Coronavírus – Prefeitura de Barra do Piraí fará segunda testagem em massa na população barrense

0
158

A Prefeitura de Barra do Piraí, por meio da Secretaria de Saúde, promove, entre sábado, 28, e domingo, 29, a nova fase de testagens em massa para Covid-19, na população barrense. A ação será realizada na Praça Nilo Peçanha entre 9 e 14 horas, pelo sistema de Drive Thru; ou seja, em veículos. Os 300 primeiros a chegarem, a cada dia, serão testados, com coletagem de sangue. O resultado não sairá no mesmo dia, e as pessoas devem ficar em isolamento social por três dias.

De acordo com o secretário de Saúde, Juberto Folena de Oliveira Júnior, o objetivo desta segunda fase está ligado diretamente ao fato de o Governo Municipal desejar fazer o cruzamento de dados por bairro e faixa etária, e, assim, tentar conter o avanço do novo coronavírus no município, com estratégia e planejamento. Juberto Júnior relembrou da primeira testagem, que serviu como parâmetro e estudos científicos desta natureza.

“A primeira testagem acusou 150 pessoas, que haviam passado pelo contágio, onde, muitas delas, não apresentaram sintoma algum, mas possuíam os anticorpos. Mesmo obtendo todos esses parâmetros, deu pra traçar, dentro do Plano de Ação de Combate ao Novo Coronavírus, dados científicos, que mostraram como iríamos seguir. E, parece que, até aqui, estamos indo no caminho certo. Por isso, esse novo momento”, pondera Júnior.

Para participar desta nova testagem, segundo o secretário, a população deve possuir carro. Pelo sistema de drive thru, moradores poderão se encaminhar até a Praça Nilo Peçanha e, após estacionar, vai saltar do veículo e permitir a coleta sanguínea, após análise clínica. Além disso, apenas um ocupante por veículo poderá ser testado, e por ordem de chegada. Juberto Júnior explica que este procedimento serve como parâmetro e que, mesmo os que não conseguirem o teste, devem promover o isolamento social.

“Tem muita gente querendo testar. Porém, não podemos atender a todos. No entanto, esses testes, repetindo, servem como parâmetro. Todos os que passarem por ele, obrigatoriamente, terão que ficar por 72 horas em casa, em isolamento domiciliar. Sabemos que, para este vírus, ainda, não há cura e nem vacina que o previna. Portanto, pedimos a todos que fiquem em casa”, finaliza Juberto Júnior.