XVI Romaria das Terras e das Águas – Angra dos Reis

0
39

No sábado (25/06), a cidade de Angra dos Reis recebe a XVI Romaria das Terras e das Águas. Com o tema “Bem Viver: Cuidando da Casa Comum para que todos e todas tenham vida”, o evento é organizado pelas comunidades tradicionais (Quilombolas, Indígenas e Caiçaras) e Comissão Pastoral da Terra, com o apoio da Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Eventos. De acordo com os organizadores, a expectativa é de que mil pessoas prestigiem a romaria.

A concentração será às 8h, na BR-101, na altura da entrada das Estradas dos Índios, no Bracuí. São esperadas 15 caravanas com romeiros de todo o Estado do Rio de Janeiro. Às 9h, começam as saudações iniciais, palavras de boas-vindas, mística conduzida pelos indígenas da Aldeia Sapukai e início da caminhada em direção ao Quilombo Santa Rita do Bracuí.
A caminhada contará com seis paradas. Nelas serão destacados temas como a memória das lutas pela posse das terras, defesa da educação e do meio ambiente e a troca de experiências e vivências de lutas das comunidades e povos tradicionais do Estado do Rio de Janeiro.

Na chegada ao Quilombo, prevista para às 12h30, será realizada uma celebração ecumênica e, em seguida, será feita a leitura da Carta de Compromisso da XVI Romaria da Terra e das Águas.

Na sequência, será aberta a tribuna e haverá apresentação de jongo, ciranda e de grupos culturais. Para finalizar o evento, às 18h, ocorrerá a exibição do documentário “Azangule, O Levante”, que retrata a fuga de centenas de negros e negras das fazendas Maravilha e Pau Grande, no Sul Fluminense, liderados por Mariana Crioula e Manoel Congo, rumo ao lendário Quilombo localizado nas imediações da gruta Manoel Congo.