ALERJ tomba Terreiro da Goméia como Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Rio

0
123

Localizado em Duque de Caxias, Terreiro da Goméia, considerado sagrado para o candomblé, foi tombado pela Lei 9.251/21 (publicada no Diário Oficial do Estado em 23/04) como Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Rio. A Lei é de autoria da deputada Mônica Francisco (PSol) e dos deputados Waldeck Carneiro (PT) e André Ceciliano (PT). O objetivo é conservar o espaço como patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio e valorizar as práticas religiosas de matriz africana.

Criado na década de 1950, o terreiro é parte importante da cultura de matriz africana no Estado. Foi estabelecido no município pelo babalorixá João Alves Torres Filho, o Joãozinho da Gomeia, e entrou em desuso no final da década de 1980.