NOTICIAS

/site/noticias/9620-carnaval-2018-resultado-da-apuracao-serie-e-da-liesb /site/noticias/9619-qos-superidososq-com-apoio-da-sec-atores-iniciam-turne-em-teatros-do-estado /site/noticias/9617-carnaval-2018-entrevista-com-o-vice-presidente-grces-vicente-de-carvalho /site/noticias/9616-carnaval-2018-liesb-entrevista-com-vitor-klein-presidente-da-grces-vicente-de-carvalho /site/noticias/9615-carnaval-2018-entrevista-com-mestre-broa-mestra-da-bateria-da-gres-independente-da-praca-de-bandeira

Carnaval 2018 - Resultado da Apuração Série E da Liesb

Em sua estréia no carnaval carioca, a Escola de Samba Independentes de Olaria sagrou-se campeã do desfile da Série E, da LIESB, realizado no último sábado (17/02) na Passarela do Povo - Estrada Intendente Magalhães. Com o resultado, a Independentes de Olaria sobe para a ...

"Os Superidosos": com apoio da SEC, atores iniciam turnê em teatros do Estado

Criado em 2013, na Ilha do Governador, pelo diretor de teatro chileno Loferato, o projeto “Os Superidosos” chega aos cincos anos de existência com fôlego extra. Composto por pessoas acima de 60 anos que desejavam vivenciar novas experiências através da prática das artes c& ...

Carnaval 2018 - Entrevista com o Vice-Presidente GRCES Vicente de Carvalho

Ouça a entrevista com o Vice-Presidente Maurício, da Escola de Samba Vicente de Carvalho, concedida ao repórter Renato Cunha, quando do desfile das Escolas de Samba da Série E, na Intendente Magalhães (17/02).   ...

Carnaval 2018 - LIESB - Entrevista com Vitor Klein, presidente da GRCES Vicente de Carvalho

Ouça a entrevista com o Presidente Vítor, da Escola de Samba GRCES Vicente de Carvalho, concedida ao repórter Renato Cunha, quando do desfile das Escolas de Samba da Série E, na Intendente Magalhães (17/02).     ...

Carnaval 2018 - Entrevista com Mestre Broa, mestra da Bateria da GRES Independente da Praça de Bandeira

Ouça a entrevista com Mestre Broa, dirigente da bateria da Escola de Samba Independente da Praça da Bandeira, concedida ao repórter Renato Cunha, quando do desfile das Escolas de Samba da Série E, na Intendente Magalhães (17/02).   ...

Foi um Rio (de Janeiro) que passou em minha vida...

O site Caminhos do Rio, lançado em 23/04/2009, se dedica a divulgar a cultura popular carioca e fluminense. Por um simples motivo: cultura é a nossa identidade. Não existe sociedade sem essa identidade.

Falamos de eventos criados pelo povo carioca e fluminense, mostramos nossas belezas naturais, nossos patrimônios, contamos nossa história. 

Aqui não se fala em política ou religião. Menor intenção em influenciar pessoas.

Mas, também sou cidadã. Nascida no Rio de Janeiro há muitas décadas. 

Vivi a ditadura militar, conheci um Rio então Cidade Maravilhosa, capital cultural do Brasil. Eu conheci a extinta Guanabara.

Não se faz o Caminhos do Rio sentada atrás de um computador. Se faz nas ruas, indo a diversos lugares, falando com as pessoas de todos os níveis socioeconômicos. Se faz até mesmo ajudando algumas dessas pessoas.

Tivemos nesta sexta-feira (17/11/2017) a oportunidade de ver o Rio de Janeiro - cidade e Estado - marcar presença como antes fizera. 

Oportunidade de dizer a todo o país que não aceita mais os demandos a que tem sofrido durante décadas, à corrupção que levou nosso Estado à bancarrota, ao fundo do poço. Oportunidade de dizer a todo o país que queremos mudança, que queremos justiça, que queremos colocar a cidade e Estado novamente nos trilhos. Perdemos essa oportunidade, mais uma vez por termos sido ignorados exatamente por aqueles que elegemos comos nossos representantes.

Cito como oportunidade porque esse tipo de atitude, de resultado, foi tomado em outros municípios de outros Estados. O que demonstra o despreparo da nossa classe política para a verdadeira democracia - governo do povo e que em seu nome deve ser exercido. Como bem citado na Constituição Federal de 1988 e que não pode - e não deve - ser desprezada por nenhuma Lei Municipal ou Estadual. Sequer há competência para isso.

Mas, e agora? O que fazer diante desse quadro desanimador, que nos dá profunda sensação de impotência?

Simples: erguer a cabeça e cumprir, de nossa parte, os deveres de cidadãos que somos.

