Festival Antimatéria: música experimental e de vanguarda

0
719

Ocupando diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro com uma música livre e vanguardista, o Festival Antimatéria chega em mais uma edição entre os dias 30/10 e 3/11, com atrações gratuitas e shows pagos. A produção é do Quintavant/QTV e da Audio Rebel, responsáveis por alguns dos principais eventos do gênero na cidade.

No primeiro dia, o saxofonista alemão Peter Brötzmann e seu trio Full Blast sobem ao palco do Teatro Glauce Rocha, às 20h.  Brötzmann é um dos precursores do gênero na Europa e já soma uma trajetória de mais de 50 anos na música. A energia com que extrai sons ásperos do saxofone e a fluidez com que improvisa e amplia sua paleta de timbres se tornaram marca registrada de seu trabalho. Na apresentação, o Full Blast lançará o disco “Rio”, gravado ao vivo na Audio Rebel durante a última turnê da banda no Brasil.

Eles dividem noite com o guitarrista, compositor, arranjador e produtor musical Marcos Campello. Com o trio Chinese Cookie Poets, ele lançou quatro álbuns e tocou em vários países. Campello dedica-se também ao duo Lofisofia que tem dois álbuns lançados; o trio com a saxofonista austríaca Franziska Schroeder e o baterista Renato Godoy, que tem o álbum ‘Barely Cool” lançado pelo selo europeu pfMentum; o duo OCO, com o compositor e pianista J.-P. Caron, que tem dois discos lançados pelo selo Seminal; e seu trabalho de guitarra solo, com o álbum “Bamsa”.

No dia 31/10, o Antimatéria vai para Botafogo, onde a força da mulher negra se impõe com o spoken word da americana Moor Mother e o show Anganga, parceria entre Juçara Marçal e Cadu Tenório. Os shows começam às 20h.

Moor Mother é um projeto de música experimental da musicista e poeta americana Camae Ayewa. Autodescrita afrofuturista, ela usa o som para reformular conceitos de memória, história e futuro em uma tradição afrodiaspórica.  Seu álbum de estréia, “Fetish Bones”, foi nomeado um dos melhores álbuns experimentais do ano pelas revistas americanas Rolling Stone e Pitchfork, além de um dos melhores álbuns do ano pela revista inglesa The Wire.

Já o show apresentado por Juçara e Cadu será baseado no disco “Anganga”, um verdadeiro estudo sobre a ancestralidade na música brasileira. Nomeado a partir da entidade suprema do povo bantô, o show reúne vissungos recolhidos por Aires Da Mata Machado Filho em São João Da Chapada, município de Diamantina (MG), além de cantos do congado mineiro.

No dia 01/11, o festival vai rumo ao subúrbio: capitaneado pelo Footwork da cena de Chicago do americano DJ Earl, destaque nos eventos de música eletrônica experimental do mundo todo. A noite vai contar ainda com: Iasmin Turbininha, nome destaque da renovação do funk carioca, o trabalho de Wallace Função e da Pista Delta — combo que reúne Tantão e Os Fita, DEDO e Los Carlos. Tudo isso de graça a partir 20h na Void Madureira.

No feriado de finados (02/11), instrumentos inventados e técnicas expandidas são destaque em mais um dia de atrações gratuitas no Parque Lage. A Escola deArtes Visuais é o ambiente para a apresentação do trio carioca Chelpa Ferro em parceria com o guitarrista canadense Alex Durlak. O cuiqueiro Paulinho Bicolor se apresenta com os instrumentos inventados pelo pioneiro Panda Giafratti. A rabeca de Thomas Rohrer se encontra a música espectral de Bella. Completam a noite a “música de ruídos” politizada de God Pussy e as máquinas abstratas de Gabriela Mureb. As apresentações começam às 16h.

No último dia (03/11), às 19h, a Audio Rebel volta a receber apresentações. O baterista anglo-norueguês Paal Nilssen-Love mostra o motivo de ser um dos instrumentistas mais importantes do mundo do free jazz. O baterista e percussionista é reconhecido pelas apresentações cheias de vida, seja ao lado de grandes improvisadores ou acompanhado pela banda Large Unit. Nascido na Noruega, o artista apresenta toda a potência da sua técnica e sonoridade ao lado de Kiko Dinucci, um dos principais novos nome da guitarra brasileira, conhecido por seu trabalho com o Metá Metá e Passo Torto.

