Saúde e Proderj anunciam encerramento das atividades do 160

0
66

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj) informam que as atividades da Central de Atendimento Especializado 160, com orientações à população fluminense sobre o coronavírus, serão encerradas no próximo dia 20 de julho, em função de término contratual.

A Central 160 entrou em operação em 23 de março e registrou, até o dia 12 de julho, 330 mil atendimentos, sendo que o tempo médio das ligações ficou em 5 minutos e 25 segundos. O call center teve como objetivo proporcionar um canal de informação com embasamento técnico à população e atendeu ininterruptamente durante 24 horas por dia, sete dias por semana, sendo todo atendimento realizado por profissionais de saúde qualificados e devidamente registrados em seus conselhos profissionais.

O canal foi fundamental para evitar o comparecimento, muitas vezes desnecessário, da população à rede de saúde, reduzindo assim a sobrecarga dos hospitais e postos de saúde, além de evitar o risco de contaminação por aglomerações. A Central também auxiliou no combate à propagação de fake news sobre o coronavírus, disponibilizando informações seguras diretamente ao cidadão fluminense, fornecendo dados e informações para os profissionais de saúde, propiciando a adoção de medidas estratégicas.

Iniciativa da SES, a Central 160 contou com a parceria do Proder, da Polícia Militar e do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE).

 

Disque Saúde 136:

Segue disponível à população o Disque Saúde 136, do Ministério da Saúde, que fornece gratuitamente informações sobre o coronavírus. Outros serviços como o TeleSUS também estão em funcionamento para orientar a população. Mais informações podem ser acessadas pelo site www.saude.gov.br/coronavirus.