Festa Literária Internacional de Maricá  2023: Concursos culturais estão abertos à participação popular

0
277

O sucesso da 8ª edição da Festa Literária Internacional de Maricá (FLIM) pode ser medido pela presença massiva do público que, nos quatro primeiros dias, se aproxima de 50 mil pessoas. A organização do evento, porém, quer chamar esse mesmo público a contribuir não somente comparecendo à Cidade do Livro montada em Itaipuaçu, mas também atuando diretamente na criação de seu conteúdo, seja ele físico ou virtual. Para isso, a festa está com duas ações que propõe a participação direta dos visitantes até o dia 1º de outubro, para influenciadores digitais e escritores amadores.

Na primeira, quem quiser participar deverá produzir um conteúdo com a hashtag #FLIMulticultural e marcando os perfis da FLIM (@flimrj ) e da Prefeitura de Maricá (@prefeiturademarica ). Cada conteúdo será monitorado e repostado quando fizer sentido para a equipe de mídias sociais da prefeitura e FLIM, que fará a análise dos melhores.

Os critérios de participação são: Inovação no conteúdo e no formato; aderência à proposta da FLIM 2023 (multiculturalidade); e engajamento deste conteúdo nas mídias. Os influenciadores deverão ter perfil aberto, ter marcado o @ (arroba) dos perfis da prefeitura e da FLIM e não ter produzido nenhum conteúdo detrator ou que atente contra os direitos de outras pessoas.

Apenas um produto será selecionado com a melhor proposta de conteúdo, e vai ganhar um kit influencer com ringlight + tripé, tripé para celular, microfone lapela e um Iphone XR 04.

 

Vozes que voam

A outra iniciativa é o concurso cultural ‘Vozes que Voam’, que vai produzir um livro digital com histórias contadas por moradores de Maricá. Com o tema “Eu sou de Maricá”, o concurso aceita produções em qualquer formato, seja poema, conto, crônica, quadrinhos ou desenhos desde que contenham uma história, memória ou curiosidade sobre a cidade, que seja afetiva e represente o que é fazer parte dela.

As obras devem ser impressas e entregues no estande ‘Vozes que Voam’ na FLIM até o dia 1º de outubro, sendo depositadas no balcão/urna do estande. Nelas devem constar a história desenvolvida pelo participante e seus dados como nome completo, endereço com CEP, e-mail e número de telefone para contato.

Os trabalhos serão avaliados por uma banca curadora composta pelos 50 autores e autoras locais de Maricá já convidados para participar da FLIM 2023. Os critérios de seleção serão: Inovação no formato e abordagem; obras com mais aderência ao tema “Eu sou de Maricá”; estrutura e coerência na formatação do texto e imagem.

A partir de uma criteriosa avaliação, cujo objetivo é formar um amplo acervo com essas contribuições, serão removidas as obras consideradas impróprias, as demais serão catalogadas e lançadas no livro digital “Vozes de Maricá: contos maricaenses”, que será disponibilizado em uma plataforma da prefeitura. Os vencedores serão anunciados nos perfis oficiais da prefeitura nas mídias sociais.