Muito além do que os olhos enxergam, exposição no Centro Cultural Correios RJ desafia com imagens abstratas

0
276

“Vertigo – O que você vê?” é a exposição de fotografias abstratas que ocupa a galeria A do 3º andar do Centro Cultural Correios RJ de 1 de setembro a 14 de outubro. As obras caleidoscópicas e em grandes formatos de Ricardo Poock, com curadoria do fotógrafo Giancarlo Mecarelli, propõem um jogo entre a imagem e o objeto. As formas geométricas se sucedem em múltiplas vertigens, numa combinação espacial infinita em edições e cortes, numa linguagem sólida e personalíssima.

“Foi uma tarefa e tanto escolher as 18 imagens que compõem a exposição. O Ricardo faz uma pesquisa de volumes e combinações, sempre clicando a parte em detrimento do todo num trabalho compulsivo de quase 10 anos e exaustivamente combinados”, diz o curador Giancarlo Mecarelli, fotógrafo e diretor de arte, além de criador e curador do Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco.


O artista

Ricardo Poock é carioca e a inquietude é sua marca. Cuidou das coisas práticas da vida, mas sempre extravasando sua energia em manifestações artísticas. Fotógrafo profissional, a arte sempre ocupou importante espaço de expressão pessoal. E, ao chegar aos 63 anos, formou um extenso acervo de trabalhos desenvolvidos com técnica, criatividade e um olhar apurado.

“Sou obcecado pelas possibilidades que a abstração abre ao artista e ao público. Texturas e formas geométricas podem ser exploradas ad infinitum e contemplam a visão do público, suas experiências, sentimentos e olhares particulares. É a materialização de diversos insights absolutamente pessoais”, resume o artista.

Ricardo Poock participou de coletivas no Jardim Botânico, Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro – Arfoc e Forte de Copacabana. Isso sem falar nas fotos de mais de 700 artistas da MPB em cena e que renderam belos registros e algumas exposições individuais (Palácio de Cristal, em Petrópolis, Casa de Cultura de Maricá e Instituto Cultural Cravo Albin, no Rio).

 

O que você vê?

As imagens geométricas expostas no Centro Cultural Correios RJ tiveram como base fotos de escadas. Muitas escadas. Clicadas em nove países (Itália, Inglaterra, Espanha, Argentina, Grécia, Portugal, Alemanha,  Noruega e Brasil) elas são o ponto de partida para a interferência artística. A transmutação da solidez das construções causa a sensação de referências sinestésicas. Abstração é um conceito etéreo que pode conter muitas linhas quase matemáticas da geometria. O que vale é a vertigem visual, o caleidoscópio colorido ou a metamorfose que perde o conceito original. E você, o que vê? Descubra no Centro Cultural Correios, no Corredor Cultural do Rio.

 

Serviço:

Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Visitação: de 1 de setembro a 14 de outubro
Horário: terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: gratuita
Classificação: livre


Como chegar: Metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção a Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio Branco/Uruguaiana).

Informações: (21) 3088-3001 / E-mail: [email protected]


A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é recomendado o uso de máscaras.