Tanguá – Últimos dias de cadastro para ter acesso a auxílio emergencial da cultura

0
96

Artistas tanguaenses e espaços culturais da cidade que ainda não fizeram o cadastro de Mapeamento Cultural e Artístico, têm até o dia 12/08 para efetuá-lo. O referido cadastro é necessário para que os interessados possam ser contemplados com recursos oriundos do Governo Federal, através da nova Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei nº14.017).

Para realizar o cadastro o interessado precisa acessar um endereço específico na internet. O referido link de acesso está disponível aqui: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdneU2XrfcSMvbA1NpQg5T1jVMPVPC8QXYMmsaaSHe3_VifPw/viewform?vc=0&c=0&w=1

Quem não tem conta no Facebook pode enviar um e-mail para a Secretaria, solicitando o link. O e-mail disponível é: turismo.tangua@gmail.com

O cadastro também pode ser feito de maneira presencial, na Secretaria de Cultura e Turismo.

O mapeamento é voltado para todos os profissionais das diversas modalidades artísticas, tais como: cantores, atores, músicos, dançarinos, diretores, escritores, profissionais de cinema e audiovisual, profissionais técnicos, produtores, oficineiros, curadores, contadores de histórias, empresas de eventos culturais, artesãos, artistas plásticos, professores de dança, teatro, música, capoeira, entre outros; além dos espaços culturais da cidade.

“Muitos artistas e promotores culturais de Tanguá acham que não têm direito ao auxílio da ‘Lei Aldir Blanc’ – quando, na verdade, eles têm – ou que esse Censo Cultural não abrange o tipo de atividade que desenvolvem. É importante destacar que o cadastro é direcionado a todos aqueles que promovem a cultura, sem qualquer distinção”, destaca Tainá Salles, diretora municipal de cultura e turismo de Tanguá.