Evento “Tem mulher na roda!”

0
122

No próximo sábado (14/12), a instrutora de capoeira Janaina, sob a
supervisão de Mestre Jagunço,  juntará em um mega evento desta arte
afro-brasileira cerca de 300 capoeiristas oriundos de todo o Brasil para
discutir assuntos relativos à mulher na roda de capoeira, como o
assédio, intolerância e violência.

Será um encontro de debates com apresentações realizadas por
participantes de diferentes grupos de capoeira, mostrando a realidade
das mulheres nas rodas de capoeira de modo geral.

A troca de ideias será mediado por Milene Vieira – psicóloga cognitiva
comportamental e terá a participação especial da palestrante Dayana de
Souza – assistente social especialista em políticas sociais e ativista
negra pelos direitos das mulheres. Contará também, com a participação
especial das mestras Sueli Cota e Arara.

A ideia é usar a nossa atividade como um espaço de luta por igualdade
entre capoeiristas, não importando o sexo do esportista. O evento será
aberto a mulheres e homens, afinal, é de suma importância que “Eles”
entendam de fato onde estão os maiores erros cometidos nas formas de
lidar com as mulheres.

No Brasil, estima-se que 35% dos praticantes de capoeira são mulheres. O
número daquelas que chegam à condição de mestras, no entanto, ainda é
muito pequeno. Mesmo presentes, elas ainda enfrentam preconceito e
outros tipos de violação.

Capoeirista de berço, a instrutora Janaína, percebe as diferenças de
tratamento entre homens e mulheres na roda e luta para romper com a
cortina da invisibilidade que foi jogada sobre as mulheres.

“Nós não queremos ter um espaço destacado somente para mulheres,
queremos estar incluídas no contexto da arte e sermos respeitadas. Não
somos objetos de enfeite nas rodas ou servimos apenas para bater palmas
e responder côro, somos protagonistas também! E acima de tudo, somos
Capoeiristas” – disse Janaina Bemvindo.