Nova definição dos museus será discutida em encontro no Futuros – Arte e Tecnologia

0
224

Inclusivo, diverso e sustentável são algumas   características dos museus modernos definidas em evento internacional no ano passado. Agora, estes e outros conceitos são tema de discussão do encontro “Pontos de memórias: desafios sob o olhar da nova definição de museu”, que será realizado dia 12 de dezembro, no Centro Cultural Futuros – Arte e Tecnologia, no Flamengo. O evento, organizado pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM Brasil) em parceria com Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e o Musehum – Museu das Comunicações e Humanidades do Oi Futuro, também terá transmissão online em tempo real nas dependências do espaço e pelo canal do YouTube do Oi Futuro. 

Aprovada na Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus, em Praga, em agosto do ano passado, a nova definição de museus passou a incluir, entre outros, conceitos-chave de relevância à museologia brasileira, como “acessíveis” e “inclusivos”. O encontro carioca vai contar com a presença de pesquisadores e especialistas da área em três mesas ao longo do dia. Será uma oportunidade para discutir o posicionamento dos museus diante desta nova perspectiva e seu impacto no cenário museológico global nos tempos atuais. Outros dois eventos já foram realizados nas regiões norte e sul. 

Gratuita, a programação começa às 9h30 com mesa de abertura formada por Sara Crosman, presidente do Oi Futuro; Vera Mangas, presidente do ICOM Brasil; e Fernanda Castro, presidente do Ibram. Em seguida, a gerente executiva de Programas, Projetos e Comunicação do Oi Futuro, Carla Uller, apresenta pontos da recém-lançada pesquisa “O poder do público: Tendências globais para o futuro dos museus”, realizada pelo Oi Futuro em parceria com o Grupo Consumoteca. 

Já as mesas de debate “Diversidade e resistência”, “Antiracismo e inclusão” e “O museu na fronteira: Re-definições para uma prática anticolonial”, que ocorrerão das 10h30 às 15h30, contarão com nomes como Bruno Brulon, pesquisador associado da Universidade de St. Andrews, no Reino Unido; Gracy Mary Moreira, presidente da Organização Cultural Remanescentes da Tia Ciata; Cláudio Nascimento, presidente do Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT; Sandra Maria, cofundadora e cogestora do Museu das Remoções; Bruna Cruz, coordenadora do Musehum, dentre outros. 

“Como instituição cultural, sabemos que precisamos estar preparados para atender expectativas múltiplas de públicos diversos. Iniciativas como a realização deste encontro sobre a nova definição dos museus, em parceria com o ICOM Brasil e o Ibram, e a realização da nossa recente pesquisa sobre as tendências globais para o futuro dos museus, em parceria com o Grupo Consumoteca e apoio do British Council, demonstram como o Oi Futuro está atento às mudanças e demandas do atual cenário cultural e trabalhando em conjunto com reconhecidas instituições da área para melhor atendê-las”, afirma a gerente executiva de Programas, Projetos e Comunicação do Oi Futuro, Carla Uller. 

O encontro “Pontos de memórias: desafios sob o olhar da nova definição de museu” integra a programação do Vem, Futuro!, projeto realizado pela Zucca Produções, com correalização de Futuros – Arte e Tecnologia e gestão cultural do Oi Futuro. O projeto oferece uma agenda cultural diversificada com exposições, espetáculos teatrais, palestras e oficinas no centro cultural Futuros – Arte e Tecnologia.  

Os patrocinadores do Vem, Futuro! são a Prefeitura do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Cultura, Serede, Universidade Veiga de Almeida, Eletromidia, SANDECH Engenharia e Windsor Hoteis, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro. 

Confira a programação completa do encontro e confirme sua inscrição gratuita para o evento no link do Sympla: https://www.sympla.com.br/evento/pontos-de-memoria-desafios-sob-o-olhar-da-nova-definicao-de-museu/2261070?_gl=1*93ew5v*_ga*MTQyNDUyMTkwMS4xNjk4MTc0MzA5*_ga_KXH10SQTZF*MTcwMDg0MjYyOS4xMy4xLjE3MDA4NDMxNTUuMC4wLjA&referrer=www.google.com

 

Sobre o ICOM Brasil

O ICOM é uma organização internacional de museus e profissionais de museus, fundado em 1946, e que tem por finalidade a conservação, a preservação e a difusão do patrimônio cultural e natural, presente e futuro, material e imaterial, para a sociedade. Atualmente representa uma rede de 51.302 membros, sendo 47.967 profissionais e 3.335 museus, espalhados por 131 países e territórios.

O Comitê Brasileiro do ICOM, o ICOM Brasil foi fundado em 09 de janeiro de 1948 e tem como objetivo promover a cooperação, a assistência mútua e o intercâmbio de informação entre seus membros, profissionais de museus e instituições culturais.

 

Sobre o Ibram

O Instituto Brasileiro de Museus é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério da Cultura. Foi criado em janeiro de 2009, por meio da  Lei nº 11.906. O órgão é responsável pelas políticas públicas no campo dos museus. Também é responsável pela administração direta de 30 museus.

 

Sobre o instituto Oi Futuro

O Oi Futuro é o instituto de inovação e criatividade da Oi para impacto social, que apoia, desenvolve e cocria programas e projetos transformadores nas áreas de Cultura, Educação e Inovação Social. Há 21 anos, o Oi Futuro estimula indivíduos, organizações e redes a construírem novos futuros, com mais inclusão e diversidade, por meio de ações e parcerias em todo o Brasil. 

Desde 2005, o Oi Futuro mantém o Futuros – Arte e Tecnologia, um centro cultural no Rio de Janeiro com uma programação diversa e inovadora, que valoriza a convergência entre arte contemporânea, ciência e tecnologia. Com média de 100 mil visitantes por ano, o espaço abriga galerias de arte, um teatro multiuso, um bistrô e também o Musehum – Museu das Comunicações e Humanidades, com acervo de mais 130 mil peças históricas sobre as comunicações no Brasil. O Musehum oferece experiências imersivas e interativas que convidam o público a refletir sobre o impacto das tecnologias nas relações humanas.

O Oi Futuro gerencia também o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que já apoiou mais de 2.500 projetos culturais em todo o país ao longo de 17 edições realizadas por editais públicos. Ainda na área cultural, o instituto idealizou e mantém o Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro, que oferece infraestrutura e formação para artistas, profissionais e empreendedores da Economia Criativa.

 

Serviço: 

Encontro “Pontos de memórias: desafios sob o olhar da nova definição de museu”

Local: Teatro do Centro Cultural Futuros – Arte e Tecnologia

Endereço: Rua Dois de Dezembro, n. 63, Flamengo – Rio de Janeiro

Data: 12 de dezembro de 2023

Horário: 9h30

Link de inscrições gratuitas: https://www.sympla.com.br/evento/pontos-de-memoria-desafios-sob-o-olhar-da-nova-definicao-de-museu/2261070?_gl=1*93ew5v*_ga*MTQyNDUyMTkwMS4xNjk4MTc0MzA5*_ga_KXH10SQTZF*MTcwMDg0MjYyOS4xMy4xLjE3MDA4NDMxNTUuMC4wLjA&referrer=www.google.com