Arraial do Cabo se prepara para reabertura gradativa da cidade

0
264

A Prefeitura de Arraial do Cabo informou, nesta sexta-feira (17/07), que a flexibilização das atividades de turismo deve acontecer a partir da segunda quinzena de agosto. A previsão é feita com base nos dados do Plano de Controle e Ação contra o coronavírus, exigido pelo Ministério Público Estadual, em um monitoramento diário dos setores envolvidos.

Para que a retomada das atividades turísticas aconteça é necessário que o Município se mantenha com baixo índice de contaminação pelo vírus em relação a cidades vizinhas, além de manter a taxa de ocupação dentro da margem estabelecida pelo MP. De acordo com o Plano de Reabertura Gradual dos comércios de Arraial do Cabo, elaborado através do decreto nº 3.096 disponível no Diário Oficial, a Prefeitura organizou um plano de flexibilização da quarentena.

“Estamos trabalhando diariamente para que os índices de contaminação na cidade permaneçam baixos, todos os setores empenhados e criando campanhas e estratégias de conscientização. É preciso que cada um faça a sua parte, adotem os protocolos de higienização e segurança, para que possamos voltar ainda mais fortes a exercer a nossa vocação: o turismo. Entendemos a necessidade dessa retomada para a economia da cidade, mas é preciso ter responsabilidade para que não tenhamos que voltar a adotar as medidas de quarentena,” acrescenta o Prefeito Renatinho Vianna.

Lembrando que as medidas de flexibilização foram tomadas a fim de reduzir a crise econômica enfrentada pelos comerciantes locais. Ainda que Arraial do Cabo esteja mantendo os índices de casos de Covid-19 dentro do esperado, ainda há um risco iminente de contágio, portanto, a retomada da hotelaria e turismo deverá ser gradual, seguindo protocolos de segurança previstos no plano municipal, como a obtenção do Selo Arraial Limpo e Seguro através do site www.arraial.rj.gov.br/seloarraial, e o compromisso da população.

O trabalho vem sendo realizado com cuidado, adotando as medidas indicadas pela Organização Mundial de Saúde e do Ministério Público Federal, priorizando sempre a saúde e bem estar da população a fim de minimizar riscos e preservar a saúde da população em geral. Para isso, é importante contar com a colaboração e compreensão de todos, respeitando as recomendações da OMS, mantendo o uso de máscaras de proteção e adotando as medidas de isolamento social, que são as principais armas para impedir o avanço do coronavírus.