Núcleo de Cinema de Animação de Campinas em Paraty e no Rio

0
238

Dos dias 24 a 30/09, a cidade de Paraty recebe o 2º Encontro Sesc de Cinema em Animação, com exibições de curta e longas-metragens, oficinas e rodas de conversa, na Unidade Sesc Santa Rita.

O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas participa do evento exibindo seus dois longas-metragens lançados no ano passado: “História Antes de Uma História”, de Wilson Lazaretti, no dia 25/09, e “Café um dedo de Prosa”, de Maurício Squarisi, no dia 26/09. As duas sessões são às 20h.

Lazaretti participa também, no dia 25, às 18h, da mesa de discussão com tema: Animação e Educação, ao lado de Thalyta Monteiro, Daniel Werneck e Rafael Buda.

História Antes de uma História (veja trailer em: https://youtu.be/C7IduS-ah6g)

O primeiro longa-metragem de Wilson Lazaretti é uma produção que levou 13 anos para ser concluída. A história apresenta Dr. K, um velho senhor que gosta muito de caminhar. No decorrer de uma de suas andanças, encontra pelo caminho vários objetos que o ajudarão a desvendar os grandes mistérios da técnica da animação. Como um desenho animado aprende a ‘andar’? O que acontece quando uma personagem é criada sem um coração? O que animar primeiro: um ovo ou uma galinha?

Seguindo o percurso de Dr. K, o público vai mergulhando no mágico mundo da animação, em todas as suas etapas. A aventura conta também com o menino Matias, a garota Laurinha e a galinha Melodia, entre outros personagens. A trilha traz canções nas vozes de Elza Soares, que interpreta duas músicas da ‘Feiticeira’, Ná Ozetti, que faz a voz da “Folha Branca”, e inúmeras referências a grandes compositores clássicos como Bizet, Bach, e Carlos Gomes, entre outros.

‘Café, um dedo de Prosa (veja trailer em: https://youtu.be/dDttpWyg4Cg)

A animação narra de modo leve e bem-humorado a história do café, mostrando sua importância na história do Brasil. Tudo começa a partir do encontro de dois amigos – Vera Holtz e Wandi Doratiotto – em uma cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles travam um bate-papo informal e descontraído sobre a história do café. Acompanhando esse diálogo, o público vai descobrindo, por meio do desenho animado, muitas curiosidades sobre a bebida mais popular do país, sua importância histórica e influência na economia, política e até na cultura brasileira.

Em seu primeiro longa, o diretor Maurício Squarisi resgata questões como escravidão, Semana de Arte Moderna, imigração e muitas outras, sempre de modo bem-humorado e divertido, sem abandonar a preocupação com o rigor e precisão dos fatos, baseados no livro “A História do Café”, de Ana Luiza Martins. Com 72 minutos, o filme “Café, um dedo de Prosa” é resultado de seis anos de trabalho.

Núcleo de Cinema de Animação de Campinas no Festival Militum

O MILITUM 2018 – II Festival de Cinema de História Militar este ano acontece entre os dias 25 a 28/09, no Centro Cultural Justiça Federal,

no Rio de Janeiro, com exibição de 15 obras, em sessões gratuitas.

Wilson Lazaretti exibe o curta-metragem “Os Melhores Amantes Bebem Café” no dia 26/09,  na sessão das 15h. A produção, de 1998, trata da revolução constitucionalista de 1932, comentada por um gaúcho, um paulista, um mineiro e um nordestino – todos ex-combatentes.

O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas está na reta final de sua primeira campanha de financiamento coletivo, para lançar no país a obra “Poética da Ilusão de Movimento”, de José-Manuel Xavier.

O livro busca abordar a animação através da comparação com a poesia. O autor é um animador português, professor da Escola Nacional de Jogos e Mídias Digitais Interativas na França. Seus filmes já circularam nos principais festivais de animações do mundo e seus livros são citados em diversos trabalhos acadêmicos.

A campanha de financiamento coletivo para o lançamento do livro no Brasil funciona como uma pré-venda da obra, mas é possível apoiar a iniciativa com valores a partir de R$10,00. A campanha segue até o dia 23/09. Todos os detalhes estão explicados no site:

https://www.catarse.me/poetica_da_ilusao_de_movimento_1dea.

O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas é uma entidade com 44 anos de existência, sendo, portanto, uma das pioneiras da animação no Brasil. São mais de 300 filmes de animação produzidos, em duas linhas de produção: os trabalhos autorais, realizados individualmente pelos diretores Wilson Lazaretti e Mauricio Squarisi, e filmes realizados em oficinas, desenvolvidos com o objetivo de proporcionar aprendizado aos participantes. Já foram mais de 2500 oficinas de animação para crianças, jovens e adultos, em quase todos os estados brasileiros, e em vários outros países.