Moacyr Luz lança série documental produzida em tempos de isolamento

0
133

Moacyr Luz é um artista inquieto. O cantor e compositor de 62 anos, 15 deles à frente do Samba do Trabalhador, precisava ir além das lives durante o confinamento. Encarou então um novo desafio: aproveitar o tempo em casa para registrar histórias inéditas sobre o processo de criação, com seus diversos parceiros. Assim surgiu a série “O Segredo da Música”, idealizada pela Lupa Comunicação e com direção de fotografia de Marluci Martins. O primeiro de cinco episódios já está disponível no canal de Moa no YouTube: www.youtube.com/MoacyrLuzOficial.

“Um compositor faz música pelo talento umbilical. Ele precisa compor, precisa criar. Vértebras de ideias confundem o texto, efeitos do isolamento. Eu precisava de mais”, diz Moacyr Luz.

Logo na estreia, o bamba apresenta uma história com um de seus maiores amigos e parceiro em mais de 100 músicas: Aldir Blanc, morto recentemente em decorrência da Covid-19. No vídeo, Moacyr conta que durante uma viagem a Búzios, Aldir e ele foram convidados para uma peixada na praia. Avesso a temperos, Aldir não aceitou. Quando o peixe foi servido, feito na brasa, era só com sal grosso. Depois de se divertirem com o fato, a dupla compôs “Meu tempero é sal”, gravada por Moa no disco “Vitória de ilusão”, de 1995.

Com roteiro de Moacyr Luz, arte e edição de Carlos Nem, a série promete levar fãs e recém-chegados à um mergulho pelo bastidores da criação do artista e sua relação com os principais parceiros. Os próximos episódios serão lançados semanalmente, no canal do compositor.