Carnaval 2020 – GRES Unidos de Padre Miguel escolheu seu samba-enredo

0
41

Em uma noite  de muitas emoções com a quadra lotada, a Escola de Samba Unidos de Padre Miguel  escolheu seu hino oficial para 2020  na madrugada deste sábado (07/09).

As portas da quadra foram abertas  às 22h com apresentação de grupo de pagode. A noite seguiu com a apresentação dos  segmentos da Escola, que deram show, todos embalados pela voz do intérprete oficial Diego Nicolau e seus cantores de apoio. Grandes sambas antigos foram relembrados animando ainda mais os presentes que se divertiram ao som da bateria Guerreiros de mestre Dinho.

Outro momento de emoção foi a apresentação do novo símbolo da Escola da Vila Vintém. O primeiro casal de Mestre-sala e Porta-bandeira, Vinicius Antunes e Jéssica Ferreira, receberam o novo pavilhão estampado com o boi vermelho, um dos primeiros símbolos da agremiação quando foi fundada, em 1957.

A festa da final recebeu convidados ilustres  no carnaval como Milton Cunha, Wilson Rei Momo, Regina Céli, Edcleia Neves, Sandro Avelar, Wallace Palhares,  Heitor Fernandes,  Evelyn Bastos, entre outros representantes do carnaval do Rio de Janeiro.

Por volta de 1  hora da  manhã, as  seis parcerias finalistas

começaram as apresentações. Cada parceria teve 6 passadas do samba para apresentação, 4 passadas com bateria e 4 passadas só o canto dos componentes.

Já passava das  quatro da manhã quando o Diretor de Carnaval Cícero Costa subiu ao palco para dar o resultado do samba campeão.

– A escolha não foi fácil este ano, tivemos grande sambas , mas o samba que irá nos representar eu vou contar aqui agora: “E quando vejo o povo da Vila Vintém, Que na briga não teme ninguém…”

O samba aclamado pela Escola e que será o hino da UPM para 2020, foi o samba 05, da parceria de Samir Trindade, Jr Beija-Flor, Ribeirinho, Guto Biral , Davi Show Serrinho, Ricardo da G. Braga , Dilson PS Medeiros, Rômulo Presidente.

Confira a letra e ouça o samba-enredo campeão da Unidos de Padre Miguel – carnaval 2020:

Nego, malandragem de Angola

Fujão de senzala, moleque meu irmão

Eu vi um nego, guerreiro ancestral

Na Dança do ritual

Pra fazer revolução

Pé descalço no céu, berimbau na mão

Okô, oo era senhor

Chora o capoeira

Sonhava um tempo de paz

Cordel na beira do cais

Deu meia lua e não foi de brincadeira

Rabo de arraia levantou poeira

Paranauê , paranauê Paraná

Jogo de dentro, São Bento, filosofia

Maculêlê,  Maria

Paranauê camará

E lá vai o Capoeira ( zum zum zum zum)

Feito brisa a liberdade ( na rasteira mata um) Foi o mestre na Bahia Foi aluno em Palmares E quando vejo o povo da Vila Vintém Que na briga não teme ninguém Lembro o Capoeira O nosso herói se fez Besouro e bamba É filho desse quilombo Resiste aprendendo a amar o samba

Girou , gira , jogador

Abre a roda pra cultura brasileira

Gingou ,ginga , vencedor

É a Unidos de Padre Miguel capoeira