Rio de Janeiro – Secretaria Municipal de Saúde emite nota à imprensa

0
366

Em nota conjunta, a Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro e as secretarias Estadual e Municipal de Saúde do Rio de Janeiro informam que, devido à verificação do aumento dos indicadores de saúde em relação ao Covid-19, tomaram as seguintes providências:

– Mobilização e abertura de 214 leitos nas seguintes unidades: Hospital Estadual Anchieta (25), Hospital Universitário Pedro Ernesto (45), Hospital São Francisco na Providência de Deus (60), Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (25), Hospital Universitário Gaffreé e Guinle (13), Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz (36), e Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (10)

– Suspensão de cirurgias eletivas nos hospitais de urgência e emergência da rede SUS no Rio de Janeiro, a partir do dia 7 de dezembro de 2020.

– Manutenção de todas as cirurgias eletivas de alta complexidade, como oncológica, bariátrica, vasculares, ortopédicas e neurológicas.

As medidas foram tomadas em reunião, na tarde desta segunda-feira (23/11), reunindo representantes das três esferas de saúde. As decisões serão revistas em encontros semanais entre os órgãos.

Cabe ressaltar que as medidas tomadas visam à liberação do maior número de leitos para Covid-19, sem maior impacto para a saúde no estado.