Análise do IFec RJ mostra que Rio só não criou mais empregos formais que São Paulo

0
135

Análise feita pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de março de 2024, revela que o estado do Rio ocupou a segunda posição no país no acumulado dos 12 meses. 

Nos últimos 12 meses, o saldo fluminense ficou em 161.251 empregos, o que indica uma desaceleração de 0,8%, quando comparado com o mesmo período de 2023 (162.632). O resultado elevou o estado a segunda posição entre as unidades federativas, atrás apenas de São Paulo (456 mil). 

O saldo de 23.412 novos empregos na economia privada ficou acima do visualizado no mesmo mês do ano anterior em 40%. O setor de serviços, com 14.966 empregos, foi o destaque. Construção (3.101), comércio (2.748): indústria geral (2.483) e agropecuária (114) também tiveram desempenho positivo. 

“Os números no estado mostram uma aceleração significativa em 2024 para o emprego formal”, prevê o diretor-executivo do IFec RJ, João Gomes. 

De acordo com o Instituto, o recente resultado representa o melhor mês de março da séria história, iniciada em 2020. Nos próximos três meses, espera-se que a geração de renda estimule o consumo das famílias desde que a política monetária seja conduzida de maneira adequada para o crescimento econômico. 

 

Sobre a Fecomércio RJ

Reúne 59 sindicatos patronais, líderes empresariais, especialistas e consultores com o objetivo de fomentar o desenvolvimento dos negócios no setor do comércio de bens, serviços e turismo no estado do Rio de Janeiro. Desenvolve soluções, pesquisas e disponibiliza conteúdo sobre questões que impactam a vida do empreendedor e colaboram nas decisões dos gestores públicos. Representa mais de 286 mil estabelecimentos, que respondem por 2/3 da atividade econômica do estado e 70% dos estabelecimentos, gerando mais de 1,8 milhão de empregos formais, que equivalem a 61% dos postos de trabalho no estado. Através do Serviço Social do Comércio (Sesc RJ) atua em assistência social, cultura, educação, lazer e saúde aos comerciários e população carente, enquanto o Serviço Nacional de Aprendizagem Comércio (Senac RJ) promove educação profissional voltada para o setor. 

A Fecomércio RJ e o Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) são signatários do Pacto Global da ONU. Ao terem suas adesões oficializadas pelo organismo internacional, as duas Casas se comprometem com os dez princípios universais derivados da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, se alinhando aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que integram a Agenda 2030.