Tributo aos 50 anos do álbum “Clube da Esquina”,  com a Banda Certas Canções, no Teatro Ipanema

0
244

Nesta quinta-feira (31/03) será realizado o show “TUDO O QUE PODIA SER – TRIBUTO AOS 50 ANOS DO ÁLBUM CLUBE DA ESQUINA: RIO A MINAS GERAIS O SONHO É DE TODOS”,  com a Banda Certas Canções, formada pelos músicos Thadeu Camargo (voz e violão), Leo Salles (violão e baixo), Marcelo Braga (flauta e voz), Marcelo Barboza (baixo/ Voz), Gibran Oliveira (bateria e voz). A produção musical é de Marcos Veiga. O espetáculo acontece no Teatro Ipanema.

A proposta da banda Certas Canções é resgatar as belas canções mineiras do Clube da Esquina,  compostas por Milton Nascimento, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Lô Borges, entre outros.

Com arranjos próprios, a Banda carioca Certas Canções procura realçar toda a beleza, sentimento e boa vibração deste maravilhoso movimento musical de Minas Gerais, criando uma verdadeira esquina de união musical entre os Estados de Minas e Rio de Janeiro.

A Banda Certas Canções, criada em 2018 com integrantes veteranos na música, vai realizar um antigo sonho, o de poder executar as antológicas músicas do Clube da Esquina, criando assim o projeto onde se dedicam totalmente a esse tributo. Neste show, apresentarão 10 canções do álbum Clube da Esquina 1 e tantos outros sucessos compostas e gravadas posteriormente a esse projeto. Serão apresentadas músicas como  ‘Cais’, ‘Tudo que Você Podia Ser’, ‘O Trem Azul’, ‘Cravo e Canela’, ‘San Vicente’, ‘Maria Maria’, ‘Nuvem Cigana’, ‘Um Girassol da Cor do Seu Cabelo’, ‘Estrelas’, ‘Clube da Esquina’, ‘Paisagem na Janela’, ‘Trem de Doido’, ‘Nada Será como Antes’, ‘Faça seu Jogo’, ‘Para Lennon e McCartney’, entre outras.

Sobre o Clube da Esquina

Clube da Esquina é um termo usado para se referir a um grupo de músicos, compositores e letristas, surgido na década de 1960 em Belo Horizonte – Minas Gerais, tendo figuras como por exemplo, Milton Nascimento, Toninho Horta, Wagner Tiso, Lô Borges, Beto Guedes e Márcio Borges.

A sonoridade do Clube da Esquina é intensamente caracterizada como inovadora. Como característica desta sonoridade inovadora, têm-se por exemplo uma espécie de fundição das inovações trazidas pela Bossa Nova com elementos do jazz, do rock – principalmente os Beatles –, música folclórica dos negros e mineira, música erudita e música hispânica. Nos anos 70, esses artistas tornaram-se referência de qualidade na MPB pelo alto nível de performance e disseminaram suas inovações e influência a nível mundial.

A inovação musical do Clube da Esquina e sua sonoridade específica faz com haja a proposta por parte de fãs, da crítica e também de estudiosos, que o Clube seja considerado mais do que um grupo, um movimento musical.

Clube da Esquina também é o nome de um dos discos lançados por esse grupo, em 1972. Há ainda o disco Clube da Esquina 2 (1978) e as músicas “Clube da Esquina” e “Clube da Esquina Nº2”. Tanto os discos quanto as músicas foram lançados pelo Clube.

Clube da Esquina surgiu da grande amizade entre Milton Nascimento e os irmãos Borges (Marilton, Márcio e Lô), no bairro de Santa Tereza, em Belo Horizonte, na década de 1960. O início dessa amizade se deu exatamente em 1963, depois que Milton chegou à capital para estudar e trabalhar. Milton acabara de chegar de Três Pontas, cidade onde morava a família e onde tocava na banda W’s Boys com o pianista Wagner Tiso; com Marilton foi tocar na noite, no grupo Evolusamba. Compondo e tocando com os amigos, despontava o talento, pondo o pé na estrada e na fama ao vencer o Festival de Música Popular Brasileira e ao ter uma de suas composições, “Canção do sal”, gravada por Elis Regina.

Serviço:

Show “TUDO O QUE PODIA SER – TRIBUTO AOS 50 ANOS DO ALBUM CLUBE DA ESQUINA: RIO A MINAS GERAIS O SONHO É DE TODOS”

Banda Certas Canções, formada pelos músicos Thadeu Camargo (voz e violão), Leo Salles (violão e baixo), Marcelo Braga (flauta e voz), Marcelo Barboza (baixo/ Voz), Gibran Oliveira (bateria e voz)

Produção musical:  Marcos Veiga

Produtor e assessor de imprensa: João Luiz Azevedo

Teatro Ipanema

Rua Prudente de Morais 824 – Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro

Dia 31 de março (quinta-feira), às 19h

Ingressos: R$ 60,00 / 30,00 (meia para estudantes e jovens até 21 anos e acima de 60 anos)

Informações e Reserva de Ingressos pelo tel/zap: 21-99731-0933 com o produtor João Luiz Azevedo