Porciúncula – Escolas municipais buscam meios de chegar aos alunos

0
76

O sistema Municipal de Ensino, em virtude da pandemia do novo coronavírus, está com atividades paralisadas desde o dia 17 de março e aguarda ordens superiores de retorno para montar o calendário com as devidas reposições, dando sequência ao calendário letivo.

Enquanto não está programado o retorno das aulas, professores, diretores e equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação estão se mobilizando para oferecer acesso à educação aos quase 2.700 alunos da rede municipal de ensino.

Muitos professores estão utilizando as redes sociais para oferecer dicas e conteúdo didático aos alunos, mas a secretária municipal de Educação Doracinéia Dutra explica que, em função do perfil sócio-econômico dos alunos, o sistema municipal não tem como aderir à educação à distância: “Além da grande maioria não ter acesso à tecnologia, temos uma grande parcela de alunos residentes em zona rural, onde muitas vezes o sinal de internet não chega”.

A secretária esclarece ainda que, a partir do dia 13 de abril, as escolas entrarão em contato com os pais de alunos, a fim de criar uma rotina de estudos àqueles que têm acesso à internet. “Vamos também disponibilizar atividades para serem levadas para casa, para que os alunos criem uma rotina de estudos, sem compromisso com o calendário letivo e com reposição. Apenas para que as crianças não percam o hábito de estudos e que sejam possíveis de serem feitas pelos alunos”, explica Doracineia, lembrando que os pais, muitas vezes, não têm condições de ajudar as crianças nas tarefas.

A rede municipal de ensino atende a cerca de 2.700 alunos em doze escolas nos três distritos – Porciúncula, Purilândia e Santa Clara.

Rosimere Ferreira