Teatro Rival Refit apresenta o show “Nave de Prata canta Clube da Esquina e Minas”

0
695

Comemorando 17 anos de estrada, a banda Nave de Prata volta ao palco Teatro Rival Refit, em sua primeira apresentação no Rio desde o início da pandemia, com o show “Nave de Prata canta Clube da Esquina e Minas”, no próximo sábado (7/05). O espetáculo vai promover um encontro inédito, reunindo gerações: a música mineira e o samba carioca com a participação de Tia Surica, matriarca da Portela, acompanhada pelos Gêmeos do Samba, fazendo uma homenagem à saudosa mineira Clara Nunes.

E é claro que estão garantidos sucessos do Clube da Esquina, principal influência e inspiração da banda Nave de Prata, formada por Igor Sebastian (baixo e vocal), Raphael Guimarães (teclados e vocal), Heitor Mendes (guitarra e violão), Gustavo Mesquita (baixo) e Fellipe Almeida (bateria e percussão). No repertório, canções de Milton Nascimento, 14 Bis, Beto Guedes, Lô Borges, Skank e Jota Quest, com destaque para a releitura de “Planeta Sonho”, que a banda gravou com produção de Ricardo Feghali, do Roupa Nova, e participação de Sérgio Magrão, do 14 Bis, nos vocais.

 

Serviço: 

Show “Nave de Prata canta Clube da Esquina e Minas”

Data: 7 de Maio (sábado) às 19h30

Local: Teatro Rival Refit – Rua Alvaro Alvim , 33 – Subsolo – Centro – Rio de Janeiro

Ingressos entre R$ 45,00 e R$ 90,00

LINK: https://bileto.sympla.com.br/event/72220/d/131441


PROTOCOLOS DE SEGURANÇA CONTRA COVID-19: 

Segundo decreto municipal sobre o público nas casas de espetáculo, o Teatro Rival Refit está autorizado a funcionar com lotação máxima, mas continuará com os processos de higienização e sanitização, feitos por empresa especializada antes de cada show. 

O uso de máscara não é mais obrigatório, mas ainda é necessário apresentar o comprovante de vacinação – carteira de vacinação digital do ConecteSUS, a própria caderneta física ou um papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde – para entrar no Teatro Rival Refit. A regra da Prefeitura do Rio vale para todas as casas de show e outros lugares públicos fechados. 

O Teatro Rival Refit começa a receber o público uma hora antes, com som ambiente, ar condicionado e serviço de bar, seguindo, claro, todos os protocolos sanitários para proteger público, artistas e funcionários. 

Na entrada, todos terão temperatura aferida, e haverá dispensers de álcool 70° em gel distribuídos pelas dependências do teatro. 

Cuidar da própria saúde e da saúde dos outros é também uma forma de resistência.