Quase 900 prestadores de serviços turísticos já se cadastraram na plataforma Turismo Consciente

0
4064

Garantir que turistas e funcionários do setor de Turismo se sintam mais seguros durante a retomada gradual das atividades no estado do Rio. Com este objetivo a Secretaria de Turismo está incentivando o cadastro no site Turismo Consciente RJ. Uma carta, assinada pelo secretário de estado de Turismo, Otavio Leite, explicando a importância do programa, foi enviada para os equipamentos turísticos e profissionais do ramo dos 92 municípios fluminenses.

Leite prevê que, na retomada, as viagens de curta distância, para destinos vizinhos ou localizados a poucos quilômetros de distância, terão a preferência dos viajantes.

– Estamos insistindo na importância da inscrição no Programa Turismo Consciente para que nosso público mais próximo, como os fluminenses, paulistas, mineiros e capixabas, tenham à disposição no site, de forma ágil e rápida, quais estabelecimentos e profissionais estão seguindo as recomendações sanitárias propostas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a propagação do novo coronavírus. É essencial dar a esse visitante mais segurança para a sua viagem – afirma o secretário de Turismo.

Interessados em receber a certificação devem autodeclarar o cumprimento dos “10 Mandamentos para o Turismo Consciente” e atender aos critérios informados no site www.turismoconscienterj.com.br O portal possibilitará que o público consumidor identifique, em cada localidade, quais prestadores de serviços turísticos estão cumprindo as regras impostas. Após o cadastro, as empresas e profissionais do setor recebem o selo e um kit que contém inúmeras peças para serem usadas nas ações de marketing.

Entre as normas para obter do selo estão o uso de equipamentos de proteção individual; cumprimento de regras de higiene pessoal e limpeza e higienização de ambientes. A capacitação dos profissionais das empresas para que possam seguir os protocolos sanitários vigentes e a vigilância na saúde dos funcionários, através de testagens periódicas, são outros itens a serem atendidos. Será obrigatório, ainda, prestar informações aos clientes sobre a importância das regras; o uso de tecnologias que dispensem aproximação ou contato físico; e o controle de qualidade.

Os critérios necessários para a obtenção do selo, bem como, a logística da certificação, foram construídos com a validação da Secretaria Estadual de Saúde e em parceria com entidades representativas do turismo no Estado do Rio de Janeiro.


Fonte:Governo do Estado do Rio de Janeiro
Link: http://www.rj.gov.br/NoticiaDetalhe.aspx?id_noticia=6568