Programação semanal do Imperator Centro Cultural João Nogueira

0
59

19 de junho: JAY VAQUER -TOURBILHÃO VORAZ

Abertura: Radioativa

O cantor e compositor carioca, Jay Vaquer está trabalhando seu décimo CD, indicado ao Grammy Latino 2018 “Ecos do Acaso e Casos de Caos”. O artista pinçou dez faixas de um universo de quarenta canções que estão no repertório de seu Musical “SÍNDROMA”, seguindo o critério de selecionar aquelas com “vida própria” nos discursos, sem depender tanto do contexto do espetáculo. Esse projeto ganhará os palcos e também será realizado num formato audiovisual.

Produzido por Moogie Canazio, o trabalho foi gravado e mixado em Los Angeles.

O novo show faz parte da turnê nacional “Tourbilhão Voraz”, onde além das músicas novas, Jay passeia por toda a discografia, apresentando várias da lista das mais pedidas pelo seu público fiel e sempre contagiante. “Longe Aqui”, “A Falta que a falta faz”, “Pode agradecer”, “Quantos Tantos” e muito mais. Rock nacional da melhor qualidade!

  Serviço:

Evento: JAY VAQUER -TOURBILHÃO VORAZ

Abertura: Radioativa

Data: 19 de junho – véspera de feriado

Horário: Quarta-feira, às 21h | Abertura da casa: 1h antes do evento

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Teatro)

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier/RJ

Valor do Ingresso: Pista, plateia inferior e balcão: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Local de venda: Bilheteria do Centro Cultural, Terça e Quarta: 13h às 20h30; Quinta a sábado: 13h às 21h30; Domingo: 13h às 19h30. Ou através do site ingressorapido.com.br

Classificação: 16 anos

Duração do espetáculo: 90 minutos

Informações: (21) 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h). Exceto Feriados.

20 de junho: ANOS 80 – UM SHOW PARA CRIANÇAS E PAIS

Se você foi criança na época em que pegar carona nessa cauda de cometa ou dançar na festa do estica e puxa eram garantia de muita diversão, vai adorar reviver tudo isso (e muito mais) em ANOS 80 – UM SHOW PARA CRIANÇAS E PAIS, um show em clima de Arraiá inédito para pais e filhos compartilharem juntos grandes hits e estilos da década de 1980 e reviverem toda a alegria da época. Em única apresentação dia 20 de junho às 16h, no Teatro Imperator.

Com direção de Lidy Marx, e sob a direção musical de Gugu Peixoto, o musical vai trazer aos pequenos de hoje, um pouquinho da infância inesquecível dos pais. O mundo colorido e cheio de alegria dos anos

1980 será mostrado no palco, de forma lúdica e cronológica, por meio das músicas da época. No show, uma criança (no telão) tem um livro mágico! E desse livro, saem todas as canções que vão embalar pais e filhos nessa viagem de clássicos, que só os adultos sabem cantar, mas que os pequenos vão adorar. O público entrará em um verdadeiro túnel do tempo de referências.

Verdadeiros hinos da época como as aberturas dos desenhos animados He-Man, She-Ra e Thundercats, sucessos infantis como o Balão Mágico, o Trem da Alegria, a Xuxa e as Paquitas, e muitas outras músicas marcantes estarão no repertório dos músicos Martina Blink e Lucas Corsino (vocalistas), Roberta do Recife e Arnaud Neto (backing vocal), Felipe Chernicharo (guitarra), Denilson Prata (baixo), Nelsinho Freitas (teclado) e John Caldwell (bateria).

Além das canções, o público também vai conferir medleys impagáveis dos principais jingles de peças publicitárias da época, das melhores aberturas de desenhos animados e daquelas canções de super-heróis, que, quando tocavam na tevê de tubo, faziam todas as crianças se encherem de alegria.

Muita cor, alegria, brincadeiras e as referências mais marcantes te esperam em ANOS 80 – UM SHOW PARA CRIANÇAS E PAIS.

Serviço:

Evento: ANOS 80 – UM SHOW PARA CRIANÇAS E PAIS

Data: 20 de junho – feriado

Horário: Quinta-feira, às 16h | Abertura da casa: 1h antes do evento

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Teatro)

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier/RJ

Valor do Ingresso: Plateia inferior e balcão: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Local de venda: Bilheteria do Centro Cultural, Terça e Quarta: 13h às 20h30; Quinta a sábado: 13h às 21h30; Domingo: 13h às 19h30. Ou através do site ingressorapido.com.br

Classificação: Livre

Duração do espetáculo: 60 min

Informações: (21) 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h). Exceto Feriados.

21 e 22 de junho: TOQUINHO – 50 ANOS DE CARREIRA

Para Toquinho, o violão passou a ser o prolongamento do próprio corpo.

A cada dia dedica-se mais, como se o instrumento fosse um bebê recém-nascido, exigindo sempre cuidados  aprimorados; e o instrumentista, um pai extremoso, ambos se completando, permitindo que a vida os confunda em madeira e pele, cordas e coração. Do bojo de seu violão, ele extrai o néctar capaz de garantir o lema de seus dias: “só tenho tempo para ser feliz”.

