GRES Portela celebra centenário de Dona Dodô

0
254

Para celebrar o centenário de nascimento da porta-bandeira Dodô da Portela, a diretoria da Escola de Samba vai inaugurar na quarta-feira (22/01), às 19h30, na quadra da agremiação, uma exposição com parte do acervo da lendária sambista, que morreu em 2015, aos 95 anos.

Idealizada pelo Departamento Cultural, a mostra contará com itens que foram recuperados e integrados ao acervo da agremiação após o falecimento da baluarte. Alguns deles chegaram a fazer parte da exposição “Jovens Senhoras”, realizada no Centro de Memórias da Portela em 2015.

Ainda no dia 22/01 (quarta-feira), a Escola também vai festejar um ano da assinatura do decreto municipal que instituiu o Perímetro Cultural de Oswaldo Cruz, reconhecendo a importância do samba para o bairro onde nasceu a Portela.

Proposto pelo vereador Reimont (PT), a partir de uma sugestão do Departamento Cultural da Portela, o Perímetro terá seus principais pontos percorridos por uma grande comitiva, que contará com a diretoria, membros da Velha Guarda, professores da região, além de integrantes da Secretaria Municipal de Cultura e do SESC. A saída será na Praça Paulo da Portela, às 18h, retornando à quadra na sequência, para o coquetel de inauguração da exposição sobre Tia Dodô e o ensaio de comunidade.

“Oswaldo Cruz tem uma história ímpar e totalmente ligada à evolução da Portela. É importante que a comunidade conheça e se orgulhe dessa história, por isso o Departamento Cultural acha importante celebrar essa conquista tão importante para a memória da cidade e o portelense”, analisa o diretor cultural da Portela, Rogério Rodrigues.

Serviço:

Exposição sobre Dodô da Portela e celebração de um ano do Perímetro Cultural de Oswaldo Cruz

Data: Quarta-feira, dia 22 de janeiro

Local: Quadra da Portela

Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira, Zona Norte do Rio Entrada franca

OBS: A exposição será aberta ao final da visita pelos endereços mais importantes do Perímetro Cultural. A saída para o passeio será às 18h, na Praça Paulo da Portela.