Hemorio lança campanha em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue

0
142

O Hemorio lança, nesta segunda-feira (21/11), a campanha Copa da Solidariedade, com o objetivo de estimular a doação de sangue e reforçar os estoques em celebração ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado em 25 de novembro. A ação vai se estender até o dia 30 e ocorrerá em sintonia com a Semana da Saúde, maior evento de saúde pública do estado, que movimentará o Largo da Carioca entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro e terá como um de seus destaques um grande estande de doação de sangue. Para ajudar a divulgar e alcançar ainda mais pessoas, a cantora Luísa Sonza foi convidada para ser a embaixadora oficial da campanha.

– Fico muito honrada em representar uma causa tão importante. A doação de sangue é uma das atividades mais nobres que existem e coloca pessoas de todos os gêneros em direção a um único objetivo: salvar vidas. Vou fazer tudo ao meu alcance para estimular essa ação da melhor forma possível – disse Luísa.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também entrou em campo como um dos grandes apoiadores da campanha e vai presentear com camisas oficiais da seleção os doadores mais antigos do Hemorio. A iniciativa é uma forma de homenagear e reconhecer os esforços daqueles que estão sempre ajudando a manter os estoques de sangue do instituto. Além disso, com objetivo de facilitar a participação dos voluntários durante os dez dias de ação, o hemocentro estará em parceria com a 99, que vai disponibilizar até R$ 30 para cada viagem que comece ou termine no Hemorio (Rua Frei Caneca 8, Centro). Para participar, basta inserir o voucher “HEMORIO99” no aplicativo, utilizando a categoria 99Pop. A promoção poderá ser utilizada para ida e volta apenas uma vez. Serão disponibilizados 4.000 cupons de desconto para usuários na cidade do Rio e Região Metropolitana.

O MetrôRio também vai apoiar a campanha disponibilizando 500 passagens para todos que comparecerem ao hemocentro ou ao ponto de coleta instalado no Largo da Carioca. Os cartões unitários de embarque poderão ser retirados, por ordem de chegada, ao iniciar os procedimentos para doação. A Secretaria de Estado de Governo, por meio de seus programas RJ Para Todos, Segurança Presente, Lei Seca e Rio Solidário, também vai apoiar a campanha, mobilizando ainda mais doadores.

Desde o início do ano, o Hemorio vem sofrendo com queda nas doações, com quase três mil bolsas a menos em relação ao mesmo período de 2021. Esse número impacta diretamente o suporte às principais emergências, maternidades e unidades de saúde do Estado do Rio.

– Esse é um momento definitivo para a doação de sangue no Rio de Janeiro. Além da comemoração em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, queremos mostrar com essa campanha que a Copa pode despertar o melhor em nós, nos conectando por meio da solidariedade. A doação de sangue é a representação máxima desse conceito, nos colocando para dividir uma parte de nós com outra pessoa com o objetivo de salvar vidas. Espero que todos se sintam estimulados a participar e a apoiar – disse o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

De acordo com os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares é preciso que 1,5% a 3% da população doem regularmente. O Brasil tem hoje 1,8% de doadores. Em todo o país, são coletadas por ano uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue.

É importante lembrar que o atendimento no Hemorio não será alterado nos dias de jogos da Copa do Mundo, mantendo seu funcionamento de segunda a segunda, incluindo feriados, das 7h às 18h.


Quem pode doar

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar ainda um documento de identidade do responsável. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Tatuagem e piercing impedem a doação por seis meses. Lembrando que a perfuração na região oral ou genital ainda segue como impeditivo para doações enquanto houver uso da peça.

Os voluntários não podem ter tido hepatite após os 10 anos, nem estar expostos a doenças transmissíveis pelo sangue (sífilis, Aids, hepatite e doenças de Chagas). Mulheres grávidas ou amamentando e usuários de drogas não podem doar sangue. Além disso, quem foi infectado pela Covid-19 pode doar após 10 dias do desaparecimento dos sintomas e quem já recebeu a vacina pode doar após sete dias (48h em caso de Coronavac). Para mais detalhes ou informações, o doador pode consultar as redes sociais do Hemorio (@hemorio) ou ligar para o Disque Sangue, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, pelo número 0800 282 0708.

 

Serviço

Campanha: Copa da Solidariedade

Período: 21/11 até 30/11

Locais: Rua Frei Caneca, 8, Centro (Hemorio) / Largo da Carioca (29/11 até 01/12) – Rio de Janeiro