Tecnologia garante continuidade das aulas nos Centros de Referência da Juventude

0
530

Professores voluntários que atuam nos Centro de Referência da Juventude, mantidos pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), estão usando a tecnologia para manter as atividades físicas e o aprendizado durante a pandemia da covid-19.

– As aulas promovidas nos CRJs são muito importantes para o desenvolvimento dos moradores das comunidades onde estão localizados. Seja através de atividades físicas, culturais, ou mesmo em cursos de capacitação, são oportunidades de desenvolvimento. Ficamos muito felizes em acompanhar que vários professores, através de suas redes sociais e grupos de contatos, têm mantido esta interação com os alunos, para que permaneçam motivados até o retorno das atividades presenciais – comenta Felipe Bornier, Secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude.

Neste período de pandemia, professores se adaptaram e utilizam os recursos tecnológicos. Por exemplo, os cursos de beleza – como maquiagem e barbeiro – vídeos são gravados e enviados aos alunos demonstrando técnicas; as aulas de dança, como balé e zumba, têm acontecido através de plataformas de transmissão ao vivo ; e exercícios das aulas de luta, como muay thai, são explicados também virtualmente.

– As aulas de balé, oferecidas pelo Projeto ViDançar no CRJ Alemão, foram adaptadas para o meio on-line. Os alunos que participavam das atividades presenciais agora estão conectados através de plataformas digitais, seguindo a tendência mundial, devido a pandemia da Covid-19. Esta alternativa mantém nosso contato com as crianças e também seus responsáveis e contribui muito neste período de isolamento social – comenta Ellen Serra, idealizadora e coordenadora do Projeto ViDançar.

Ao todos, são mais de três mil alunos atendidos nos oito Centros de Referência da Juventude: CRJ Alemão, CRJ Cantagalo, CRJ Cidade de Deus, CRJ Fumacê, CRJ Jacarezinho, CRJ Manguinhos, CRJ Vila Paciência e CRJ Petrópolis. As aulas são diversificadas e direcionadas para os moradores da comunidade e seu entorno, com objetivo de inserir crianças até idosos na prática de atividades físicas e também no mercado de trabalho, através de cursos de capacitação.