Macaé: Serviço de Hemoterapia com estoque baixo

0
349

O Serviço Municipal de Hemoterapia da Secretaria de Saúde de Macaé chama atenção da população sobre a importância da doação de sangue, principalmente neste período pandêmico e de proximidade do final de ano. A unidade está com o estoque em baixa e já não tem como atender toda a demanda de pedidos de bolsas.

A gerente do Serviço, Rosângela Murta ressalta que a média ideal de atendimento, neste período de pandemia, seria de 25 pessoas por dia, mas a unidade vem recebendo entre 10 e 12 doadores, menos da metade. “Estamos numa situação crítica, pois algumas cirurgias como as oncológicas e ortopédicas não pode ser adiadas, além das emergências. Não estamos conseguindo abastecer as unidades, principalmente o Hospital Público Municipal (HPM), referência no atendimento de emergência”, frisou.

Covid -19 – Muitas pessoas deixaram de doar com medo dos riscos de contaminação da Covid-19 ou ficam em dúvida se podem fazer a doação após o contágio. Rosângela explica, que os profissionais estão tomando todas as medidas de segurança, e as pessoas que tiveram a doença e apresentaram sintomas leves, podem doar após 30 dias.

Além de Macaé, o banco de sangue também abastece cidades como Quissamã e Conceição de Macabu. “Pessoas em boas condições de saúde podem comparecer à unidade e, após uma triagem, realizamos a captação”, destacou Rosângela acrescentando que os com idade de 60 anos não procure a unidade.

Os requisitos para ser um doador de sangue são: documento de identidade; estar bem de saúde; ter entre 16 e 60 anos; sendo que os menores de 18 devem levar autorização dos pais ou responsáveis por escrito; pesar mais de 50 quilos; estar alimentado, evitar ingerir alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação; não ter tido contato sexual com pessoas que tenham comportamento de risco para AIDS; não ser usuário de drogas; não estar grávida e nem amamentando.

O Serviço Municipal de Hemoterapia funciona na Rua Dr. Bueno, 40, Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h. O telefone para contato é (22) 2796-1756.