Prefeitura do Rio divulga o esquema operacional para os desfiles das escolas de sambaa Marquês de Sapucaí

0
86

A Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, apresentou, na manhã desta terça-feira (6/2), o esquema operacional para o Carnaval na Marquês de Sapucaí. A coletiva, realizada no Centro de Operações Rio (COR), contou com a participação de representantes do COR, da Secretaria de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal, CET-Rio, Secretaria de Saúde (SMS), Comlurb, Secretaria da Mulher, Rioluz, Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), Assistência Social e do Metrô Rio. A reunião contou ainda com a presença do juiz Marcello Rubioli, titular do Juizado de Grandes Eventos.

Cada órgão apresentou seus respectivos planejamentos para a atuação nos desfiles no Sambódromo deste ano e, de acordo com o presidente da Riotur, Ronnie Costa, a integração é a chave para um evento sem intercorrências.

– A operação que envolve os desfiles na Sapucaí é complexa e exige a integração de todos os órgãos públicos. Nosso desafio é entregar à população uma festa melhor a cada ano. Estamos atentos às novas demandas, o que é fundamental para a realização dos ajustes necessários. A solicitação de uma tabela fixa para os táxis que vão atuar no entorno da Sapucaí foi uma sugestão da Riotur, enviada para a Seop.

Veja abaixo os detalhes de todo o esquema operacional de cada órgão envolvido:


Ordem Pública

A Secretaria de Ordem Pública do Rio de Janeiro colocará oitocentos agentes por dia na Sapucaí, sessenta viaturas, um caminhão e oito reboques. Áreas de Atuação:

– Fiscalização de ambulantes legalizados e irregulares
– Coibir a venda de bebidas em garrafa de vidro
– Patrulhamento preventivo
– Fluidez de trânsito e manutenção dos bloqueios viários
– Auxílio na dispersão dos carros alegóricos
– Fiscalização de estacionamento irregular
– Fiscalização de táxis e transporte complementar
– Auxílio ao público e distribuição de pulseirinhas de identificação para crianças
– Atuação da Ronda Maria da Penha para coibir flagrantes de violência contra mulher
– Fiscalização da área de manobra dos carros alegóricos que acessam a Marquês de Sapucaí

Tarifas fixas para os táxis

Com o intuito de coibir cobranças indevidas dos táxis durante os desfiles, a Secretaria de Ordem Pública, em conjunto com a Riotur, disponibilizará para todos os taxistas que estarão trabalhando no entorno do Sambódromo, uma tabela com tarifas fixas, havendo ainda uma rígida fiscalização sobre o cumprimento dessa norma.

Bolsões de táxi 

Haverá também bolsões de táxi credenciados espalhados pelas redondezas do Sambódromo, com intuito de facilitar a locomoção dos foliões para a ida e volta para suas casas. Um bolsão de táxi estará localizado na Avenida Salvador de Sá, ao lado do Batalhão de Choque e o outro, na mesma Avenida, sob o viaduto Trinta e Um de Março.

 

Subprefeitura do Centro

A subprefeitura do Centro atuará nas seguintes áreas:

– Apoio logístico aos órgãos públicos empenhados na operação do Carnaval
– Articulação e diálogo com as comunidades nas intermediações do Sambódromo da Marquês de Sapucaí
– Apoio às escolas de samba nos deslocamentos de seus carros

 

Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde apresentou o esquema operacional que o órgão disponibilizará durante todos os desfiles das escolas de samba no Sambódromo.

Série Ouro / Grupo Especial / Desfile das Campeãs

– Nos dias 9, 10, 11, 12 e 17 de Fevereiro
– Horários: 19h – 6h / término dos desfiles
– Seis postos médicos nos setores 1, 2, 7, 10, 11 e Apoteose
– 32 leitos (7 de suporte avançado de vida)
– 16 ambulâncias avançadas / dia de desfile

Desfile Mirim 

– Dia 13 de Fevereiro
– Horário: 16h às 01h / término dos desfiles
– Cinco postos médicos nos setores 1, 2, 7, 10 e Apoteose
– 27 leitos (6 de suporte avançado de vida)
– Dez ambulâncias avançadas / dia de desfile

Serão ao todo 220 profissionais da coordenação, regulação, equipes de assistência, operacionais. Além do incremento de RH nos hospitais de urgência e emergência.

Recomendações da Secretaria Municipal de Saúde para o carnaval na Sapucaí:

– Hidratação – consumo frequente de água
– Não permaneça em jejum prolongado
– Mantenha o uso de medicamentos regulares
– Vacinação em dia
– Use camisinha
– Cuidados com produtos de maquiagem que possam causar danos à saúde
– Critério no consumo de alimentos e bebidas de procedência duvidosa
– Beba com moderação e intercale com água
– Se beber, não dirija
– Ter sempre um documento de identificação
– Lembre-se: “não” é “não”

Atuação – Vigilância em Saúde

Serão disponibilizados 6 sanitaristas da Coordenação de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde  (CIEVS-Rio) e Unidade de Resposta Rápida para detectar a ocorrência de surtos e outros eventos de importância para a saúde pública (epidemiológicos) relacionados ao evento, visando a notificação, investigação epidemiológica preliminar e coordenação de resposta e de prevenção e controle pela Vigilância em Saúde.

