Concerto de Tchaikovsky abre o projeto Municipal ao Meio-Dia com ingressos a R$ 2,00

0
243

Um Concerto Sinfônico em homenagem a um dos maiores gênios da música erudita, Tchaikovsky, que completa 130 anos de falecimento, é o ponto de partida da Série Celebrações do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Com realização AATM e patrocínio Ouro Petrobras, a Série chega aos palcos com uma grande novidade: no dia 20 de abril, quinta-feira, às 12h, a estreia será com o projeto Municipal ao Meio-Dia, que acontecerá em horário alternativo, a preços bem populares: R$2,00 (dois reais). No dia 22 (sábado), o Concerto acontecerá às 17h, dentro da programação habitual do Theatro.

O Concerto para violino em Ré Maior, Opus 35 e Concerto para piano nº 1 em si bemol menor, Opus 23, serão executados pela Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal junto com os solistas Ricardo Amado (violinista/spalla) e Alvaro Siviero (pianista). A regência será de Felipe Prazeres, maestro titular da OSTM.

“Com o espetáculo em homenagem a Tchaikovsky, o Theatro Municipal tem a oportunidade de inaugurar o projeto Municipal ao Meio-Dia, que oferece ingressos a apenas R$2. É mais um passo que damos rumo à democratização de acesso ao Theatro, aproximando o carioca dessa instituição centenária”, afirmou Clara Paulino, presidente da Fundação Theatro Municipal.

“O Concerto n.1 para piano e orquestra de Tchaikovsky é, dentro do repertório pianístico, dos mais celebrados. Grandes passagens virtuosísticas do piano caminham de mãos dadas com uma orquestração riquíssima, que resvala o celestial. Esse concerto, em especial, pede ao solista uma entrega ainda mais plena, devido ao forte caráter fortemente romântico da obra. Todas as vezes que o interpreto revigoro minha vida como músico. Tenho a certeza, assim espero, que os presentes também saiam desta apresentação renovados, revigorados, transformados. Essa é a finalidade da boa música” – afirma o pianista Álvaro Siviero.

Sobre Álvaro Siviero

O paulistano Alvaro Siviero é um apaixonado pelo piano, acumulando passagens por países como Alemanha, Portugal, Itália, USA, República Tcheca, Emirados Árabes, Áustria, Polônia, França, Inglaterra, Suíça, Argentina, Chile, Equador, África do Sul, Ilhas Maurício, Ilhas Reunião, Holanda, Espanha, Uruguai e Peru, apresentando-se em turnês com a London Festival Orchestra, Budapest Chamber Orchestra, Russian Virtuosi of Europe, The City of Prague Philharmonic Orchestra, Orquestra Académica de Madrid, Polska Filharmonia Baltycka, Sinfonia Rotterdam, Wiener Kammersymphonie, Orquesta Sinfónica de Loja, Cape Town Philharmonic Orchestra, Salzburg Chamber Soloists e I Musici de Montreal, além de ser solista convidado de diversas orquestras brasileiras, tais como a Orquestra Sinfônica Brasileira, Sinfônica de Brasília, Sinfônica de Goiânia, Sinfônica do Paraná, Sinfônica de Sergipe, Sinfônica de Santos, Sinfônica de Campinas, entre outras. Siviero foi o primeiro brasileiro a participar do curso de imersão na obra de Beethoven na Casa Orfeo-Fondazione Wilhelm Kempff, em Positano. Em 2007, realizou recital particular ao Papa Bento XVI, em Aparecida, São Paulo, quando da visita do Romano Pontífice ao Brasil. Em 2009, foi o artista que representou o Brasil no histórico Encontro Mundial de Artistas, celebrado na Capela Sistina, em Roma. Em 2011, em Maiorca, realizou o recital oficial de reabertura do verdadeiro local onde Chopin residiu na Cartoixa de Valldemossa. Especializado em multiculturalidade pelo Lesley College (Cambridge), graduado em Física pela Universidade de São Paulo e autor de blog sobre música clássica no jornal O Estado de São Paulo, Siviero recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes como reconhecimento por sua incansável dedicação à cultura e pelos serviços culturais prestados.

