Uma semana inteira dedicada à Dorival Caymmi em Rio das Ostras, com exposição, show, mostra de cinema, palestras, oficina e cortejo

0
412

Entre os dias 19 e 25 de setembro, a cidade de Rio das Ostras receberá a Semana Caymmi, um evento idealizado por Daniela Name e Leonardo Lichote. O festival, que estreia em 2022 e terá periodicidade anual, inclui, nesta primeira edição, uma exposição imersiva sobre Dorival Caymmi, criada a partir do acervo do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, shows de Dori Caymmi e Alice Passos, palestras de Stella Caymmi, Henrique Dantas e Eucanaã Ferraz, oficinas de canto e de artes, mostra de cinema com diversos filmes tendo Dorival como figura central e um cortejo pelas ruas da cidade para celebrar o compositor baiano e sua relação com a cidade. O projeto, contemplado no edital EXPOMIS – Cultura, Educação e Memória, do Museu da Imagem e do Som, conta com patrocínio do MIS RJ e apoio institucional da Fundação Rio das Ostras de Cultura e é uma realização da Caju Conteúdos e Projetos, com co-produção da Mais e Melhores.

“O projeto nasceu do acervo do MIS, sobre o qual foi pensada a exposição. É ela que ancora toda a Semana Caymmi. O arquivo do compositor, que está sob os cuidados do museu, revela sua grandeza de uma perspectiva íntima, com cartas, recortes de jornal, manuscritos, imagens familiares… É esse olhar, próximo e profundo, que buscamos para o evento como um todo. Caymmi permite que possamos ver muito da alma brasileira”, explica Leonardo Lichote. Co-idealizadora, Daniela Name diz que toda a programação busca a participação do público de Rio das Ostras e dos visitantes da cidade: “Vamos realizar os shows na Concha Acústica e fazer um Cortejo Praiano na orla e nas ruas do Centro. Além disso, montamos a exposição como uma sequência de experiências, e não como uma biografia linear. Isso busca dar aos moradores e frequentadores de Rio das Ostras os papéis de protagonismo da Semana, que só se realiza plenamente a partir da adesão do público”.

Um projeto para a “Bahia de Caymmi no Rio”

A Semana Caymmi se propõe a homenagear Dorival Caymmi com várias ações acontecendo durante uma semana em Rio das Ostras. A escolha da cidade para receber o projeto se deu por causa da relação que o compositor tinha com a cidade – durante muitos anos Caymmi teve casa na cidade, que considerava sua segunda Bahia. O projeto foi idealizado em parceria pela curadora e crítica de arte Daniela Name e o jornalista e crítico musical Leonardo Lichote, que se dividiram na concepção de todas as atrações. Todas as ações pensadas se interligam, proporcionando ao público uma imersão na vida e na obra do homenageado. A ideia de sediar o projeto em Rio das Ostras, onde Caymmi manteve casas de veraneio, vem do fato de o compositor dizer que a cidade era sua “Bahia no Rio”.

 

A exposição, mergulho em Caymmi

Com projeto expográfico de Karla Pessôa, a exposição será inaugurada dia 22 de setembro na Casa de Cultura de Rio das Ostras. Com reproduções de fotografias, pinturas,  manuscritos, vídeos, correspondência pessoal e depoimento sonoro, a Casa de Cultura se transformará num aconchegante ambiente imersivo na vida e obra de Dorival Caymmi. Gustavo Souza é o responsável pela ambientação sonora. Todas as obras expostas são do acervo do Museu da Imagem e do Som. O projeto conta ainda com um site que desdobrará a exposição virtualmente.

 

Shows promovem contato íntimo com a obra do homenageado

As apresentações musicais acontecerão ao ar livre, na Concha Acústica, no Centro. Nessa primeira edição, a ideia dos organizadores foi proporcionar um contato direto e emocional com a obra do homenageado. Filho mais velho de Dorival, Dori Caymmi é a grande atração das apresentações ao vivo da Semana Caymmi, e cantará as canções praieiras de Caymmi, no dia 24 de setembro, às 18h30. No dia anterior, 23 de agosto, sexta-feira,  às 19h30, a cantora Alice Passos, acompanhada do violonista Maurício Massunaga, apresentará um repertório que passa por várias fases da obra do compositor.

