Diretor do IFeS participa de fórum para debater o emprego verde

0
283

O diretor executivo do Instituto Fecomércio de Sustentabilidade (IFeS), Vinicius Crespo, participou, nesta quinta-feira (29/06), do fórum “Rio de Janeiro: capital dos empregos verdes”, promovido pela Secretaria Municipal de Trabalho e Renda do Rio (SMTE), e o Grupo de Estudos do Setor Elétrico (Gesel), do Instituto de Economia da UFRJ. 

O encontro, no Planetário da Gávea, debateu como transformar o Rio de Janeiro na capital dos empregos verdes, que são aqueles que favorecem a sustentabilidade, reduzindo as emissões de gases poluentes e incrementando as energias renováveis.  

O diretor executivo do IFeS participou do painel “Energia Solar e Geração de Oportunidades”, com mediação do economista Sérgio Besserman. 

“Chegou a hora de a gente fazer um modelo que chegue para os 90% da população brasileira que são as classes C, D e E”, sustentou Vinicius Crespo. 

Ele mostrou a importância da instituição na capacitação para a geração de empregos verdes, parabenizando o compromisso da Prefeitura do Rio com a sustentabilidade. 

“O Rio de Janeiro sempre foi a vanguarda de políticas ambientais, e isso tem sido retomado”, ressaltou. 

De acordo com dados do Caged, analisados pelo Observatório Carioca do Trabalho, o Rio de Janeiro é uma das capitais brasileiras com o maior potencial para a geração dos empregos verdes no Brasil. O setor de saneamento tem 45 mil postos de trabalho, sendo que 25% dos empregos voltados para a sustentabilidade. Telecomunicações possuem 38 mil, em torno de 20% do total de oportunidades. 

O fórum “Rio de Janeiro: capital dos empregos verdes” foi aberto pelo secretário municipal de Trabalho e Renda, Everton Gomes. Participaram dos painéis, o diretor executivo do IFeS, Vinicius Crespo; o secretário municipal do Clima de Niterói, Luciano Paez; a diretora regional da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Camila Nascimento; o coordenador do Climate Reality, Sérgio Besserman; o diretor de Estudos Econômicos e Estratégicos da Empresa de Pesquisa Energética, Giovani Machado; o presidente do Rio+Saneamento, Leonardo Righetto; o chefe do Departamento de Energia do BNDES, Alexandre Siciliano Esposito; e os fundadores do Ciclo Orgânico e da Favela Orgânica, Lucas Chiabi e Regina Tchelly.

 

Sobre a Fecomércio RJ

Reúne 59 sindicatos patronais, líderes empresariais, especialistas e consultores com o objetivo de fomentar o desenvolvimento dos negócios no setor do comércio de bens, serviços e turismo no estado do Rio de Janeiro. Desenvolve soluções, pesquisas e disponibiliza conteúdo sobre questões que impactam a vida do empreendedor e colaboram nas decisões dos gestores públicos. Representa mais de 330 mil estabelecimentos, que respondem por 2/3 da atividade econômica do estado e 68% dos estabelecimentos, gerando mais de 1,6 milhão de empregos formais, que equivalem a 60% dos postos de trabalho no estado. Através do Serviço Social do Comércio (Sesc RJ) atua em assistência social, cultura, educação, lazer e saúde aos comerciários e população carente, enquanto o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac RJ) promove educação profissional voltada para o setor.