Carnaval 2020 – GRES Botafogo Samba Clube inicia disputa de samba-enredo

0
472

Nesta  sexta-feira (25/10), a Escola de Samba Botafogo Samba Clube dará início ao seu concurso para a escolha do samba-enredo para o carnaval 2020, às 20h, no Food Park do Estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro< Zona Norte do Rio.

 

Com o enredo “Injusto seria falar de você, Beth Carvalho. Esse é o Botafogo que eu gosto!”, em desenvolvimento pelo carnavalesco Rodrigo Marques, a Escola será a 9ª a se apresentar na segunda-feira de carnava (24/02/2020), pelo Grupo Especial da Intendente Magalhães.

 

Oito parcerias se inscreveram na disputa, que terá a final ocorrendo no dia 08/11. São elas:

 

Samba 01: Cláudio Emiliano, Fumaça, Eduardo Almeida, Luis Alves, Marli Jane, Profª Tânia, Wanderlei da Penha e Nego Léo.

Samba 06: Samir Trindade, Diego Nicolau, Thiago Meiners, Thiago Brito, Richard Valença, Alcino Pepa Pega, Solano Santos, Fábio Braga, Jonas Marques, Carlinhos da Chácara.

Samba 07 : Jairzinho “Furacão”, Tinga, Fernando Professor, Jefferson Oliveira, Thiago Bahiano, Jp Monteiro, Thiago Vaz, Renan Diniz, Rafael Gigante, Vinícius, Luizinho das Camisas e Denis Moraes.

Participação especial: Wallace Oliveira, Davi Júnior, Potter Botafogo e Uilber Guarinho.

Samba 08: Gilmar L. Silva, Luiz Vaz Carvalho, Roberto, Sidd Jorge Morenno, Juca e Wagner Zanco.

Samba 10: Kunta, Tem Tem Jr, Paulo Beckham, Renan Gêmeo, Duda Sg, Rodrigo Gêmeo, Rod Torres, Fabinho Mangueirinha, Gigi da Estiva e Mateuzinho.

 

 

Samba 12: Valtinho Botafogo, Claudinho Oliveira, Muguinho e Araguaci.

Samba 13: Marcelo Adnet, Dudu Cantão, Anderson Feife, Ricardo Mello.

Samba 78: Dudu Azevedo, Lucas Donato, Emerson Dias, Charles Silva,Thiago Diogo, Andy Lee, Victor Nascimento, Viny Machado, Amaury Martins e J L Azevedo.

 

 

Confira as letras:

 

Samba 01: Cláudio Emiliano, Fumaça, Eduardo Almeida, Luis Alves, Marli

Jane, Profª Tânia, Wanderlei da Penha e Nego Léo

Part. Especial: JotaPê e Marcelo Guimarães

Intérprete: JotaPê

Participação: Débora Cruz

 

Me aperta o peito falar de você

Dá pra ver que ando louco de saudade

Todo o meu tesouro a quem puder trazer

De volta o violão e a sua mocidade

Meu olhar a fitar o firmamento

Marejado a lembrar que o seu talento

Foi brilhar… Além do infinito, nas estrelas

Mas tenho a sensação que irei revê-la

Nos palcos da vida a encantar

Pois ninguém vai calar o nosso amor

E a força da nossa raiz

A todo momento ainda é tempo de viver feliz

 

Olha a lua mansa… Me leva amor

 

No embalo do samba, celeiro de bambas

Felicidade enfim chegou

 

Bate outra vez a nostalgia, como eu queria

Ouvir um partido a sua maneira

Cantado embaixo da tamarineira

Portela… O tom da canção

Mangueira… Eterna paixão

Madrinha… Agora mora nos braços da paz

É só você que traz

A voz que o mundo aclamou

Voltou aos braços do povo

De novo a cantar… Pro show continuar

 

Meu samba é de arerê

Sou botafogo e vou caciquear

Deixa eu festejar que eu mereço

Beth não te esqueço… Sempre vou te amar

 

 

 

Samba 06: Samir Trindade, Diego Nicolau, Thiago Meiners, Thiago Brito,

Richard Valença, Alcino Pepa Pega, Solano Santos, Fábio Braga, Jonas

Marques, Carlinhos da Chácara,

Intérprete: Thiago Brito

 

