Prêmio Edson Luís abre inscrições da terceira edição para projetos de impacto social no Rio de Janeiro

0
188

Estão abertas, até 16 de junho, as inscrições para a terceira edição do Prêmio Edson Luís. A premiação é uma iniciativa da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), que celebra o empenho de nove jovens da cidade do Rio de Janeiro com idades entre 15 e 29 anos. Serão selecionados projetos de diferentes áreas de atuação: Esporte, Cultura, Educação, Inovação Social, Sustentabilidade, Empreendedorismo, Ciência e Tecnologia, Diversidade e Inclusão e Comunicação e Ativismo. O Prêmio Edson Luís foi criado com o intuito de manter viva a memória do estudante secundarista morto pela Ditadura Militar, em 1968.

Para se inscrever, basta estar dentro da faixa etária, ser morador da cidade do Rio de Janeiro e ter desenvolvido, sozinho ou em grupo, algum projeto das temáticas da disputa. As iniciativas inovadoras devem ter sido implementadas há pelo menos um ano da data de abertura das inscrições. O formulário de participação deverá ser preenchido nas redes sociais da JUVRio (www.instagram.com/juvrio).

Os projetos passarão por uma comissão avaliadora, composta por servidores da Prefeitura do Rio. Os critérios de avaliação são: apresentação, inovação, resultados/impactos, replicabilidade, inclusão social da juventude, garantia de direitos e governança. Entre os dias 1º e 13 de agosto estará aberta a votação para o público geral, também por meio das redes da Secretaria.

A entrega do Prêmio Edson Luís será em uma cerimônia solene. Os vencedores serão contemplados com um troféu, certificado de reconhecimento e a publicação das iniciativas em um periódico específico nas redes sociais da JUVRio. A lista final com os nomes dos projetos premiados será divulgada no dia 31 de agosto.

Leia o regulamento completo do prêmio no site: www.juv.prefeitura.rio/editais.


Quem foi Edson Luís

Edson Luís de Lima Souto foi um estudante de 18 anos, assassinado durante um protesto no antigo restaurante Calabouço, no Centro do Rio de Janeiro. O local oferecia comida a baixo custo e foi palco da resistência contra a Ditadura Militar. Sua morte gerou manifestações em vários cantos do Brasil, e a sua luta por direitos é lembrada até hoje. Em 2021, a Secretaria da Juventude confirmou a importância de Edson Luís, dando à sua memória o devido respeito com uma premiação que leva seu nome.