Além de 14 agentes de Vigilância em Saúde (AVS) para realizar ações de educação em saúde, prevenção e controle no Sambódromo e suas imediações e aplicar inseticida a modo ultra baixo volume (fumacê).

Ações pré-evento

– Reunião com organizadores do evento e Centro de Operações Rio
– Avaliação da capacidade da resposta às eventuais emergências em saúde pública da equipe de saúde local
– Vigilância ambiental e controle vetorial no local do evento
– Visita in loco para conhecer o espaço do evento com orientações pertinentes para a equipe de saúde

Ações durante o evento

– Rondas periódicas aos postos de saúde para monitoramento de informações sobre atendimentos/remoções
– Investigação epidemiológica e acompanhamento dos casos identificados de doenças ou agravos de notificação compulsória com orientação pertinente e adoção de medidas de prevenção e controle
– Comunicação sobre os casos de doenças ou agravos de notificação compulsória com as áreas técnicas envolvidas e gestores da saúde

Ações pós-evento

– Relatório detalhado com informações sobre as doenças ou agravos de notificação compulsória detectados e encaminhamento
– Avaliação e monitoramento do cenário epidemiológico nos Sistemas de Informação 45 dias após evento, verificando o impacto do evento na cidade

Fiscalizações do IVISA-Rio

O Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e Inspeção Agropecuária (IVISA-Rio) atuará na fiscalização do cumprimento das normas sanitárias nas instalações e na oferta de alimentos e serviços no Sambódromo e entorno. O Instituto realizou, previamente, capacitações para 44 fornecedores de alimentos, bebidas e serviços de saúde e embelezamento que vão trabalhar no Carnaval carioca, além de 39 responsáveis pelas barracas do Terreirão e 53 ambulantes do entorno do Sambódromo, com ênfase na higiene, temperatura de conservação correta e rotulagem de alimentos. Também foram entregues os DARMs para pagamento das Licenças Sanitárias de Atividade Transitória (LSAT), que devem ser mantidas nas barracas e apresentadas aos auditores fiscais nas inspeções durante o evento. Ao todo, 80 representantes do Instituto participarão das ações.

 

CET-Rio

A CET-Rio implantará esquema especial de trânsito no Centro da cidade e em todos os seus acessos, a partir desta quarta-feira (7/2). A operação de trânsito contará com a participação de 250 operadores de trânsito por dia, entre agentes da CET-Rio, da Guarda Municipal e apoiadores de tráfego, que trabalharão a favor da segurança viária, manter a fluidez do trânsito, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar motoristas e efetuar os bloqueios viários necessários. Serão disponibilizados nove reboques para desobstrução de vias, 45 motocicletas e 20 veículos operacionais.

No reforço às orientações aos motoristas e pedestres, também serão utilizados 36 painéis de mensagens variáveis entre fixos e móveis que informarão sobre os horários dos diversos fechamentos e sobre as condições do tráfego. E, diretamente do Centro de Operações Rio (COR), técnicos da CET-Rio irão monitorar integralmente a movimentação do trânsito por meio das câmeras para que, se necessário, sejam feitos ajustes na programação semafórica a fim de garantir as boas condições viárias.

Deslocamento dos carros alegóricos

Na madrugada de quarta (7/2) para quinta-feira (8/2) ocorrerá o deslocamento dos carros alegóricos de uma agremiação localizada no Caju, com o início das interdições às 21h para retirada das alegorias do barracão. A estimativa é que a movimentação ocorra a partir de 1h, a fim de minimizar os impactos na Rodoviária do Rio. Nessa noite, diversas vias serão interditadas para possibilitar a movimentação dos carros alegóricos até a Rua Rivadávia Corrêa:

– 21h: Rua Prefeito Júlio de Moraes Coutinho
– 1h (estimativa): Avenida Brasil, pistas centrais entre a Avenida Prefeito Júlio de Moraes Coutinho e a alça de descida da Ponte Rio x Niterói, Avenida Brasil, pista lateral adjacente ao INTO, Rua Oscar Niemeyer, sentido Centro, Avenida Rodrigues Alves, ambas as pistas, alça de descida do Gasômetro em direção ao Túnel Marcello Alencar, alças de descida da Ponte, além do Túnel Rio 450 e a Rua Rivadávia Corrêa

Na madrugada de quinta (8/2) para sexta-feira (9/2) ocorrerão os deslocamentos dos carros alegóricos de oito agremiações localizados em diversos bairros da região, com as interdições iniciando às 21h para a retirada das alegorias dos barracões localizados em São Cristóvão, Santo Cristo, Centro e Estácio. A estimativa é que a movimentação ocorra a partir da meia-noite e meia, com o objetivo de minimizar os impactos à Rodoviária do Rio.Nessa noite, diversas vias serão interditadas para possibilitar a movimentação dos carros alegóricos até a Avenida Presidente Vargas:

