Comitê de Enfrentamento da Covid-19 recomenda suspensão da exigência do passaporte vacinal

0
120
Vacinação dos profissionais de saúde, veterinários e agentes funerários com 60 anos ou mais de idade, que estam na ativa, na Clínica da Família Estácio de Sá, na região central da cidade. O município do Rio de Janeiro ampliou hoje (27) o público-alvo da campanha de vacinação contra a covid-19.

O Comitê Especial de Enfrentamento da Covid-19 (CEEC), em sua 25ª reunião, na manhã desta segunda-feira (25/4), recomendou à Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS-Rio) a suspensão temporária da exigência do passaporte vacinal na cidade do rio de Janeiro. A proposta foi baseada no atual panorama epidemiológico, que se mantém favorável e estável, e pode ser alterada caso haja mudança neste cenário. A recomendação será avaliada pela SMS.

Os especialistas ratificaram a urgência do envio de novas doses de Pfizer pelo Ministério da Saúde ao município do Rio e indicaram que a SMS reivindique ao órgão federal a definição de prazo e a garantia de entrega das remessas.

A próxima reunião do CEEC acontecerá em 16 de maio.