Projeto Rotas Culturais, de visitas guiadas gratuitas, está de volta ao Centro do Rio

0
123
SONY DSC

Alguns locais do Rio de Janeiro acumulam tanta história ao longo do
tempo que, para compreender o tamanho de sua importância na trajetória
da cidade e dos cariocas, é preciso conhecê-los bem de perto. Esse é o
caso da região da Praça Tiradentes, destino da próxima temporada do
projeto Rotas Culturais, de visitas guiadas gratuitas e mapeamento
cultural.

Em sua segunda edição, o projeto Rotas Culturais oferece 13 passeios a
pé, organizados em dois roteiros, durante os meses de novembro e
dezembro de 2019 e janeiro de 2020. Em percursos leves, mas recheados de
informações, o participante terá a chance de aprender sobre a história
da região, que começa no século XVII, como se transformou em um dos
principais pontos de diversão da cidade, os marcos de sua arquitetura e
ainda se inteirar sobre os atuais atrativos nas áreas da cultura,
gastronomia, comércio e serviços.

Para participar do projeto, basta acessar o site
www.rotaculturais.com.br escolher um roteiro, a data do passeio, e se
inscrever. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas. Todos os
inscritos ganham um kit do projeto com camiseta, mochila, chapéu,
ventarola, squeeze e mapa.

Roteiro Imigração e Fé:

·         Windsor Asturias Hotel

·         Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro

·         Catedral Presbiteriana do Rio

·         Real Gabinete Português de Leitura

·         Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

·         Centro Carioca de Design

·         Praça Tiradentes

·         CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro

Roteiro Do tempo do Império:

·         Windsor Asturias Hotel

·         Largo da Carioca

·         Bar Luiz

·         Casa do Choro

·         Catedral Presbiteriana do Rio

·         Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

·         CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro

·         Rua do Lavradio com Visconde do Rio Branco

·         Centro Cultural Museu Casa da Moeda

A primeira edição do projeto, em 2018, contemplou 500 pessoas e
conquistou o troféu Jacaré de Bronze no Prêmio Caio, principal premiação
no segmento de eventos. Assim como na temporada anterior, os inscritos
se reunirão em uma unidade de um dos patrocinadores, a Rede Windsor de
Hotéis – nesta edição, no Windsor Asturias Hotel – para participar de
uma oficina com a historiadora, professora e guia Priscila Monteiro, com
o objetivo de ‘preparar o olhar’ antes da caminhada.

“Acreditamos no potencial turístico da cidade do Rio de Janeiro e na
importância de proporcionar esse conhecimento histórico tanto para os
moradores como aos turistas. Decidimos apoiar novamente a iniciativa
pelo grande sucesso da primeira edição que foi bastante elogiada pelos
frequentadores”, destaca Vitor Almeida, gerente de Marketing da Rede
Windsor de Hotéis.

Um dos atrativos, com ponto de parada nos dois roteiros, é a Catedral
Presbiteriana do Rio. A primeira igreja Presbiteriana do Brasil,
exemplar de arquitetura religiosa em estilo neogótico, o templo foi
inaugurado em 1943. “A Catedral é um patrimônio histórico, cultural e
arquitetônico de todos os cariocas. Não poderíamos ficar de fora do
projeto”, diz Newton Alvarez Rodriguez Filho, membro do Conselho da
Catedral.