– 21h: Rua Prefeito Júlio de Moraes Coutinho
– 21h: Rua João Paulo I
– 21h: Avenida Brasil (lateral), a partir da Rua Conde de Leopoldina (sentido Centro)
– 21h: Rua Frederico Silva, Rua Oscar Niemeyer (antiga Avenida Binário do Porto), no sentido Rodoviária e Túnel Rio 450
– 23h: Viaduto 31 de Março, sentido Santo Cristo, alça de descida do Gasômetro para a Rua Equador e Avenida Professor Pereira Reis
– 0h30 (estimativa): Avenida Brasil (pistas centrais entre a Avenida Prefeito Júlio de Moraes Coutinho e a alça de descida da Ponte, pista lateral adjacente ao INTO, pista lateral a partir da Rua da Igrejinha), Rua Oscar Niemeyer, sentido Centro, Avenida Rodrigues Alves, ambas as pistas, alça de descida do Gasômetro em direção ao Túnel Marcello Alencar, alças de descida da Ponte Rio-Niterói, além das pistas centrais e laterais da Avenida Presidente Vargas e vias da região do Estácio

Por conta do fluxo intenso de saída da cidade para o feriado, são esperados importantes reflexos à fluidez viária no entorno da Rodoviária do Rio durante a passagem dos carros alegóricos. Portanto, aos condutores, é sugerido evitar a região. Pessoas com viagens marcadas deverão antecipar a chegada ao Terminal Rodoviário.


Desile das escolas da Série Ouro – Sexta-feira (9/2)

A partir da meia-noite (de quinta para sexta-feira), será fechada a Avenida Presidente Vargas, pista central, sentido Praça da Bandeira, entre a agulha de acesso para a pista lateral, após a Avenida Passos, próxima ao prédio da Embratel e o acesso para a pista central após passarela do Metrô Cidade Nova para a chegada dos carros alegóricos, onde ficarão retidos aguardando movimentação. Serão também interditadas a Avenida Oscar Niemeyer, Rua Arlindo Rodrigues, Avenida Venezuela e a Avenida Rio Branco.

A partir das 11h, será fechada a Avenida Presidente Vargas, pista central, sentido Candelária, entre o primeiro entroncamento de acesso a pista lateral, antes da passarela do Metrô Cidade Nova, e a Rua Visconde da Gávea, para reposicionamento dos carros alegóricos. Esta ação deverá ser efetuada até às 15h. Serão interditados, também, trechos da Rua Afonso Cavalcanti e da Rua Benedito Hipólito para a preparação do Sambódromo. Caso necessário, dependendo das condições de fluidez local, o tráfego de veículos procedentes da Praça da Bandeira poderá ser desviado para a Rua Afonso Cavalcanti, ocasião onde será invertido o sentido viário da Rua Amoroso Lima.

Às 15h, serão interditadas as demais vias do entorno imediato do Sambódromo para conclusão dos preparativos do desfile. Nesse horário ocorrerá também a liberação da pista central da Avenida Presidente Vargas, no sentido Praça da Bandeira. O objetivo é oferecer escoamento do trânsito da área central.

Às 17h, será interditado o acesso à Avenida Presidente Vargas, a partir da Avenida Francisco Bicalho e da Praça da Bandeira, assim como a Avenida Presidente Vargas, pista lateral no sentido Candelária, até a Praça da República. Nesse horário, as demais vias do entorno ao Sambódromo também serão fechadas, entre elas o restante da Rua Afonso Cavalcanti e a Rua de Santana.

O trânsito no sentido Centro será desviado para a Avenida Paulo de Frontin e posteriormente para a Rua Itapiru (veículos procedentes da Avenida Francisco Bicalho) ou Rua Haddock Lobo (para os veículos procedentes da Praça da Bandeira). Será fechado, ainda, o acesso para a Avenida Paulo de Frontin (sob o viaduto), no sentido Centro, e o trânsito desviado para a Rua Santa Alexandrina.


Desfile das escolas da Série Ouro – Sábado (10/2)

A partir da meia-noite de sábado (10/2), para a chegada dos carros alegóricos, a pista central da Avenida Presidente Vargas, sentido Praça da Bandeira, será novamente interditada ao tráfego de veículos, no trecho entre Avenida Passos e a última agulha de acesso da pista lateral para a central.

Para permitir o deslocamento das alegorias, ocorrerão interdições também na Região Portuária. O Túnel Rio 450 e a Via Binário do Porto, sentido Rodoviária, serão interditados às 21h, enquanto a Rua Oscar Niemeyer, Rua Arlindo Rodrigues (antigas vias que formavam a Avenida Binário do Porto), Avenida Venezuela e Avenida Rio Branco, fecharão à meia-noite e meia.