Tudo começou no ano de 1959, no limiar da Bossa Nova. A maneira transformadora de João Gilberto interpretar “Chega de saudade”, com sua inusitada batida de violão, estimulou Toquinho a aprender a tocar o instrumento. Aos 14 anos já tinha aulas com seu principal mestre, Paulinho Nogueira. Então, com Edgard Gianullo, enriqueceu conhecimentos harmônicos e aprimorou-os com o amigo Oscar Castro Neves. O estilo de Baden Powell tornou-se irresistível ao então iniciante Toquinho, que, a fim de ampliar a técnica, buscou em Isaias Sávio a intimidade necessária com o violão clássico. Já compositor, fez um curso de orquestração com Léo Peracchi.

Iniciou sua carreira profissional na década de 1960 ao lado de grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Taiguara, Chico Buarque, Elis Regina, Zimbo Trio, Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, e Paulinho da Viola. A grande amizade com Chico Buarque propiciou-lhe a primeira parceria musical, “Lua cheia”, a primeira composição de sua carreira. Também com Chico, viveu sua primeira experiência fora do Brasil, em 1969, quando permaneceu ao lado dele, na Itália durante sete meses.  Seus primeiros sucessos surgiram em parceria com Jorge BenJor, na canção “Que maravilha”, e com Paulo Vanzolini, na canção “Boca da noite”, essa com grande destaque no terceiro Festival Internacional da Canção Popular realizado no Rio de Janeiro, em 1968.

Uma fase importante de sua trajetória musical deu-se com Vinicius de Moraes, com quem começou a trabalhar em 1970 no memorável show na Boate La Fusa, de Buenos Aires, acompanhados pela cantora Maria Creuza. A partir de então, Toquinho iniciava com Vinicius uma parceria que extrapolou a relação profissional e se consolidou numa fraternal amizade robustecida ao longo de dez anos por uma incrível criatividade, tornando-se o parceiro mais produtivo do grande poeta em mais de cem canções. Gravaram cerca de vinte e cinco discos e realizaram mais de mil shows pelo Brasil e no Exterior.

Uma das pérolas da sensibilidade de Toquinho é, sem dúvida, a parte de sua obra que abrange o mundo infantil. São cerca de 40 canções que encantam as crianças porque Toquinho sabe brincar com elas de uma forma responsável e inteligente, mantendo um humor lúdico e objetivo na junção das letras com as melodias.

Em novembro de 2003, o clipe animado “Aquarela” conquistou o “Liv Ullmann Peace Prize”, prêmio concedido pelo juri do Chicago International Children’s Film Festival, o maior e mais antigo festival de filmes infantis do mundo, cujo critério é conceder o primeiro lugar ao filme que traduz de forma mais sensível o desejo de paz e harmonia entre as crianças. Além desse prêmio, o clipe “Aquarela” alcançou o segundo lugar na categoria animação infantil do Anima Mundi 2003. Por sua vez “A Casa” foi escolhida a melhor trilha sonora do Anima Mundi 2004, e “O Pato” obteve o segundo lugar na categoria animação brasileira no mesmo festival. Estes vídeos fazem parte do DVD “Toquinho no mundo da criança”, lançado pela Circuito Musical e Delta Editora.

Rompedor de fronteiras, Toquinho leva sua música para bem longe de sua terra, ao mesmo tempo que conserva aquela brasilidade de quem ama andar pelos mais distantes locais desse país, seja a cidade grande ou pequena, próxima ou distante.

Serviço:

Evento: TOQUINHO – 50 ANOS DE CARREIRA

Data: 21 e 22 de junho

Horário: Sexta-feira e sábado, às 21h | Abertura da casa: 1h antes do evento

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Teatro)

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier/RJ

Valor do Ingresso: Plateia inferior e balcão: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)

Local de venda: Bilheteria do Centro Cultural, Terça e Quarta: 13h às 20h30; Quinta a sábado: 13h às 21h30; Domingo: 13h às 19h30. Ou através do site ingressorapido.com.br

Classificação: Livre

Duração do espetáculo: 90 min

Informações: (21) 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h). Exceto Feriados.

23 de junho: HALLYU RIO – CULTURA COREANA

O maior evento de cultura coreana da cidade vem para mostrar um novo mundo relacionado a entretenimento, artes e conhecimento tradicional do país do K-Pop. Com atrações voltadas para toda a família o evento pretende proporcionar uma imersão dentro da cultura coreana onde o público poderá experimentar comidas, usar roupas tradicionais, conhecer as artes marciais, aprender um pouco do idioma e muito mais!

Hallyu Rio é a sua Coréia na cidade maravilhosa.

São esperadas as seguintes atividades:

– Concurso de Dança (KPOP)

– Concurso de Canto (Em coreano/Hangul)

– Workshops de Língua Coreana

– Palestra com o Centro Cultural Coreano no Brasil

– Estandes de vendas de produtos coreanos

– Estandes de comida coreana

– Quiz e gincana sobre o país

– Random Play dance

– Estande com roupas tradicionais

Serviço:

Evento: HALLYU RIO – CULTURA COREANA

Data: 23 de junho

Horário: Domingo, às 13h

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Teatro)

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier/RJ

Valor do Ingresso: Pista: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Local de venda: Bilheteria do Centro Cultural, Terça e Quarta: 13h às 20h30; Quinta a sábado: 13h às 21h30; Domingo: 13h às 19h30. Ou através do site ingressorapido.com.br

Classificação: Livre

Duração do espetáculo: 6h

Informações: (21) 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h). Exceto Feriados.