Guitarrista das bandas Metá Metá e Passo Torto, Kiko Dinucci segue em uma aventura sem fim no mundo da música. No álbum solo “Cortes Curtos” mostra que é possível unir gêneros distintos como o samba e o punk, e agora, em parceria com Nilssen-Love, faz mais uma combinação inusitada de ritmos. Dinucci é também conhecido no meio por participações e colaborações, como “A mulher do fim do mundo”, de Elza Soares, e “Encarnado”, de Juçara Marçal, além de colaborar nos álbuns “Vira lata na via láctea”, de Tom Zé; “Nó na Orelha” e “Procure seu Buda”, de Criolo; e ainda no álbum “Dancê”, da cantora Tulipa Ruiz.

Além desse show em dupla, a casa ainda receberá a performance de Eduardo Manso. O músico tem como principal instrumento a guitarra, com a qualexplora uma extensa gama de timbres, que vão desde delicadas paisagens sonoras até texturas mais pesadas e abrasivas. Já acompanhou diversos artistas (como Negro Leo, Gilberto Gil, Jonas Sá, Tono e Nina Becker) em apresentações por diversos lugares no Brasil e no exterior. Atualmente faz parte dos grupos Bemônio e Meia Banda.

Fecha a programação o laureado show “Action Lekking”, de Negro Leo.

Sétimo disco do cantor, esse trabalho é um retrato do Brasil pós-processo de transferência de renda. Para ilustrar essa ideia, o músico utilizar da cultura “lek”, definida pelo mesmo como “a cultura de uma juventude empobrecida que dribla e resiste cada situação com suingue e alegria”. Ao lado do músico maranhense estará o saxofonista Thiago França, do Metá Metá, Sambanzo e da Espetacular Charanga do França.

PROGRAMAÇÃO

Full Blast [Brötzmann / Pliakas / Wertmüller] + Marcos Campello

DIA: 30/10 (terça-feira)

LOCAL: Teatro Glauce Rocha

ENDEREÇO:

HORÁRIO: 20h

PREÇO:

Antecipado: R$25 (meia ou1 Kg de alimento) / R$50 (inteira)

Somente online pelo site:

https://www.sympla.com.br/3010-festival-antimateria__380587

No dia: R$30 (meia ou 1 Kg de alimento) / R$60 (inteira)

Moor Mother + Juçara Marçal / Cadu Tenório: Anganga

DIA: 31/10 (quarta-feira)

LOCAL: Audio Rebel

ENDEREÇO:

HORÁRIO: 20h

PREÇO:

Antecipado: R$25 (meia ou1 Kg de alimento) / R$50 (inteira)

Somente online pelo site:

https://www.sympla.com.br/3110-festival-antimateria__380590

No dia: R$30 (meia ou 1 Kg de alimento) / R$60 (inteira)

DJ Earl + Iasmin Turbininha + Pista Delta [Tantão e os Fita / DEDO /

Los Carlos] + Wallace Função

DIA: 01/11 (quinta-feira)

LOCAL: Void Madureira

ENDEREÇO:

HORÁRIO: 20h

PREÇO: Grátis

Chelpa Ferro / Alex Durlak + Paulinho Bicolor / Panda Gianfratti +

Bella / Thomas Rohrer + Gabriela Mureb + God Pussy

DIA: 02/11 (sexta-feira)

LOCAL: Parque Laje

ENDEREÇO:

HORÁRIO: 16h

PREÇO: Grátis

Paal Nilssen-Love / Kiko Dinucci + Negro Leo “Action Lekking” part.

Thiago França + Eduardo Manso

DIA: 03/11 (sábado)

LOCAL: Audio Rebel

ENDEREÇO:

HORÁRIO: 19h

PREÇO:

Antecipado: R$25 (meia ou 1 Kg de alimento) / R$50 (inteira)

Somente online pelo site:

https://www.sympla.com.br/0311-festival-antimateria__380593

No dia: R$30 (meia ou 1 Kg de alimento) / R$60 (inteira)

FICHA TÉCNICA

Produção: Mariana Mansur, Bernardo Oliveira, Pedro Azevedo e Luan Correia

Curadoria: Pedro Azevedo e Bernardo Oliveira

Concepção visual: Lucas Pires e Lucas Guimarães

Som: Pedro Azevedo, Renato Godoy e Luan Correia

Booking nacional: Audio Rebel/Desmonta/Alavanca

Booking internacional: Harmonipan/Flotar

PRODUÇÃO

Audio Rebel

Quintavant / QTV

APOIO

Red Bull

Budweiser

CONVERSE

Void

Goethe-Institut Rio de Janeiro

Pro Helvetia