Festival MIMO de Cinema e Prêmio MIMO de Música 2019 seguem com inscrições para seleção

0
15

Com exibição e difusão de filmes que tenham a música como fio condutor 
de sua narrativa, o Festival MIMO de Cinema, parte integrante do MIMO 
Festival, está com inscrições abertas para quem pretende ter sua obra 
exibida na programação deste ano. Simultaneamente, o Prêmio MIMO de 
Música também abriu as inscrições para os músicos interessados em 
concorrer por um espaço nos palcos do festival. As inscrições 
começaram dia 11/09 para ambos os editais através do site 
www.mimofestival.com e se encerram na próxima quinta-feira (10/10).

Podem participar da seleção filmes brasileiros finalizados a partir de 
janeiro de 2018 e inéditos em circuito comercial de cinema e em canais 
de televisão. É necessário ter o tema central voltado para a música, 
não se restringindo a nenhum gênero ou estilo específico. São aceitos 
curtas, médias e longas metragens, sejam elas ficções, documentários 
ou animações, falados em língua portuguesa ou com legendas em português.

Importante janela de exibição da produção cinematográfica brasileira 
sobre música, os filmes são selecionados por uma comissão formada por 
renomados críticos, produtores e diretores de cinema e a direção 
artística do Festival. Os filmes são projetados em salas de cinema, 
tendas, centros culturais e ao ar livre, podendo proporcionar ao 
público a chance de apreciar a história de um artista na tela e se 
deliciar ao ouvi-lo na programação de concertos que acontecem durante 
o festival.

Com formato ímpar, que conquistou plateia cativa, o Festival MIMO de 
Cinema é dirigido pela cineasta Rejane Zilles e desde a sua primeira 
edição em 2004, já exibiu 346 filmes onde a música é protagonista. 
Nesta edição, o Festival MIMO de Cinema acontece nas cidades de São 
Paulo e no Rio de Janeiro. A programação é toda gratuita.

O Prêmio MIMO de Música que tem o objetivo de selecionar novos 
talentos da música instrumental brasileira, seguirá com as inscrições 
abertas até 10/10. Poderão inscrever-se artistas brasileiros com idade 
entre 18 (dezoito) e 40 (quarenta) anos, solistas e/ou grupos de 
instrumentistas formados por até cinco pessoas, com trabalhos 
originais ou não, nas categorias de música de câmara ou popular.

Após as inscrições, uma comissão de avaliação selecionará seis 
finalistas, que serão submetidos ao voto popular entre os dias 11 e 
21/10. O resultado será divulgado no dia 22/10 e o premiado será 
contemplado com uma apresentação em uma das cidades do MIMO Festival 
2019.

Portugal também recebeu esse ano, com enorme sucesso de crítica e 
público, a primeira edição do Prêmio. Foram 150 inscritos e mais de 
10.000 pessoas participaram da etapa do voto popular. Os eleitos foram 
os rappers Chico da Tina, “Vencedor Prêmio MIMO de Música” que 
garantiu um lugar na programação oficial do MIMO Amarante e no 
festival no Brasil, e RUSSA, “Artista Revelação” que foi contemplada 
com a gravação e o lançamento de um EP pela prestigiada Editora 
Valentim de Carvalho.

No Brasil, ao longo das cinco edições do Prêmio MIMO, foram eleitos 20 
artistas vencedores que conquistaram notoriedade nacional e 
internacional com seus trabalhos, tais como Hercules Gomes (Espírito 
Santo/2014), João Camarero (São Paulo/2015), Amaro Freitas Trio 
(Pernambuco/2016), Salomão Soares (Paraíba/2017), Carol Panesi (São 
Paulo/ 2018), entre outros.

As inscrições e informações detalhadas para participar do Festival 
MIMO de Cinema e do Prêmio MIMO de Música estão disponíveis no site do 
MIMO Festival – www.mimofestival.com

Acumulando cinquenta edições, 16 anos de estrada e mais de um milhão e 
setecentas mil pessoas de público, o MIMO, festival de música 
inteiramente gratuito, idealizado e realizado pela experiente 
empresária Lu Araújo (que também assina a curadoria), conta com 
patrocínio do Bradesco, Certisign e Estácio. O MIMO Festival já 
realizou mais de 475 concertos, como as apresentações memoráveis dos 
artistas Philip Glass, Herbie Hankock, Chick Corea, Jack DeJohnette, 
John Scofield, Jacob Collier, Goran Bregovic, Emir Kusturica, Pat 
Metheny, Buena Vista Social Club, Gotan Project e, ainda, os nacionais 
Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Nelson Freire, Nana Vasconcelos, 
entre muitos outros grandes nomes. Entre os filmes, “Chico Science, 
Caranguejo Elétrico”, ‘Eu sou Carlos Imperial’, “Mussum – Um filme do 
Cacildis”, “Legalize já – Amizade nunca morre”, “Com a Palavra, 
Arnaldo Antunes” passaram pelas telas do festival nas ultimas edições 
do Brasil e Portugal.