Faleceu, no Rio, o diretor de carnaval Laíla

0
137

O carnaval carioca perdeu um dos seus maiores nomes. Faleceu na manhã desta sexta-feira (18/06), em decorrência de complicações da Covid-19, o diretor de carnaval Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, mais conhecido como Laíla. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Em março passado, Laíla postou uma foto recebendo a primeira dose da vacina contra a Covid, em uma rede social.

Nascido e criado no Morro do Salgueiro, Laíla atuou no carnaval por mais de 50 anos, com passagens pela Beija-Flor, Salgueiro, Vila Isabel, União da Ilha e Unidos da Tijuca. Foi campeão 28 vezes, sendo 23 no Rio de Janeiro. Também era conhecido como “Dono da Harmonia”.

Iniciou sua carreira no Salgueiro. Em 1975, foi para a Beija-Flor, junto com o carnavalesco Joãosinho Trinta. Coordenou o carnaval na Unidos da Tijuca, Vila Isabel e Grande Rio. Em 1995, retornou à Beija-Flor de Nilópolis, quando conquistou oito títulos, incluindo o tricampeonato nos anos de 2003, 2004 e 2005. Dois anos depois, conseguiu um bicampeonato em 2007 e 2008. Em 2018, após ser mais uma vez vitorioso na avenida, Laíla desligou-se da Beija-Flor, escola na qual Laíla passou quase três décadas, em três passagens diferentes.

Como produtor musical, Laíla foi o responsável pelo CD dos sambas-enredos do Grupo Especial do Rio de Janeiro.

Conhecido pela disciplina que comandava a harmonia das escolas por onde passou, foi na União da Ilha do Governador, no carnaval 2020, seu último trabalho no carnaval carioca.

Ao grande Laíla, nosso reconhecimento. Aos seus familiares, nossos sentimentos de pesar.