 

Cortejo Praiano – A população como protagonista

No domingo, com concentração às 9h na Boca da Barra, um Cortejo Praiano vai percorrer as ruas e a Orla do Centro e chegar à estátua de Dorival Caymmi, na Praia do Bosque. Montado como um desfile de carnaval fora de época, a apresentação vai reunir músicos do Rio de Janeiro e do Centro de Formação Artística de Rio das Ostras (Onda), em uma celebração instrumental e lúdica da obra do compositor, que será entremeada com um repertório amplo da música brasileira. Figurinos e estandartes concebidos especialmente para a ocasião vão ampliar a sensação de um desfile momesco em setembro e darão aos moradores e frequentadores da cidade a oportunidade de protagonizar uma das atrações. É o grande encerramento da Semana Caymmi.

 

Dorival no cinema

Sediada na sala de cinema e vídeo da Fundação Rio das Ostras de Cultura, no Centro, a mostra cinematográfica em homenagem a Dorival Caymmi tem caráter intimista e contará com documentários sobre a vida e obra do compositor e também alguns filmes icônicos que contaram com trilha sonora composta por ele ou mesmo com sua participação. Entre os selecionados, estão “Dorival Caymmi, um homem de afetos”, de Daniela Broitman, “Dorivando Saravá, o preto que virou mar”, de Henrique Dantas, e o documentário realizado em Rio das Ostras “Caymmi – O poeta nas terras do Leripe”, de Cezar Fernandes, Hugo de Paulo de Oliveira e Jorge Ronald.

 

Palestras – Diálogos sobre vida e obra

O Centro de Formação Artística de Rio das Ostras (Onda), no Centro, vai receber esse segmento da Semana. Três estudiosos de aspectos de Dorival Caymmi foram escolhidos para dar palestras durante a Semana Caymmi. Stella Caymmi, neta do homenageado, vai falar sobre Caymmi e a bossa nova; Henrique Dantas, diretor responsável pelo filme “Dorivando Saravá, o preto que virou mar” vai refletir sobre Dorival Caymmi a partir da perspectiva da negritude; e Eucanaã Ferraz, escritor e pesquisador, vai mergulhar no cancioneiro Caymmi e o imaginário baiano. Três palestras imperdíveis que darão ao público a possibilidade de enxergar o homenageado sob outros ângulos.

 

Oficinas

Vão ser realizadas na Casa de Cultura, no Centro, que também sedia a exposição. Alice Passos, cantora e professora, ministrará duas oficinas de canto abertas para todos. Noções de respiração, técnica vocal e repertório integram essa imersão no universo de Dorival Caymmi. A cenógrafa e figurinista Karla Pessôa e a curadora Daniela Name entrarão de forma lúdica ao universo do homenageado com uma oficina de arte para crianças de 8 a 12 anos batizada Maré Caymmi.

 

Site – exposição virtual, comunicação e processos

Entra no ar na última semana de agosto, na home da Revista Caju, o hotsite especial da Semana Caymmi (www.revistacaju.com.br/semanacaymmi). Lá será possível acessar todo o material da exposição (textos, imagens, trechos de áudio), além de outros textos, depoimentos e imagens dos bastidores e dos eventos da Semana Caymmi. Uma plataforma integrada de catalogação e de comunicação. 

 

IDEALIZADORES

Parceiros na concepção da Semana Caymmi, os dois idealizadores se dividiram na concepção e concretização das atrações multilinguagem do evento.


LEONARDO LICHOTE

Repórter e crítico musical. É autor do texto final do livro “Minha fama de mau”, de Erasmo Carlos, e das análises críticas que acompanham a caixa de Chico Buarque “De todas as maneiras”. Também é um dos organizadores e autores do livro “Gal Costa”, sobre a vida e carreira da cantora. Idealizou e apresentou a série “Cria”, no Manouche, de encontros com compositores — o projeto recebeu nomes como Adriana Calcanhotto, Jards Macalé, Moraes Moreira, João Bosco, Martinho da Vila, Alceu Valença, Tom Zé e Gilberto Gil. Assinou a curadoria da série de shows “Música no jardim”, do Instituto Moreira Salles, e integrou a equipe do documentário “Elza & Mané”, do Globoplay. Trabalhou em “O Globo”, escreveu para o jornal “El País” e hoje é colaborador de veículos como o jornal “Folha de S. Paulo” e as revistas “Piauí” e “Traços”. É também um dos editores da coleção “Cadernos de música” e da revista eletrônica “Resenhas miúdas”, de crítica musical.