A vida em notas musicais

Meu samba é de arerê, vem ver

Minha voz rompeu o infinito

Andanças de um futuro já escrito

Da lua cheia, eu sei

Poesia vagueia vestindo cetim

A bossa dedilha na viola

Canção mais bonita composta pra mim

O dom me fez madrinha e aprendiz

Sonhando eu sou feliz

(Só assim eu sou feliz)

 

Corre e olha o céu, o sol nascerá

O mundo é um moinho, pode acreditar

A minha voz verde e rosa fez Escola

Nos acordes de Cartola

 

Cacique guardião das almas

No batuque, as palmas

Okê Okê Arô

A sombra da tamarineira

Um fundo de quintal, eternizou

Não vá achando que meu coração é de papel

As folhas secas que hoje caem pelo chão

São as lembranças de uma doce inspiração

O preto e branco foi minha vida

Não se compara esse sentimento

Botafoguense sim!

Paixão que não tem fim

 

Deixa eu festejar que eu mereço

Esse é o Botafogo Samba Clube que eu conheço

E essa estrela vai comigo onde for

Ninguém cala esse nosso amor!

 

 

 

Samba 07: Jairzinho “Furacão”, Tinga, Fernando Professor, Jefferson

Oliveira, Thiago Baiano, JP Monteiro, Thiago Vaz, Renan Diniz, Rafael

Gigante, Vinícius, Luizinho das camisas, Denis Moraes

Participação Especial: Wallace Oliveira, Davi Júnior, Petter Botafogo,

Uilber Guarinho

Intérprete: Tinga

 

Firma pandeiro e tantam

É samba até de manhã

Madrinha… a estrela que brilha no céu

Encantam o luar enfeitiçado

Versam prosas do passado

Das areias que andei

Agradeço a Deus…

A eternidade nos acordes

Há que diga que foi sorte

Não conhecem a inspiração

Vencedores… Vencem as dores

Ao falar do coração!

 

Vou caciqueando no axé da tamarineira

E no morro de mangueira deixo o samba me levar

Oswaldo Cruz e Madureira é de arerê

Injusto seria… eu não falar de você

 

Folhas secas no caminho

O mundo é um moinho

Pra menina versar

As Rosas falaram sem perceber

O verde renova seu canto

Em preto e branco…

Glorioso amor sem explicação…

Não é defeito chorar

Nosso imenso prazer

Difícil viver sem você

 

A gente só fala do seu cantar

É água de chuva no meu olhar

Esse é o Botafogo que eu gosto

Deixa eu festejar que eu mereço

 

 

 

Samba 08: Gilmar L. Silva, Luiz Vaz Carvalho, Roberto, Sidd Jorge

Morenno, Juca e Wagner Zanco.

 

Isaura pega na viola

Que o samba começa agora

Não chora meu bem não chora

Bailarina fui na infância

Música é o dom a minha herança

Nas minhas andanças pelos festivais

Sucessos internacionais

Rompendo a barreira do universo

Lá vão os meus versos coisinha do pai

 

Firma no pandeiro até o sol raiar

É dia de graça vem pagodear

Seria injusto não falar de você

Madrinha… Rainha!

 

As rosas falam pra você de amor

Poetas que você gravou

Eternizando em melodias

Sim das folhas secas sou orvalho

Prazer, Beth Carvalho!

Vem comigo festejar…

Do samba sou alta bandeira

De corpo e alma por inteira

Sou caciqueana, sou Mangueira

 

Um samba de amor pra você

Bateu feito saudade no meu coração

A estrela que traz outra estrela no peito

Esse é o Botafogo que eu conheço

 

Samba 10: Kunta, Tem Tem Jr, Paulo Beckham, Renan Gêmeo, Duda Sg,

Rodrigo Gêmeo, Rod Torres, Fabinho Mangueirinha, Gigi da Estiva e

Mateuzinho.

 

Menina de pé no chão

A doce infância em harmonia

Mãos a dedilhar o violão

“O canto para um novo dia”

Dom que Deus lhe deu

Sua voz se ergueu

A cada não, de cada um que lhe fez pouco

“Na virada eu dou o troco”

Em suas “andanças” foi a pioneira

A nossa raiz, a sua bandeira

 

À sombra da tamarineira guardiã

No “doce refúgio” a poesia encontrou

Ao som do repique, pandeiro e tan tan

“Caciqueando” esquece a dor

 

“Vista assim do alto”

“Bateu outra vez o seu coração”

Um céu no chão de “folhas secas”

“Que nem cabe explicação” Mangueira!

