Para Firjan, alíquota de 20% nas compras on-line internacionais é insuficiente para estimular a competitividade da indústria brasileira

0
124

O Senado aprovou nesta quarta-feira (05/06) a tributação, com alíquota de 20%, das compras on-line internacionais de até US$ 50. O fim da isenção da cobrança do Imposto de Importação é um pleito da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) para fortalecer a indústria nacional e manter milhares de empregos em diversos setores da economia.

Para a federação, a alíquota de 20% aprovada na Câmara é um passo importante  para a competitividade da indústria nacional, embora ainda insuficiente principalmente para as micro e pequenas. Outras medidas devem ser tomadas em direção à isonomia tributária e equiparação com a produção nacional. 

A Firjan e o setor produtivo consideram de extrema relevância a aprovação da taxação como forma de garantir a manutenção de milhares de empregos e o crescimento econômico nacional.