Para garantir o acesso ao Centro após o desfile de sexta-feira (9/2), às 7h30 de sábado (10/2) será reaberta a pista central da Avenida Presidente Vargas, assim como a Rua Frei Caneca e a Avenida Trinta e Um de Março, vias que só voltarão a ser fechadas respectivamente às 13h, 17h e 19h para viabilizar os desfiles do 2º dia da Série Ouro.

É importante destacar que, durante a manhã de sábado (10/2), haverá também movimentação de carros alegóricos em direção aos barracões situados no Centro, Estácio, Santo Cristo e Caju, com diversas interdições viárias no Centro e na Região Portuária, além da realização do Megabloco Cordão da Bola Preta, entre a Rua Primeiro de Março e a Avenida Presidente Antônio Carlos. Neste período é recomendado dar prioridade à utilização dos trens da Supervia e o Metrô, já que esses modos de transporte são de alta capacidade e não são diretamente impactados por fechamentos viários. Quem estiver com viagem marcada na Rodoviária do Rio, Píer Mauá ou Aeroportos Santos Dumont e Internacional, a sugestão é a antecipação do deslocamento.

Ao longo da tarde de sábado (10/2) haverá movimentação de carros alegóricos com destino ao Caju, o que demandará a interdição de trechos da Avenida Brasil e, durante o percurso pela Região Portuária, outras vias também serão interditadas para passagem do comboio dos carros alegóricos.


Desfile das escolas do Grupo Especial – Domingo (11/2) e segunda-feira (12/2)

A partir da noite de sábado, todas as interdições efetuadas para o desfile do Grupo da Série Ouro serão mantidas, exceto as da Rua Frei Caneca e do Viaduto 31 de Março, que serão reabertas ao tráfego às 9h da manhã, no domingo (11/2) e na segunda-feira (12/2), vias que voltarão a ser fechadas novamente às 19h de cada dia.

Na Região Portuária, a Avenida Oscar Niemeyer, Rua Arlindo Rodrigues, Avenida Venezuela e a Avenida Rio Branco serão interditadas às 22h para deslocamento dos carros alegóricos do Grupo Especial, interdição que irá até o meio-dia de terça-feira (13/2). Desta forma, o acesso ao Píer Mauá irá ocorrer exclusivamente pela mão dupla implantada na Rua Camerino, acesso restrito aos moradores e aos veículos de turismo.

Durante a manhã de domingo (11/2), será a vez da movimentação de retorno dos carros alegóricos em direção a Região Portuária e ao Caju, que irá utilizar as mesmas interdições realizadas durante a chegada das alegorias do Grupo Especial.


Desfile das escolas mirins – Terça-feira (13/2)

Às 9h, haverá a liberação ao tráfego da Rua de Santana e da pista central da Avenida Presidente Vargas em direção à Praça da Bandeira, assim como da Rua Frei Caneca e do Viaduto 31 de Março, interdições estas que não se repetirão durante a noite.

Uma parte das vias da Cidade Nova também será reaberta ao tráfego às 9h. Mas às 16h, as ruas serão novamente interditadas para a realização dos desfiles do Grupo das Escolas Mirins.

As interdições para o desfile devem permanecer até às 5h de quarta-feira (14/2), horário de liberação das vias ao tráfego.


Desfile das escolas campeãs – Sábado (17/2)

Na noite de sexta-feira (16/2) e durante a madrugada de sábado (17/2), ocorrerão os deslocamentos dos carros alegóricos das Escolas Campeãs do Grupo Especial do Carnaval 2024 para a Avenida Presidente Vargas. A movimentação está programada para ocorrer a partir das 22h, com as interdições a partir dás 17h.

A partir da meia-noite de sábado (17/2), ocorrerá interdição da Avenida Presidente Vargas para o posicionamento dos carros alegóricos e do entorno imediato do Sambódromo para preparação do Desfile das Campeãs, como por exemplo, Rua Benedito Hipólito, Rua Presidente Barroso, Rua Júlio do Carmo e Travessa Pedregais.

Às 14h, haverá o bloqueio dos principais acessos à Avenida Presidente Vargas pela Avenida Francisco Bicalho, pelo Viaduto Freyssinet (viaduto Paulo de Frontin) e pela Praça da Bandeira. Será efetuado, também, o desvio do fluxo de veículos da Avenida Paulo de Frontin para a Rua Aristides Lobo, assim como, ampliada a área de interdição no entorno do Sambódromo com a restrição do tráfego pela Avenida Salvador de Sá, Rua Hélio Beltrão, Rua de Santana, Rua Marquês de Pombal e em diversas outras vias da Cidade Nova.

