GRES Estação Primeira de Mangueira – Final de samba de terreiro

0
76

Depois de praticamente dois meses de apresentações,  abrindo o ensaio de
sábado (25/01), chega o momento da grande final do 1º Concurso de Samba
de Terreiro/Raiz da ala dos compositores da Escola de Samba Estação
Primeira de Mangueira. Cinco sambas se apresentarão na decisão. O
sorteio da ordem de apresentação será feito no próprio sábado, às 21h. 
Participaram da competição 45 composições .

Os finalistas disputarão prêmios que serão distribuídos aos três mais
bem colocados. O campeão receberá R$ 3 mil, o vice R$ 2 mil e o terceiro
R$ 1 mil. Os três primeiros também terão o ingresso garantido na ala dos
compositores da Escola, caso ainda não façam parte dela.

Entre os classificados para a final há uma variedade de compositores.
Alguns experientes, outros jovens, alguns com antiga participação na ala
dos compositores e outros chegando agora.
O regulamento diz que as composições precisam ter como tema central a
Manggueira, sua contribuição para a cultura do carnaval e do samba,
figuras ilustres e históricas da Escola, bem como a integração e
companheirismo no mundo do samba.

A competição foi concebida pelo presidente Elias Riche para resgatar a
antiga tradição dos sambas de terreiro (ou samba de quadra, como passou
a ser chamado quando os espaços das Escolas de samba passaram a ser
cimentados, cobrindo o chão de terra batida).

Os cinco sambas finalistas são pela ordem de inscrição no concurso:

7   – Jeronimo GG/Kleber – Embaixo do Jequitibá
8   –  Guilherme Lins – Te vejo ao longe
32 – Serginho Meriti/Partidinho – Mangueira quando chega é diferente
44 – Wanderley Monteiro/Auv – Híbrido Coração
45 – Jorginho Bernini/Rafael Bernini – Eterna no meu coração

A quadra da Mangueira fica na Rua Visconde de Niterói, 1072 – Mangueira,
Zona Norte do Rio. Informações: (21) 2567-3419.