Rede de Oportunidades da Firjan aproxima Braskem de potenciais fornecedores fluminenses

0
82

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) promoveu, em 3/7, a 13ª edição do programa Rede de Oportunidades, desta vez com a participação da Braskem. O evento, correalização entre Firjan SENAI e Sebrae RJ, reuniu centenas de possíveis fornecedores fluminenses de bens e serviços, interessados em conhecer os processos de compra da petroquímica localizada em Duque de Caxias. O Rede de Oportunidades tem por objetivo apoiar a indústria fornecedora do mercado de óleo, gás, energias e petroquímica, aproximando grandes demandantes da cadeia produtiva do Rio de Janeiro.

O encontro foi aberto pelo vice-presidente da Firjan Caxias, Henrique Osório, que destacou a oportunidade de promoção de negócios entre para as empresas de todos os portes junto aos grandes players. “A uma expectativa de R$ 200 bilhões em investimentos no mercado de óleo, gás, energias e naval no estado Rio. São oportunidades que surgirão para a cadeia de valor e que não se pode perder”, afirmou.

O lado da a coordenadora de Energias do Sebrae RJ, Daniela Rodrigues, o gerente geral de Negócios da Firjan, Carlos Magno, apresentou o programa Brasil Mais Produtivo, parceria com o Sebrae RJ, para elevar a produtividade e competitividade de todas as empresas no país, em especial as micro e pequenas indústrias. “Por meio de consultorias e capacitação técnica e profissional, o programa promove a transformação digital e industrial das empresas, sendo 100% subsidiado para as MPEs”, explicou Magno.

Já o especialista em petróleo, gás, energias e naval da Firjan, Felipe Siqueira, explicou o processo de participação das empresas nas rodadas do Rede de Oportunidades da federação. Segundo ele, já foram identificados mais de 1.200 fornecedores fluminenses para esse mercado e mais de 800 oportunidades mapeadas.

O gerente regional de Suprimentos Industriais da Braskem, Celso Ramos, fez uma apresentação para falar sobre o ecossistema da companhia para aquisição de bens e serviços e como funciona os processos de compra da petroquímica, tanto para a unidade fluminense quanto para todo o país. O profissional também abordou os principais processos, além de comentar como a impressão 3D tem suprido várias demandas por peças de difícil acesso ou com alto custo.

Na segunda parte do evento, integrantes da equipe de Suprimentos da Braskem receberam cerca de 110 representantes das empresas participantes em mesas de negócios, para apresentação individual dos seus produtos.