Itaboraí – Rede municipal de ensino retoma aulas de forma remota dia 8 de fevereiro

0
351

O início do ano letivo para rede municipal de ensino de Itaboraí foi confirmado para o dia 08/02 na modalidade on-line pela Secretaria Municipal de Educação. Os responsáveis dos alunos matriculados, porém, não precisam se preocupar em deslocar-se até as unidades de ensino na data.

A Secretaria Municipal de Educação informa que a direção de cada escola irá entrar em contato com os pais, a partir da próxima segunda-feira (1º/02), para agendar horário e data de retirada das atividades e kits merendas de fevereiro de cada turma para não gerar aglomeração. Na oportunidade, a direção e coordenadores pedagógicos das escolas também estarão disponíveis para informações e dúvidas referentes ao ano letivo.

“Ainda estamos enfrentando uma pandemia. Nesse momento, seguindo as orientações da Saúde, iremos continuar com o ensino remoto sem previsão ainda de retorno do presencial. Nossa prioridade é com os alunos. Todos os estudantes terão atividades dentro da sua base curricular para seguir seja através da plataforma on-line ou retirando as atividades nas escolas”, disse a subsecretária de Ensino, Gláucia Vieira.

Não são apenas as 91 unidades escolares regulares que iniciam o ano letivo. As unidades especiais também retornam as atividades de forma remota no dia 08/02. São elas: Clínica Escola do Autista, Centro de Referência de Educação Municipal do Idoso (CREMI) e o Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (Napem). Os responsáveis e alunos matriculados devem aguardar contato das direções sobre agendamento para retirada das atividades e kit merendas.

Professores – Atendendo o decreto nº 17 de 15/01 do Diário Oficial, a Secretaria Municipal de Educação aguarda até 01/02 o retorno de 400 professores estatutários que estão cedidos a outros órgãos administrativos e por isso estão fora das salas de aula. A ideia da Secretaria é que esses profissionais substituem de imediato os terceirizados que tiveram seus contratos encerrados em dezembro do ano passado.

A pasta ainda esclarece que está realizando um levantamento interno dos contratos para quantificar quais podem ser renovados e quantas vagas serão necessárias ainda preencher.

“Nenhuma turma ficará sem professor. Teremos o retorno dos estatutários. E, os profissionais que puderem ter seus contratos renovados serão chamados para continuar. Infelizmente, ainda estamos na bandeira vermelha e sem condições sanitárias de promover dentro dos protocolos de segurança um novo concurso”, explicou o secretário Municipal de Educação, Mauricílio Rodrigues de Souza.

O edital do concurso com 653 vagas disponíveis para o cargo de professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II (1º ao 9º ano) da Secretaria Municipal de Educação foi suspenso em dezembro de 2020 devido às restrições em vigor do combate ao novo coronavírus. Nova data do certame será definida pela banca examinadora, que é o Instituto Carlos Augusto Bittencourt (INCAB) junto com a Secretaria Municipal de Educação. Os candidatos que realizaram as inscrições não precisarão repetir o processo.