Proibição de estacionamento

Para preservar a circulação de saída dos carros alegóricos e pedestres, além dos locais onde já existe regulamentação de proibição, o estacionamento no entorno do Sambódromo estará proibido, da seguinte forma:

A partir das 6h da sexta-feira (9/2) até 10h de quarta-feira (14/2), e no desfile das campeãs, das 6h de sábado (17/2) até 12h de domingo (18/2), nas vias internas aos bloqueios e nas principais ruas e avenidas da região central:

– Rua Santa Alexandrina, entre Praça Santa Alexandrina e a Rua Estrela, em ambos os lados da via
– Praça Condessa Paulo de Frontin, todas as extremidades
– Rua Aristides Lobo, no trecho entre a Praça Condessa Paulo Frontin e Rua Campos da Paz, em ambos os lados da via
– Rua Aristides Lobo, no trecho entre a Rua Campos da Paz e a Rua Ambiré Cavalcanti, em ambos os lados da via
– Rua Estrela, no trecho entre a Avenida Paulo de Frontin e a Rua Santa Alexandrina, no lado direito da via
– Rua Estrela, no trecho entre a Rua Santa Alexandrina e a Rua Barão de Petrópolis, no lado esquerdo da via
– Praça de Santo Cristo
– Rua Equador, no trecho entre a alça de descida do viaduto de descida do Gasômetro até a Avenida Professor Pereira Reis, em ambos os lados da via
– Rua Camerino
– Avenida Passos
– Avenida República do Paraguai
– Rua Teixeira de Freitas
– Rua Rivadávia Correia, junto a Cidade do Samba, em ambos os lados da via
– Avenida Oscar Niemeyer e Rua Arlindo Rodrigues, entre a Rua da Gamboa e a Rua Antônio Lage, em ambos os lados da via;
– Avenida Venezuela
– Avenida Presidente Vargas, entre a Avenida Rio Branco e a ponte de retorno próximo a Cidade Nova, em todas as pistas, em ambos os lados da via
– Avenida Rio Branco, entre a Avenida Presidente Vargas e a Praça Mauá, em ambos os lados da via
– Rua Frei Caneca, entre a Rua Marquês de Sapucaí e a Avenida Salvador de Sá, em ambos os lados da via
– Avenida Salvador de Sá, entre a Rua Marquês de Sapucaí e a Rua Frei Caneca, em ambos os lados da via
– Rua Estácio de Sá, entre a Rua Néri Pinheiro e a Rua Hélio Beltrão, em ambos os lados da via
– Rua Hélio Beltrão, entre a Rua Estácio de Sá e a Rua Ulisses Guimarães, em ambos os lados da via
– Rua Ulisses Guimarães, entre a Rua Néri Pinheiro e a Rua Dom Marcos Barbosa, em ambos os lados da via
– Rua Pinto de Azevedo, entre a Rua Ulisses Guimarães e a Rua Afonso Cavalcanti, em ambos os lados da via
– Rua Visconde de Duprat, entre a Rua Ulisses Guimarães e a Rua Afonso Cavalcanti, em ambos os lados da via
– Rua Afonso Cavalcanti, entre a Rua Visconde de Duprat e a Rua Carmo Neto, em ambos os lados da via
– Rua Júlio do Carmo, entre a Rua Pinto de Azevedo e a Rua Laura de Araújo, em ambos os lados da via
– Rua Amoroso Lima, entre a Rua Júlio do Carmo e a Avenida Pres. Vargas
– Rua Néri Pinheiro
– Rua Correa Vasques
– Rua Santa Maria
– Rua São Martinho
– Rua Laura de Araújo, entre a Avenida Salvador de Sá e a Rua Júlio do Carmo, no lado esquerdo da via
– Rua Carmo Neto
– Rua Heitor Carrilho
– Rua Viscondessa de Pirassununga, entre a Rua Frei Caneca e a Avenida Salvador de Sá, em ambos os lados;
– Via interna do Condomínio Zé Keti, no lado direito da via
– Rua Presidente Barroso, entre a Avenida Salvador de Sá e a Rua Júlio do Carmo, em ambos os lados da via
– Rua Comandante Maurity
– Rua Benedito Hipólito
– Praça Reverendo Álvaro Reis, em todas as extremidades
– Travessa Pedregais
– Travessa Onze de Maio, entre a Rua Tomáz Rabelo e a Av. Salvador de Sá, em ambos os lados da via
– Rua Frederico Silva;
– Rua do Catumbi, entre Largo do Catumbi e Rua Frei Caneca, em ambos os lados da via
– Rua Estácio de Sá, entre a Rua Hélio Beltrão e a Rua Haddock Lobo, em ambos os sentidos nos dois lados da via
– Rua Joaquim Palhares em toda a extensão, em ambos os sentidos nos dois lados da via
– Rua do Matoso, entre a Rua Teixeira Soares e a Rua Haddock Lobo, em ambos os lados da via
– Rua Paula Matos, entre a Rua José de Alencar e Rua Frei Caneca, em ambos os lados da via
– Rua José de Alencar, no trecho sobre o Túnel Martim de Sá e a Rua Paula Matos, em ambos os lados da via
– Rua Haddock Lobo, entre a Rua do Matoso e a Rua Estácio de Sá, em ambos os lados da via
– Rua Vinte de Abril
– Rua Carlos Sampaio, entre a Praça da Cruz Vermelha e a Rua do Senado, em ambos os lados da via
– Praça da República, no trecho entre a Rua Visconde do Rio Branco e a Av. Pres. Vargas
– Rua Visconde da Gávea
– Avenida Paulo de Frontin
– Rua Senhor de Matosinhos
– Travessa Lopes
– Travessa Onze de Maio


