0
76

A cultura do Rio de Janeiro está de luto.

Faleceu na manhã deste sábado (18/05), aos 98 anos, Maria de Lourdes 
Mendes, a Tia Maria do Jongo da Serrinha.  Neta e filha de 
ex-escravos, Tia Maria era uma das figuras mais famosas do Morro da 
Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio.

Em nota oficial, a assessoria de Imprensa da Casa do Jongo da Serrinha 
informou que, na manhã deste sábado, durante um ensaio, a jongueira se 
sentiu mal e foi levada ao PAM de Irajá, onde não resistiu. Ela deixa 
órfão, o filho Ivo, dois netos e os quatro bisnetos, além de toda a 
comunidade jongueira da Serrinha.

Na última terça-feira (14), Tia Maria recebeu o Prêmio Sim à Igualdade 
Racial 2019, do Instituto Identidades do Brasil, na categoria Arte em 
Movimento, em cerimônia no Copacabana Palace.

Ela foi uma das maiores responsáveis por manter viva a tradição do 
ritmo africano no Brasil. E também foi uma das fundadoras das Escola 
de Samba Império Serrano.

Uma página da vida que se encerra. Uma página da cultura popular 
brasileira que vibra pelo legado que Tia Maria nos deixou.

Que Deus lhe receba em luz.

Aos familiares de Tia Maria do Jongo, nossos sentimentos.