Casa França-Brasil retoma programação ao público

0
170

Um dos principais espaços de exposições do Rio de Janeiro, a Casa França-Brasil está retomando sua programação ao público com uma mostra que reúne quatro expoentes da arte contemporânea. Vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o espaço cultural reabriu nesta quinta-feira (09/09) com “Forma e Cor”, reunindo obras dos pintores Luiz Aquila e Marcos Duprat e dos escultores Emanoel Araújo e Luiz Hermano. A entrada é gratuita, e serão exigidos o uso de máscara e distanciamento entre os visitantes por causa da pandemia da Covid-19.

A seleção das obras é uma homenagem à crítica de arte, poeta e diplomata Vera Pedrosa, uma admiradora e influenciadora da obra dos artistas, falecida em fevereiro deste ano, aos 85 anos.

São 20 trabalhos que exploram de forma diversa o abstracionismo, tanto na construção cromática quanto na utilização das linhas geométricas. Apesar de seguirem vertentes diferentes, os artistas tiveram o privilégio de conhecer Vera e aprender com seu conhecimento, percepção e sensibilidade. Os quatro tiveram suas obras como objeto de crítica da autora.

“Forma e cor” é apenas a ponta de lança da nova fase da Casa França-Brasil. Está programada ainda para este ano a exposição “Uns sobre os outros — história como corpo coletivo”. Em agosto do ano que vem, será a vez de “Tarsila: uma coleção de desenhos”, que celebra os 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922. A programação também inclui eventos de música e cinema, que serão anunciados nas próximas semanas.

A Casa França-Brasil fica na Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro do Rio. Funcionamento: de quarta a domingo, das 12h às 18h.