Como chegar ao Sambódromo

Para acessar o Sambódromo é recomendado a utilização de transporte público coletivo regulamentado:

– Metrô: o público destinado ao setor par poderá utilizar as estações Cidade Nova, Estácio e Praça Onze e aqueles destinados ao setor ímpar deverão utilizar a estação Central do Brasil

– Trem: deverão utilizar a estação Central do Brasil

– Ônibus de linhas regulares: mais de 50 linhas passam pela área do evento, vindo de diversas regiões da cidade

 

Comlurb

A Comlurb preparou uma megaoperação de limpeza para o Carnaval 2024 no Sambódromo e no Terreirão do Samba. Para os seis dias de desfiles no Sambódromo (9 a 13/2 e 17/2 – Sábado das Campeãs), a Companhia vai contar com até 872 garis por dia, sendo 30 no serviço de coleta seletiva e 20 na limpeza hospitalar dos sete postos de saúde da Marquês de Sapucaí. As equipes vão trabalhar com apoio de 38 veículos, sendo 14 caminhões compactadores, sete caminhões basculantes, dois mini basculantes, 12 mini varredeiras, e uma pipa d’água para lavagem da pista de desfiles e duas vans motobomba de alta pressão para lavagem dos setores, com água de reúso. Serão utilizados ainda 20 sopradores e duas caixas compactadoras. Serão instalados 1.000 contêineres de 240 litros para que o público possa fazer o descarte correto dos resíduos.

Uma outra equipe, de até 210 garis/dia, fará a limpeza da parte externa do Sambódromo e do Terreirão do Samba (nos dias 9, 10, 11, 12, 13, 16 e 17/2), em turnos de serviços 24h, com apoio de dois caminhões compactadores. Nesses pontos serão instalados 100 contêineres de 240 litros.

 

Centro de Operações Rio

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) vai monitorar o entorno da Marquês de Sapucaí com 90 câmeras. Durante os desfiles, a Sala de Situação do equipamento público, situado na Cidade Nova, vai operar com um plantão especial. Sessenta operadores vão se revezar em turnos especiais nas noites e madrugadas dos quatro dias de desfiles para garantir o acionamento de equipes operacionais sempre que necessário. Vale lembrar que o COR funciona 24h por dia, sete dias por semana.

As imagens das câmeras instaladas pela Riotur dentro da Marquês de Sapucaí também serão geradas para o videowall do COR, o maior da América Latina com 104m², e que receberá um layout especial nos dias de desfiles. Com isso, será possível monitorar a chegada e a saída do público que irá ao Sambódromo. Além disso, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio terá representantes no centro operacional montado pela Riotur no interior da Passarela do Samba, visando aumentar a integração e acelerar eventuais acionamentos das demais secretarias municipais.

A parceria do COR com o Waze (Programa Waze for Cities) permitirá que os usuários sejam informados em tempo real quanto aos pontos de bloqueio nas áreas do entorno da Marquês de Sapucaí. É importante que o folião baixe o aplicativo do Centro de Operações e mantenha-se conectado com todas as informações repassadas pela Prefeitura do Rio sobre as condições de tempo e de trânsito durante o Carnaval.

 

Rioluz

A Rioluz apresentou o esquema operacional que será instalado no Sambódromo:

Iluminação Cênica no Sambódromo

Em 2024 as luzes cênicas prometem ser o destaque do Carnaval. A maioria das agremiações vão controlar toda a iluminação para ressaltar alas, fantasias, comissão de frente e surpreender os jurados e público. O sistema de iluminação conta com 570 refletores na Sapucaí, 510 deles voltados para a avenida de desfile.

Centro de Controle de Iluminação Cênica do Sambódromo 

O show de luzes ocorre na Sala de Controle da Iluminação Cênica localizada no setor 10:

– Duas mesas de controle com 4 painéis exibindo imagens em tempo real de todos os setores da Avenida
– Projeção 3D que mostra como as luzes estão sendo vistas pelo público
– 24 quilômetros de fibra ótica e 14 câmeras de visualização ligadas à sala de controle
– Esse sistema de iluminação cênica da passarela do samba é inovador no Brasil e conta com alta tecnologia, a mesma utilizada em grandes shows mundiais

 

Seop e GM-Rio  

A operação especial da Secretaria de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) para os desfiles das escolas de samba no Sambódromo vai contar com o emprego de 800 agentes por dia de desfile. A operação terá início na quinta-feira (8/2) com ações preventivas de monitoramento e fiscalização de trânsito e vai se estender até o Desfile das Campeãs, que vai acontecer no dia 17. Serão utilizadas 60 viaturas, além de oito reboques e um caminhão para dar suporte ao efetivo.

