Show de Augusto Martins e Paulo Malaguti Pauleira homenageia Aldir Blanc

0
163

O álbum “Como canções e epidemias”, lançado em 2021, vai sair do streaming e ganhar o palco do Teatro Rival Refit, nesta quinta-feira (5/05). O projeto começou a nascer há 16 anos, quando o cantor Augusto Martins e o pianista Paulo Malaguti Pauleira gravaram uma parceria de Aldir com Sueli Costa: a densa, bela e triste “Altos e baixos”. A faixa saiu da gaveta e se somou a mais 11 parceiros em 14 canções. No meio tempo, Aldir faleceu de covid, mas sua arte é permanentemente ressurreta. Aliás, a faixa título da obra é verso de “Caça à raposa”, composição de cunho simbolista que recebeu arranjo de tirar o fôlego.

O repertório conta com pérolas, como “Resposta ao tempo”, música de Cristovão Bastos com versos do homenageado; “Caça à raposa”, “Corsário” e outras da famosa dupla João Bosco e Aldir Blanc. A novidade fica por conta de “Muito além do jardim”, de Moacyr Luz e Aldir, faixa inédita do álbum. 

 

Serviço: 


Show de Augusto Martins e Paulo Malaguti Pauleira

Data: 5 de Maio (quinta-feira),  às 19h30

Abertura da casa às 18h30

Teatro Rival Refit – Rua Alvaro Alvim , 33 – Subsolo – Centro – Rio de Janeiro

Ingressos entre R$ 50,00 e R$ 100,00

Link: https://bileto.sympla.com.br/event/72472/d/133240

 

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA CONTRA COVID-19: 

Segundo decreto municipal sobre o público nas casas de espetáculo, o Teatro Rival Refit está autorizado a funcionar com lotação máxima, mas continuará com os processos de higienização e sanitização, feitos por empresa especializada antes de cada show. 

O uso de máscara não é mais obrigatório, mas ainda é necessário apresentar o comprovante de vacinação – carteira de vacinação digital do ConecteSUS, a própria caderneta física ou um papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde – para entrar no Teatro Rival Refit. A regra da Prefeitura do Rio vale para todas as casas de show e outros lugares públicos fechados. 

O Teatro Rival Refit começa a receber o público uma hora antes, com som ambiente, ar condicionado e serviço de bar, seguindo, claro, todos os protocolos sanitários para proteger público, artistas e funcionários. 

Na entrada, todos terão temperatura aferida, e haverá dispensers de álcool 70° em gel distribuídos pelas dependências do teatro. 

Cuidar da própria saúde e da saúde dos outros é também uma forma de resistência.