Hemonúcleo de Volta Redonda precisa urgente de doadores

0
239

O Hemonúcleo de Volta Redonda, anexo ao Hospital São João Batista (HSJB), está precisando com urgência de doadores. A necessidade maior está nos seguintes tipos: A negativo, O positivo e O negativo. Estes tipos sanguíneos estão com os estoques baixos e necessitam ser repostos com mais urgência. No entanto, todos os doadores são bem-vindos à unidade.

“O motivo da queda no número de doações é devido ao período de Pós-Carnaval, consequentemente, o desabastecimento do banco de sangue é afetado”, conforme explica o responsável pelo setor, o médico hematologista Luiz Gonzaga Lula de Oliveira Lima, que prosseguiu:
“Devido aos acidentes comuns neste período, o número de transfusão é bem maior. Por isso, fazemos um apelo à população para que nos ajude a manter o nosso estoque de sangue. Esse período é um dos mais críticos do ano e reflete diretamente no movimento de doadores”, disse o médico.

Para doar sangue é necessário ter entre 16 e 69 anos, estar bem de saúde e pesar acima de 50 quilos, estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), não estar em jejum e nem ter ingerido alimentos gordurosos e bebida alcoólica no dia anterior a doação.

No dia da doação, o voluntário deve apresentar na unidade um documento de identidade com foto. Para ser um doador é preciso ainda manter um estilo de vida saudável, não ter comportamento de risco e respeitar o intervalo mínimo entre as doações, que é de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres.

O Hemonúcleo de Volta Redonda funciona de segunda a sexta-feira, das 07h às 13h. O local atende o HSJB, além de outras três instituições: Hospital Dr. Munir Rafful (Hospital do Retiro), Hospital Nelson Gonçalves (antigo Cais Aterrado), Hinja, além da Agência Transfusional de Piraí e Hospital Municipal de Pinheiral.