PIB do Estado do Rio avança 2,6% no segundo trimestre, aponta Firjan

0
122

O Produto Interno Bruto (PIB) do Estado do Rio de Janeiro teve, no segundo trimestre de 2022, crescimento de 2,6% na comparação com o mesmo período de 2021, de acordo com estudo elaborado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

A federação aponta que a alta foi puxada pelo setor de Serviços, que avançou 2,2% devido, principalmente, ao aumento do serviço de transportes – confirmando quadro de maior dinamismo da atividade econômica fluminense. A Firjan ressalta, no entanto, que o setor ainda está em patamar 5,9% abaixo do melhor nível registrado na série histórica do estudo, no primeiro trimestre de 2014.

A indústria fluminense também fechou o segundo trimestre com crescimento (2%) em relação ao mesmo período de 2021. O resultado foi positivamente influenciado pelo aumento da produção nas indústrias de transformação (5,5%), que teve desempenho superior ao nacional (0,5%), e pela alta da construção civil (6,2%).

Já a indústria extrativa, apesar de seguir com a produção em patamar elevado, apresentou retração de 0,8% principalmente por conta da menor extração de petróleo e gás.

O balanço do primeiro semestre do ano de 2022 aponta para a continuidade de crescimento do PIB fluminense. A economia do Rio de Janeiro cresceu 2,8% no semestre frente ao mesmo período de 2021, enquanto na média nacional este percentual foi de 2,5%.

Apesar da perspectiva de menor crescimento mundial em 2022, por conta da pandemia de Covid-19 e da guerra na Ucrânia, a Firjan revisou de 2% para 2,5% a projeção de crescimento do PIB fluminense para este ano.

“A alta se deve ao otimismo com relação à economia brasileira diante da aprovação de medidas para a redução do nível de preços e do aumento da transferência de renda para a população”, afirma o presidente em exercício da federação, Luiz Césio Caetano.

Para 2023, a Firjan pontua que os contextos externo e interno ainda são de grande incerteza e instabilidade, podendo afetar setores fundamentais para a economia fluminense. Por isso, projeta crescimento de 0,6% do PIB do Estado para o ano que vem.

A federação ressalta que o próximo ano representa nova oportunidade para que os governos concretizem a agenda necessária para solucionar os gargalos estruturais que impedem o avanço consistente da economia brasileira e fluminense.

Para baixar a Nota Técnica completa “PIB do Rio 2º Trimestre 2022”, clique em https://www.firjan.com.br/publicacoes/publicacoes-de-economia/pib-brasil-e-rio-de-janeiro-resultados-e-projecoes-1.htm