Sobre Ricardo Amado

Ricardo Amado é natural de Uberlândia MG, iniciou seus estudos com os professores Micheli Virno, Klemes César Pires e Jurandy Poty Maurício. Posteriormente graduou-se em Licenciatura em Música na UnB – Universidade de Brasília, e paralelamente, continuou seus estudos com o Prof. Nicolas Merat. A partir de 1987 foi aceito e é aluno do Prof. Paulo Bosisio, concluindo o Bacharelado com o Prof. Paulo Bosisio na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. Em 1989, foi vencedor do Concurso Nacional de Piracicaba e ainda no mesmo ano, obteve o primeiro prêmio e a designação de “Melhor Intérprete de Música Brasileira”, no Concurso Nacional para Instrumentistas de Cordas de Juiz de Fora. Conquistou também o primeiro prêmio no concurso “W. A. Mozart”, realizado pela Orquestra de Câmara da USP, em 1991. Já se apresentou como solista de diversas orquestras, dentre elas, a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Orquestra Sinfônica Nacional, Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, Orquestra Experimental de Ouro Preto, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro com os maestros : Isaac Karabtchevsky, Carlos Moreno, Felipe Prazeres, David Machado, Roberto Duarte, Nelson Nilo Hack, Sílvio Viegas, Rodrigo Toffolo, Sílvio Barbato, Helder Trefzger, Carlos Prazeres , dentre outros grandes maestros. É spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica desde junho de 2013, onde foi aprovado em concurso público em 2011, também é spalla do Theatro Municipal do Rio de Janeiro desde 2002, vem desenvolvendo um trabalho na divulgação da música de câmara brasileira como a gravação da integral das sonatas de Villa-Lobos junto ao pianista Flávio Augusto lançada pela Academia Brasileira de Música, com o Trio Aquarius, juntos desde 1991 e também em turnê com o Quarteto Atlas, em julho de 2018, pelas salas de concerto da Itália e Áustria, sempre divulgando a música brasileira juntamente com outros grandes compositores.

Ficha Técnica:

Solistas: Ricardo Amado – violino / Álvaro Siviero – Piano

Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal (OSTM)

Regente: Felipe Prazeres

Direção artística Theatro Municipal: Eric Herrero

Serviço:

Concerto Sinfônico – Série Celebrações

P.i. Tchaikovsky – 130 anos de falecimento

Concerto para violino em Ré Maior, Opus 35

Concerto para piano, Opus 23

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Endereço: Praça Floriano, s/nº – Centro

Classificação: Livre

Haverá uma palestra gratuita antes de cada espetáculo.

Palestra do dia 20 de abril, 11h45, na Sala de Espetáculos

Uma Conversa sobre Tchaikovsky

Com Eric Herrero e Antonella Pareschi,

Palestra do dia 22 de abril, 16h, no Salão Assyrio

Tchaikovsky e o brilho da orquestração

Com Priscila Bomfim e Álvaro Siviero

Mediação Jayme Chaves

Dia 20 – pré-estreia às 12h (ingressos a R$2,00) – Municipal ao Meio-Dia

Dia 22 – às 17h (preços da tabela)

Preços dos ingressos:

Frisas e Camarotes – R$60,00 (ingresso individual) ou R$360,00 (6 lugares)

Plateia e Balcão Nobre – R$40,00

Balcão Superior – R$30,00

Balcão Superior Lateral – R$30,00

Galeria Central – R$15,00

Galeria Lateral – R$15,00

Ingressos à venda através do site theatromunicipal.rj.gov.br

https://theatromunicipalrj.eleventickets.com/#!/evento/425b777d1fc9fe47c28a8795c6a2255f7ee615f2 ou na Bilheteria do Theatro

Lei de incentivo à cultura

Patrocínio Ouro Petrobras

Apoio: Livraria da Travessa, Rádio MEC, Rádio SulAmérica Paradiso, Rádio Roquette Pinto – 94.1 FM

Realização Institucional: Fundação Teatro Municipal, Associação dos Amigos do Teatro Municipal

Realização: Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Petrobras, por meio do programa Petrobras Cultural, Governo Federal.