De primeira, conhecer e guardar o nome de todos esses políticos que participaram da sessão da Alerj de hoje e votaram contra o pensamento da população carioca e fluminense. Conhecer e guardar o nome de todos os políticos envolvidos em casos de corrupção. Através do voto, expurgá-los do nosso cenário político. Conhecer novos nomes deste cenário e cobrar de cada candidato propostas coerentes, viáveis, que demonstrem que conhecem mesmo nossa situação, nosso potencial, o que é a cidade e Estado de verdade.

Vamos cobrar dos que ainda estão no Poder, que tomem atitudes e apresentem propostas de interesse público, não religioso ou pessoal. 

Propostas que atendam às necessidades da população, não apenas de grupos sociais distintos. Que os projetos de cunho social não representem apenas atos de caridade ou sirvam de propaganda para campanhas políticas futuras, mas que sinalizem um futuro de equilíbrio e melhor qualidade de vida.

De nossa parte, aqui debaixo, que reaprendamos a não só reclamar disso ou daquilo, mas a tomar atitudes que contribuam, efetivamente, para a melhoria de nossa qualidade de vida, que contribuam com o desenvolvimento de nossa rua, de nosso bairro, de nossa cidade. Que voltemos a prestigiar nossas atividades culturais, nossos valores. 

Vamos, cada vez mais, atuar como cidadãos. Solidariedade, respeito às pessoas, ao meio ambiente, e tantas outras iniciativas positivas que, mesmo sendo pequenas, também contribuem para que novos dias aconteçam e com melhor qualidade de vida.

União, solidaridade. E consciência. Comportamento cidadão. É disso que nossa cidade e Estado do Rio mais necessitam agora. Porque são, naturalmente, maravilhosos, de natureza poderosa e rica. Não merecem mesmo o que as pessoas vêm fazendo e há anos.

Confira como votou cada deputado estadual quanto a revogação da prisão de Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi. Fonte: 

http://www.jb.com.br/rio/noticias/2017/11/17/veja-quem-votou-a-favor-e-quem-votou-contra-a-soltura-de-picciani-e-mais-dois/

Deputados votaram pela revogação (SIM):

Andre Correa (DEM)

André Ceciliano (PT)

André Lazaroni (PMDB)

Átila Nunes (PMDB)

Chiquinho da Mangueira (Podemos)

Christino Áureo (PSD)

Cidinha Campos (PDT)

Coronel Jairo (PMDB)

Daniele Guerreiro (PMDB)

Dica (Podemos)

Dionisio Lins (PP)

Fabio Silva (PMDB)

Fatinha (SDD)

Marco Figueiredo (Pros)

Filipe Soares (DEM)

Geraldo Pudim (PMDB)

Gustavo Tutuca (PMDB)

Iranildo Campos (PSD)

Jair Bittencourt (PP)

Janio Mendes (PDT)

João Peixoto (PSDC)

Luiz Martins (PDT)

Marcelo Simão (PMDB)

Marcia Jeovani (DEM)

Marcio Canella (PSL)

Marcos Abrahão (PTdoB)

Marcos Muller (PHS)

Marcus Vinicius (PTB)

Milton Rangel (DEM)

Nivaldo Mulim (PR)

Paulo Ramos (PSOL)

Pedro Augusto (PMDB)

Renato Cozzolino (PR)

Rosenverg Reis (PMDB)

Silas Bento (PSDB)

Thiago Pampolha (PDT)

Tio Carlos (SDD)

Zaqueu Teixeira (PDT)

Zito (PP)

Deputados votaram contra a revogação (NÃO):

Benedito Alves (PRB)

Carlos Macedo (PRB)

Carlos Minc (sem partido)

Osorio (PSDB)

Dr Julianelli (Rede)

Eliomar Coelho (PSOL)

Enfermeira Rejane (PCdoB)

Flávio Bolsonaro (PSC)

Flavio Serafini (PSOL)

Gilberto Palmares (PT)

Luiz Paulo (PSDB)

Marcelo Freixo (PSOL)

Marcio Pacheco (PSC)

Martha Rocha (PDT)

Samuel Malafaia (DEM)

Waldeck Carneiro (PT)

Wanderson Nogueira (PSOL)

Wagner Montes (PRB)

Zeidan (PT)

Abstenção:

Bruno Dauaire (PR)

Ausentes

Bebeto (PDT)

Comte Bittencourt (PPS)

Dr. Deodalto (DEM)

Geraldo Moreira (Podemos)

Lucinha (PSDB)

Rafael Picciani (PMDB)

Tia Ju (PRB)

Zé Luiz Anchite (PP)

Guardem esses nomes. E lembrem-se deles em outubro/2018.

O Estado do Rio de Janeiro agradece.

FOTOS EVENTOS

MAIS PROCURADOS