Projeto Tapete Literário com edição em homenagem a Monteiro Lobato em Duque de Caxias

0
119

Incentivar a leitura, democratizando e divulgando a literatura. Essa é a principal proposta do projeto Tapete Literário, contemplado, mais uma vez, pelo edital “Literatura resiste RJ”, na categoria . A viagem do Tapete Literário já passou por Magé e encerra a temporada em Duque de Caxias. Nesta edição, o projeto homenageia o escritor Monteiro Lobato, um dos maiores autores de histórias infantis do país. O evento gratuito acontece no dia 26 de novembro, domingo, em dois horários: Das 9h às 12h – Praça Adolfo David – Rua Professor Muniz Sodré 41-  em Parada Angélica, em Duque de Caxias e das 15h às 18h, na Praça 7 de setembro – Rua Aristides Portugal,  Piabetá – Magé (próxima à Rodoviaria). Em caso de chuva, o evento fica transferido para outra data a ser divulgada nas redes: https://www.instagram.com/projetotapeteliterario/

O Tapete Literário firmou parceria com a Cia Arte & Vida, que participará com artistas vestidos de Emília e Visconde de Sabugosa, dois famosos personagens de Monteiro Lobato, contando histórias para a garotada em atividades com três horas de duração. Além de viajarem nas aventuras dos personagens do Sítio do picapau amarelo, as crianças vão ganhar livros e curtirem várias atividades lúdicas educativas. “Também teremos livros em Braille em nosso tapete, possibilitando o acesso à leitura para pessoas com deficiência visual ou com baixa visão”, explica Fernando Trajano, idealizador do projeto.

O Tapete Literário surgiu em agosto de 2015, realizando suas ações de forma itinerante em praças, bibliotecas, escolas e creches, tendo sempre contação de história, distribuição gratuita de livros e atividades de arte educação com seu público. “Desde então, defendemos a literatura como Direitos Humanos. Fazemos parte do grupo de trabalho de construção do Plano Municipal do Livro Leitura literatura e das bibliotecas comunitárias de Duque de Caxias, e participamos da Rede Nacional das Bibliotecas Comunitárias, composta por 11 redes estaduais e 115 bibliotecas comunitárias. Recentemente, incluímos ações para pessoas com transtorno do espectro autista (TEA)”, acrescenta Trajano.

Leitura é fundamental para a construção de sociedades democráticas, baseadas na diversidade, na pluralidade e no exercício da cidadania. Tanto que Fernando Trajano ressalta que saber ler e escrever é um direito de todos, pois oferece condições necessárias para exercício dos direitos civis, para uma vida digna e uma sociedade mais justa. Desde 1993, ele milita em movimentos de incentivo à leitura, desenvolvendo trabalho em associações de moradores, escolinhas de futebol e criando algumas bibliotecas comunitárias, que atualmente fazem parte das redes municipais de Caxias e Nova Iguaçu. Trajano também atua para incentivar planos de governo que incluam projetos ligados a livros, leitura e fomento a novos escritores.

“O Tapete Literário foi criado para que, junto com outros espaços públicos e bibliotecas comunitárias, pudéssemos estar presentes em bairros pobres e carentes, levando o livro e a leitura como protagonistas de mudanças sociais. Por meio da contação de histórias, despertamos nas crianças o gosto pela leitura e pela escrita, a imaginação, a escuta ativa e os pensamentos lógicos”, pontua Fernando Trajano, que cita ainda a ampliação do vocabulário e a potencialização da importância da linguagem oral do público como outros benefícios da ação sociocultural.

Um pouco sobre Fernando Trajano

Foi diretor e secretário da Federação das Associações de Moradores de Duque de Caxias e vice-presidente na gestão de 1993. Participou dos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente de Duque de Caixas e do Conselho de Meio Ambiente. Criador do Tapete Literário, movimento de defesa do livro e das bibliotecas e de incentivo à leitura, que atua em Duque de Caxias, Niterói, São Gonçalo e também em Fortaleza, no Ceará. Junto com militantes da defesa da cultura, vem discutindo a criação do Tapete Literário em Magé e Japeri. Em Duque de Caxias, faz parte da Tecendo Uma Rede de Leitura, rede de bibliotecas comunitárias. Participa também de um coletivo de bibliotecas comunitárias junto com as redes de Nova Iguaçu e Paraty, e também de bibliotecas comunitárias do município do Rio de Janeiro. Defensor do Plano Municipal do Livro Leitura literatura e das bibliotecas comunitárias.

 


Serviço

Tapete Literário – Edição Monteiro Lobato
Evento gratuito
Dia 26 de novembro – domingo – Duque de Caxias
Das 9h às 12h – Praça Adolfo David – Rua Professor Muniz Sodré 41-   Parada Angélica (Praça de Parada Angelica ) – Duque de Caxias
Das 15h às 18h – Praça 7 de setembro – Rua Aristides Portugal,  Piabetá – Magé ( próxima a Rodoviaria)
Em caso de chuva, o evento fica transferido para outra data a ser divulgada nas redes: https://www.instagram.com/projetotapeteliterario/