Governo do Estado inaugura cinema em Areal nesta quinta-feira (6/04)

0
317

Na contramão do restante do país, que tem visto cinemas sendo fechados nos últimos anos, o Governo do Rio prepara para abril a implantação de cinco novos complexos cinematográficos no interior do estado. A primeira entrega será feita em Areal, região Centro Sul Fluminense, nesta quinta-feira (6/04). O programa Cine+ vai garantir, ainda, salas de audiovisual em Guapimirim, Itaocara, Casemiro de Abreu e Paraty. Outros três cinemas serão inaugurados pelo Estado em 2023, em Miracema, Cordeiro e São Pedro da Aldeia, através do programa Cinema da Cidade.

“Entregaremos somente em 2023 oito complexos cinematográficos, ampliando a oferta para pessoas que nunca tiveram a oportunidade de vivenciar a experiência de ver um filme na telona. São projetos que estão sendo executados em cidades de pequeno e médio porte, que historicamente não contavam com esse tipo de serviço. É o verdadeiro sentido de cultura mais presente na vida de todos, que tem sido o norte do Governo do Estado em todas ações de democratização do acesso”, afirma a Secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros.

Paulo Feitosa, mestre em Ciências da Cultura e CEO da Quitanda Soluções Criativas, revela que o objetivo é que o Cine+ de Areal tenha, em média, 1.500 sessões por ano. Além disso, a Rede Cine+ também oferecerá cursos de audiovisual para jovens. “É um cinema-escola. Vamos oferecer capacitação técnica e artística para jovens que tenham interesse em adquirir conhecimento na área de gestão para equipamentos de fruição audiovisual”, explica o cineasta Felipe Milhouse, diretor executivo do projeto. 

A inauguração do complexo em Areal acontece a partir das 19h, na Rua Nicanor Garcia da Rosa, nº 197.


Conheça o Cine+

As cinco salas de cinema que serão entregues para a população neste primeiro semestre fazem parte do projeto Cine+, patrocinado pelo Governo do Estado do Rio em parceria com a Enel e realização da empresa Quitanda Soluções Criativas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. 

O investimento total é de R$ 3.6 milhões para instalação de complexos exibidores em Areal, Casimiro de Abreu, Guapimirim, Itaocara e Paraty – cidades de até 250 mil habitantes. 

“O Cine+ oferece equipamento que vai além de salas cinematográficas, com um espaço multiuso nos municípios e público estimado de 140 mil pessoas nas mais de 1440 sessões de cinema que serão promovidas por ano, gerando oportunidade de negócios e novas opções criativas para o desenvolvimento cultural das regiões”, afirmou Paulo Feitosa, Diretor da Quitanda Soluções Criativas.


Projeto Cinema da Cidade avança no interior

As obras do programa Cinema da Cidade avançam nos territórios. A expectativa é que sejam entregues as obras dos cinemas de Miracema, Cordeiro e São Pedro da Aldeia ainda em 2023. Os outros cinemas serão em Mendes, Bom Jardim e São Fidélis, com investimento total de R$ 27 milhões.

“O projeto Cinema da Cidade se diferencia do Cine + porque são duas salas de cinema, com espaço multiuso, atendendo características específicas dos territórios. Estamos fazendo um grande esforço em parceria com a Ancine para agilizar as entregas”, conclui Danielle Barros. 

O programa atende municípios entre 20 mil e 100 mil habitantes.