As equipes da Seop e da GM-Rio atuarão na área externa e na área interna do Sambódromo para promover o ordenamento urbano e a segurança dos foliões, além de prestar auxílio em situações emergências. No interior do Sambódromo, as equipes atuarão no entorno dos postos de saúde que serão montados no local e também no controle da área de dispersão. Equipes da Ronda Maria da Penha (RMP) também estarão presentes em pontos estratégicos da Sapucaí, dos setores 3 a 11,  atuando na coerção a flagrantes de violência contra a mulher e no acolhimento emergencial, além da divulgação da Rede de Atendimento Especializado.

Na área externa, o foco da atuação será em suporte aos bloqueios viários e também às ações dos fiscais da Subsecretaria de Operações e da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) na fiscalização de comércio ambulante. Os guardas municipais ainda atuarão na coerção a delitos, promovendo ações de patrulhamento preventivo. As equipes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) e Gerência de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (GFer) vão atuar no entorno para coibir as vans piratas e o estacionamento irregular. A GM-Rio também atuará na fiscalização da área de manobra dos carros alegóricos que acessam a Sapucaí durante o desfile, na Avenida Frei Caneca e ruas de interseção.

 

Secretaria de Transportes

A Secretaria Municipal de Transportes preparou uma operação especial para o sistema de transporte público durante os desfiles do Carnaval 2024. A orientação é que a população planeje suas viagens com antecedência por conta das interdições que ocorrerão no entorno do Sambódromo, no Centro.

As linhas de ônibus sofrerão modificações nos itinerários que passam por áreas interditadas e táxis terão pontos de embarque no entorno do Sambódromo.

Ônibus

Semelhante aos anos anteriores, todas as linhas de ônibus provenientes das Zonas Norte e Oeste com destino Centro e Zona Sul, que trafegam pela Avenida Presidente Vargas, farão desvio pela Rua Itapiru, no Rio Comprido.

As linhas provenientes da Zona Sul  e Centro, com destino à Tijuca, Zona Norte e Av. Brasil, que trafegam pela Rua Frei Caneca, farão desvio pela Praça da República e devem seguir pela pista lateral da Avenida Presidente Vargas, sentido Praça da Bandeira.

Táxi

Entre os dias 9 e 12, e no dia 17 de Fevereiro, o acesso dos táxis às áreas bloqueadas se dará da seguinte forma:

– Até às 21: liberado para todos os Táxis
– Das 21 às 8h: somente Táxi.Rio e Táxi Especial
– Após às 9h:liberado a todos os Táxis

Setor par

Endereço dos Pontos:

– Ponto Táxi Rio
– Rua Afonso Cavalcanti, 275
– Ponto de Táxi comum
– Rua Estácio de Sá, Próximo ao metrô, sentido Tijuca
– Ponto de Táxi Especia
– Rua Tomás Rabelo

Setor ímpar

Endereço dos Pontos:

– Ponto de Táxi Comum
– Alça de acesso à Avenida 31 de março, próximo ao Batalhão de Choque da PM, na altura dos setores 7 e 9
– Ponto de Táxi Especial
– Avenida Salvador de Sá, sob viaduto da Avenida 31 de Março

Metrô Rio

O MetrôRio vai funcionar em esquema especial durante os cinco dias de carnaval para atender aos clientes que vão curtir os blocos de rua na cidade e assistir ou participar dos desfiles de escolas de samba na Sapucaí. O serviço metroviário funcionará 24 horas, sem interrupção, a partir das 5h de sexta-feira (9/2) até meia-noite de terça-feira (13/2). Na terça-feira, no entanto, haverá extensão de horário de embarque nas estações Central do Brasil/Centro e Praça Onze até 1h. As demais estações do sistema metroviário funcionarão apenas para desembarque após meia-noite. O objetivo é atender aos clientes que vão participar ou assistir aos desfiles das Escolas de Samba Mirins.

A linha 2 vai operar entre Pavuna e General Osório/Ipanema, e as linhas 1 e 4 seguirão o trajeto Uruguai-Jardim Oceânico/Barra da Tijuca. A transferência entre as linhas 1 e 2 poderá ser feita no trecho entre as estações Central do Brasil/Centro e General Osório/Ipanema. No sábado de Desfile das Campeãs (17/2), o metrô volta a funcionar na madrugada até as 23h de domingo (18/2).