O seu cantar se eternizou em cada verso

Tão formosa despertou o universo… Pra sambar

Ah quem me dera revê-la

E poder “festejar”

Num “samba de arerê”

Seria injusto não falar de você

 

Hoje brilha no céu a estrela aclamada por todos

Iluminando o pavilhão da Botafogo

Rainha de bambas, madrinha do samba

Beth o povo te ama!

 

 

 

Samba 12: Valtinho Botafogo, Claudinho Oliveira, Muguinho e Araguaci

Intérprete: Niu Souza

 

Voltei…

Sou Beth da bossa e do samba

Trago a música nas veias

Em cada andança minha voz rompeu barreiras

Com folhas secas, trago Nelson Cavaquinho

Firme forte, miudinho

Caciqueando eu tô

Salve Elizete, maravilhosa

Salve Aracy, voz marcante, tão formosa

Alô poeta, mestre Cartola

Nossa Mangueira é paixão em verde e rosa

 

Se a gente fala no olhar… No olhar

Tem samba de arerê… Arerê

Ritmo alvinegro quando toca

O meu sangue ferve por você

E ninguém cala o nosso amor

 

O meu coração, cantando em paz

Vai ecoar no fundo dos nossos quintais

Dança… Com a simples razão de uma criança

Que o fogo da saudade acende a chama

Pra gente festejar, é tempo para viver feliz

Tem samba no espaço sideral

Fazendo a alegria de quem vai

Seu facho de luz…

Coisinha tão bonitinha do pai

A coisinha tão bonitinha do pai

 

Se me chamou pro samba eu desço

Tem meu amor e meu apreço

Firma na palma da mão

Para me fazer imortal

Esse é o Botafogo que eu conheço

 

 

 

Samba 13: Marcelo Adnet, Anderson Feife, Dudu Cantão e Ricardo Mello.

Intérprete: Nego

 

No céu de escuridão

Brilha uma estrela solitária

Ecoa tua voz pelo universo

A Marte vamos em teus versos

Volto ao jardim na certeza que devo chorar – pode chorar!

Oh madrinha, agradeço

Por isso deixa eu festejar que eu mereço

 

É de arerê! Defende a bandeira do samba

Levanta, sacode a poeira!

Exalta o compositor

Paixão alvinegra, ninguém

cala o nosso amor

 

Nas andanças da vida,

Folhas secas pelo chão

Na bossa nova encontrou inspiração

Mulher, na arte rompeu barreiras

Abriu caminho pras sambistas brasileiras

Caciqueou em verde e rosa

Nosso imenso prazer

Injusto é não falar de você

Oh Beth, que cantou até o fim

Mas o que é o fim?

Se tua voz pra sempre vive em mim

 

Botafogo no meu peito

A luta vai continuar

Diva dos terreiros

Do meu Rio de Janeiro

Não se compara

Glorioso é ser seu par

 

 

 

Samba 78: Dudu Azevedo, Lucas Donato, Emerson Dias, Charles Silva,

Thiago Diogo, Andy Lee, Victor Nascimento, Viny Machado Amaury Martins e

J L Azevedo

Intérprete: Emerson Dias

 

Quem dera te reencontrar

E uma rosa te dar… Madrinha

Sentado na mesa de um bar

Sob a luz do luar

Nas andanças da vida…

Trouxe nas veias o samba

Herança de bamba

Ao som de notas musicais

Embaixo da tamarineira

Tem partido a noite inteira

É hora de Caciquear

 

Chegou…

A Mangueira chegou…

É surdo de primeira o som da marcação

Com repique e pandeiro, bate na palma da mão

 

No Altar do Samba

Ela fez sua voz ecoar

Tudo que as rosas não falam

Em versos declamo

Pro mundo não te esquecer

Eu vou festejar

Meu samba é de arerê

No colo a embalar, Luana

Agradeço a Deus por que lhe fez

Beth Carvalho

Injusto é não falar de você

 

Solta o grito da garganta

Deixa o coração dizer

Sou alvinegro até morrer

O Botafogo é a paixão que me seduz

Tua estrela solitária te conduz!