Peça “FREUD & MAHLER”, no Centro Cultural Justiça Federal

0
1003

Em “Freud & Mahler” a autora Miriam Halfim focaliza o célebre encontro entre o pai da psicanálise Sigmund Freud e o genial compositor Gustav Mahler – ocorrido em agosto de 1910, em Leiden, Holanda -, após o último descobrir que sua mulher, Alma, o havia traído. A imensa insegurança por parte do compositor é evidenciada por marcar e desmarcar o encontro várias vezes, desenhando o retrato de um homem problemático, prato cheio para qualquer psicanalista. Freud desenvolve, então, sua hipótese de uma terapia breve. No encontro entre esses dois gênios, de campos tão diversos, surge um embate desenvolvido numa conversa de jardim, já que Freud alegava que caminhar ajudava os pensamentos fluírem até chegar à solução dos problemas. A conversa é inteligente, com toques de humor e sofrimento e apresenta um desenlace curioso, chegando ao final um Mahler curado e feliz e um Freud inseguro quanto ao recebimento de seus justos honorários, já que o pagamento deverá ser feito por Alma Mahler. O consolo de Freud é que sua teoria de grande conhecedor da alma humana é comprovada.

O encontro desses dois grandes homens, que a peça de Miriam Halfim focaliza, resultou na “libertação” de Alma Mahler, já que, após retornar da terapia com Freud, Mahler olhou novamente as composições de Alma – composições que antes ele considerava inferiores – e começou a toca-las no piano. Se arrepende e passa a considerar as canções excelentes. Mahler, então, dedica à mulher sua “Oitava Sinfonia”, que ele rege em 12 de setembro de 1910, e também publica cinco “lieder” de Alma, que estreiam em Viena e Nova York. Assim, pode-se dizer que Freud teve sucesso duplo com a sua terapia breve.

A qualidade do texto de Miriam Halfim se une a alta qualificação dos artistas da ficha técnica, a partir do diretor, Ary Coslov, com experiência e sucesso em mais de 50 trabalhos em teatro, cinema e TV, e especialmente na escolha dos dois atores, Giuseppe Oristanio e Marcello Escorel, prestigiadíssimos e conceituados em suas atividades no teatro, cinema e TV.

O objetivo da montagem é tocar o espírito do espectador e transformá-lo, de uma forma lúdica, transportá-lo para um universo onde a inteligência passeia, através de dois personagens brilhantes. O espetáculo leva uma visão de mundo humanizada, divertida e otimizada, com o conhecimento da maravilha que é o ser humano.

A trilha sonora é composta por composições de Gustav Mahler (6ª sinfonia, 1º movimento – 5 minutos; 5ª sinfonia, 4º movimento – 11 minutos; 1ª sinfonia, 3º movimento – 8 minutos; 6ª sinfonia, 3º movimento – 13 minutos), além de Frank Zappa a musical Tribute a Edgard Varese – 10 minutos.

“Acreditamos que o momento seja bastante oportuno para este espetáculo, já que a peça procura unir todos os ingredientes necessários a bons momentos culturais, numa hora em que a cultura está sendo preterida. Além disso, vivendo numa situação em que estamos precisando muito de “grandes homens”, nada como mostrar duas personalidades geniais: o gênio musical Gustav Mahler com as teorias de Sigmund Freud, que desnudam a variada riqueza contida na alma humana. Mahler e Freud eram judeus, nascidos na mesma região, Bohemia, ambos foram para Viena e protagonizaram uma época de grande efervescência cultural, deixando suas marcas pelo talento de criação.

Evocando o panorama cultural desta época e a importância de Mahler e Freud neste contexto, iremos levar o público a um universo mágico, acompanhados pela música do genial compositor.”

A temporada de estreia (nacional) de “Freud & Mahler” será de 10 de outubro a 21 de novembro, quintas e sextas-feiras, às 19h, no Centro Cultural Justiça Federal, no Centro do Rio de Janeiro.

Ficha técnica

Texto: Miriam Halfim

Direção: Ary Coslov

Elenco: Giuseppe Oristanio (Sigmund Freud) e Marcello Escorel (Gustav Mahler)

Cenário: Marcos Flaksman

Vídeos: Thiago Sacramento

Iluminação: Paulo César Medeiros

Figurinos: Brunna Napoleão

Preparação Corporal: Marcelo Aquino

Assessoria de Imprensa: Ney Motta

Fotos e Arte Gráfica: Thiago Sacramento

Assistência de Direção: Bernardo Peixoto Assistência de Produção: Mayara Voltolini Produção Executiva: Isabel Braga

Produção: Maria Alice Silvério

Serviço:

Peça “FREUD & MAHLER”

Local: Centro Cultural Justiça Federal

Av. Rio Branco, 241, Centro, Rio de Janeiro.

Informações/Tel.: 21 3261-2550

Temporada (estreia nacional): 10 de outubro a 21 de novembro de 2019.

Dias e horário: Quintas e sextas-feiras, às 19h.

Não haverá apresentações nos dias 8 e 21 de novembro.

Ingressos: R$ 40,00 (inteira)

Duração: 70 minutos (previsão)

Classificação etária: 12 anos

Capacidade de público: 139 lugares