Mais de 3,1 milhões de passageiros devem circular pelo sistema nos dias de folia. Por isso, haverá reforço nos trens e também nas equipes de segurança e atendimentos nas estações. Além disso, duas estruturas externas foram montadas nas áreas de maior movimentação e agenda de blocos: Carioca/Centro e General Osório/Ipanema. Os espaços contam com bilheteria e organizadores de fila que facilitam o embarque dos clientes. Os foliões que forem aproveitar os blocos devem ficar atentos aos layouts das estações com informações sobre o funcionamento especial e horários de embarque e desembarque de cada uma delas. Para quem vai à Marquês de Sapucaí ou ao Terreirão do Samba, o metrô também é a melhor opção, com as estações Central e Praça Onze abertas 24h.

O Posto de Gratuidade, na estação Central do Brasil/Centro, não terá expediente entre os dias 12 e 14/2. O espaço voltará a abrir as portas na quinta-feira (15/2).

Com objetivo de estimular o uso do metrô e conscientizar os clientes neste período de folia, o MetrôRio lançou uma campanha de carnaval. De maneira lúdica, as ações institucionais contam com mensagens de áudio e ilustrações espalhadas pelas estações, trens e redes sociais do MetrôRio e dão recados sobre regras de segurança e de boa convivência no sistema. Entre elas estão, por exemplo: jamais acessar a via; não segurar a porta do vagão, atenção nas escadas, não brigar ou cometer assédio.

Além disso, a campanha destaca o esquema de funcionamento e a facilidade de pagamento. A concessionária recomenda que os clientes usem o método por aproximação, presente nos cartões de crédito e débito Visa, Elo e Mastercard ou dispositivos como celulares, relógios e pulseiras, com a tecnologia NFC, ou comprem e recarreguem seus cartões de passagem Giro, unitário do MetrôRio ou o Riocard Mais com antecedência, priorizando também comprar a volta antecipada, facilitando a entrada no sistema.

Desfiles de escolas de samba no Sambódromo

Quem tiver ingresso para os setores do lado ímpar da Sapucaí ou for desfilar nas escolas que se concentram perto do edifício “Balança Mas Não Cai” ou vão ao Terreirão do Samba devem desembarcar na estação Central do Brasil/Centro. Já a estação Praça Onze é a mais próxima para os clientes com ingressos para os setores pares ou que irão sair nas escolas que se concentram ao lado do edifício dos Correios. No fim de semana seguinte, para atender aos clientes que vão assistir ou participar do Desfile das Campeãs, o serviço metroviário vai operar das 5h do sábado (17/2) até as 23h de domingo(18/2).

Funcionamento das estações do Centro e da Zona Sul

Em função do grande fluxo de pessoas previstas nos desfiles de blocos de rua, as estações Uruguaiana/Centro, Carioca/Centro e Cinelândia/Centro terão funcionamento especial e contarão com estruturas de contenção para direcionar o público. A concessionária recomenda o uso da estação Carioca/Centro, que abrirá para embarque apenas pelo Largo da Carioca, onde haverá uma bilheteria externa especial. Já o desembarque para os clientes que vão sentido Zona Sul será pelo acesso C (Convento); e para quem seguir sentido Zona Norte, no acesso A (Rio Branco).

A estação Cinelândia/Centro terá horário de funcionamento diferenciado, das 7h às 20h. O único ponto de embarque será o acesso E (Presidente Wilson), e só poderá embarcar quem possuir cartão pré- adquirido. Já o desembarque será pelo acesso D (Odeon), ao longo da operação. Os demais acessos da estação permanecerão fechados no carnaval. Na estação Uruguaiana/Centro, apenas o acesso D (Presidente Vargas) ficará aberto para embarque e desembarque durante todo o fim de semana.

Já a estação Saara/Presidente Vargas, por sua vez, não abrirá durante os quatro dias de folia e no final de semana pós-carnaval. Como alternativa de embarque, as estações mais próximas são as estações Central (acesso A) e Uruguaiana (acesso D).

A estação General Osório/Ipanema também contará com bilheteria externa especial no acesso A (Praça General Osório). Já a estação Nossa Senhora da Paz/Ipanema terá esquema especial, com embarque das 18h às 5h, somente com cartão pré-adquirido. Neste período, a compra do cartão MetrôRio pode ser feita na estação General Osório, no acesso A (Praça).

A estação Catete não abrirá nos quatro dias de carnaval (sábado, domingo, segunda e terça-feira) e no final de semana seguinte. Como alternativa de embarque, as estações mais próximas são: Glória (acesso B) e Largo do Machado (acesso A). As demais estações do sistema metroviário vão funcionar normalmente.

Funcionamento do Metrô na Superfície (MNS)

As linhas de ônibus do Metrô na Superfície (Antero de Quental – Gávea e Botafogo – Gávea) vão operar das 5h às 23h30, na sexta-feira, sábado e segunda-feira (9, 10 e 12/2). Já no domingo e na terça-feira (11 e 13/2), o funcionamento será das 7h às 22h30. Devido aos blocos que podem ocorrerão ao longo do trajeto do MNS, poderá haver interdições realizadas pela CET-Rio, alterando as vias que os ônibus percorrerão e farão seus embarque e desembarques.