Projeto “Uma nova chance para a vida”

0
198

Nos últimos anos, a população mundial tem convivido com diversos casos envolvendo depressão, pânico e ansiedade. Em algumas situações, sem o devido acompanhamento profissional e guardando sentimentos e angústias para si, muitas pessoas acabam tirando a própria vida. Com isso, foi criado no Rio de Janeiro um serviço de atendimento que busca evitar que pessoas cometam suicídio. O trabalho voluntário, coordenado pelo psicólogo Sebastião Ferreira, conta com 32 colaboradores (sete psicólogos e 25 estudantes de psicologia) e é realizado na Paróquia Nossa Senhora de Loreto, na Ilha do Governador, Zona Norte da capital fluminense, desde 2012.

Escritor, palestrante, especialista em terapia de casal e família pela PUC-Rio, cursando atualmente pós-graduação em Logoterapia pela LOGORIO e membro do Grupo dos Psicólogos da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Sebastião e sua equipe realizam atendimentos individuais, de casal, família e também em grupos de adultos, adolescentes e crianças.

– Meu trabalho é mais voltado para a contingência e contenção de pessoas que querem tirar a vida. Na paróquia, já atendemos 139 pessoas que se auto lesionaram ou praticaram um ou mais atos contra a vida. Se essas pessoas já se lesionaram ou tentaram se matar, a prevenção não funcionou. Muitas dessas pessoas sentem um vazio muito grande e não veem um sentido na vida. Se nada for feito, elas irão cometer suicídio. Com essas pessoas, nós trabalhamos com a contenção – explica o psicólogo.

Números que chamam a atenção

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 12 mil pessoas tiram a própria vida por ano no Brasil. No mundo, são aproximadamente um milhão de suicídios anuais. Neste ranking, o Brasil se encontra atrás apenas dos Estados Unidos. De acordo com dados avaliados pelo Ministério da Saúde nos últimos quatro anos e divulgados numa pesquisa em 2019, no Brasil, uma pessoa tira a própria vida a cada 46 minutos.

Serviço

Para aqueles que têm interesse, o atendimento ocorre no Ambulatório do Samaritano, no pátio interno da Paróquia Nossa Senhora de Loreto, às quintas-feiras, às 13h. Vale destacar que o atendimento tem valor social, já aqueles que não possuem recursos, ficam isentos de pagamento. As inscrições podem ser feitas pelo link: pnsloreto.com/sebastiao.