DANIELA NAME

Crítica de arte, curadora, professora de História de Arte e produtora de conteúdo. Curadora-geral da Caju Conteúdo e Projetos, plataforma curatorial que desde 2017 mantém a Revista Caju, uma linha de cursos e um banco de projetos. Colunista da Veja Rio online na área de artes visuais. Coordenadora do projeto Livro Labirinto, que fomenta a literatura no Conjunto de Favelas da Maré, projeto da Caju em parceria com a Redes da Maré. Doutora em Comunicação e Cultura e mestre em História e Crítica da Arte,  ambos os títulos pela UFRJ, escreveu os livros “Espelho do Brasil” (2008), sobre arte popular brasileira; “Norte – Marcelo Moscheta” (2012); “Almir Mavignier” (2013); e “Amélia Toledo – Forma fluida” (2015). Atua como curadora independente, no Brasil e em outros países, desde 2004. Com primeira formação em jornalismo, trabalhou no jornal Globo entre 1994 e 2005, cobrindo a área cultural. 


Produção 

PAULO ALMEIDA/ MAIS E MELHORES
A Mais e Melhores atua na área cultural desde 1998, tendo realizado ao longo dos anos inúmeros projetos entre exposições, shows, mostras de cinema, espetáculos de dança, ciclos de debates, entre outros. Entre os projetos realizados, se destacam: “Espectros contemporâneos” (Sesc Friburgo), “Grafite em movimento” (Sesc Quitandinha, Sesc Teresópolis e Sesc Friburgo), “Metaverso – arte ciência e tecnologia” (primeira exposição brasileira no metaverso), entre outras. Paulo Almida, produtor e assessor de comunicação é sócio-fundador da empresa e está pessoalmente à frente de todos os projetos da empresa.


Realização

CAJU CONTEÚDO E PROJETOS

A Caju é uma plataforma curatorial colaborativa, dedicada ao conteúdo de arte e cultura e elaboração de projetos artísticos e editoriais. Criada 2016, tem curadoria-geral da crítica de arte Daniela Name e conta com dois curadores-associados, o escritor Marcelo Moutinho (editorial) e o crítico de arte Thiago Fernandes (cursos). O projeto inaugural da plataforma é a Revista Caju (www.revistacaju.com.br), revista de ensaios e críticas online, que em 2022 se desdobrou na Teia Crítica. Desde 2017, a Caju mantém, em parceria com a ONG Redes da Maré, o projeto Livro Labirinto, que fomenta Em 2018, a Caju lançou sua linha de cursos, a Caju Cursos,. A partir de 2019, a Caju também passou a realizar e correalizar exposições e eventos, como “Luiz Alphonsus – Cartografia poética” (Espaço Cultural BNDES, 2019), “Tecer mundos” (Sesc Quitandinha Petrópolis, 2019, em parceria com a Museo) e “Plural” (Vila Aymoré, 2019). Além da Semana Caymmi, em 2022 vai inaugurar a exposição “Agrade Verão”, da artista Agrade Camíz (dezembro, Paço Imperial do Rio de Janeiro).


Serviço

Semana Caymmi – nas ondas do mar, nas ondas do rádio
Rio das Ostras – entre os dias 19 e 25 de setembro

Mostra de Cinema >  Local: Fundação Rio das Ostras de Cultura – Av. Cristóvão Barcelos, 109
Datas e horários: dia 19. segunda-feira, (20h), dia 20, terça-feira, (20h), dia 21, quarta-feira, (20h), dia 22, quinta-feira, (15h30), dia 23, sexta-feira (15h30) e dia 24, sábado (14h).

Palestras
Local: Centro de Formação Artística de Música, Dança e Teatro – Praça José Pereira Câmara, S/N
Stella Caymmi – Caymmi e a bossa nova – dia 22, quinta-feira (18h)
Henrique Dantas – A negritude em Caymmi – dia 23, sexta-feira (18h)
Eucanaã Ferraz  – O imaginário baiano a partir do cancioneiro – dia 24, sábado (16h)

Shows
Local: Concha acústica – Av. Cristóvão Barcelos – Boca da Barra
Alice Passos – dia 23, sexta-feira (19h30)  e Dori Caymmi – dia 24, sábado (18h30)

Exposição >  Local: Casa de Cultura de Rio das Ostras Bento Costa Júnior – R. Bento Costa Júnior, 70
Abertura: dia 22, quinta-feira (20h)
Data: entre 23 de setembro e 23 de outubro – de segunda a sábado
Horário: segunda a sexta (9h às 18h) e sábados (13h às 18h)


Oficinas > Local: Casa de Cultura de Rio das Ostras Bento Costa Júnior – R. Bento Costa Júnior, 70
Oficina musical de Alice Passos – dias 22 e 23, quinta e sexta-feira (11h às 13h)
Oficina Maré Caymmi para crianças entre 8 e 12 anos, com Daniela Name e Karla Pessoa – dia 24, sábado, (11h às 13h)


Cortejo > Concentração: Praia Boca da Barra
Data: 25 de setembro, domingo (9h)