2ª Edição do Festival Teatro Nosso – Niterói

0
305

De 1 e 4 de dezembro (quinta a domingo) acontecerá a 2ª Edição do Festival Teatro Nosso, evento artístico que apresenta projetos culturais protagonizados por pessoas com deficiências intelectual (autismo e Síndrome de Down), capacidade motora reduzida, transtornos mentais ou psíquicos. A ação sociocultural acontecerá na Biblioteca Parque Niterói e na Sala Nelson Pereira dos Santos, ambos em Niterói.

O Festival Teatro Nosso é composto por sete projetos selecionados por meio de chamada pública da própria instituição e está sendo realizado com apoio do Edital Fomentão, da Secretaria Municipal das Culturas, da Prefeitura de Niterói, com o objetivo de dar visibilidade à neurodiversidade, conceito que traz um novo entendimento sobre condições como autismo, TDAH e dislexia.

A neurodiversidade é um conceito que procura trazer um novo entendimento sobre condições como autismo, TDAH e dislexia propondo a desconstrução da ideia de que indivíduos com funcionamento neurocognitivo diverso são doentes e portadores de transtornos. A compreensão desse conceito é importante para que a sociedade acolha os deficientes com mais empatia, tolerância e respeito.

Inclusão social por meio da cultura

Integrante há 13 anos do grupo inclusivo ‘Companhia de Dança Corpo em Movimento’, a dançarina Bianka Oliveira destacou como o festival é importante em conscientizar a população sobre a importância de dar acesso às pessoas deficientes usando a arte, a dança e a cultura como porta de entrada na sociedade.

“É um prazer participar desse evento. É com muita honra que aplaudo esse projeto e torço para que seja cada vez mais valorizado, pois ajuda a cultura a romper as barreiras do impossível. Torço para que outras companhias continuem tendo essa abertura de mostrar todo o seu talento”, celebrou.

Fundadora do grupo Corpo Tãtil, a mestre em Diversidade e Inclusão pela UFF Marlíria Flávia Coelho da Cunha também elogiou a iniciativa. Ela explicou que o Festival Teatro Nosso é fundamental para promover um processo de conscientização da sociedade sobre os limites e potencialidades das pessoas com deficiência visual.

“Nossa sociedade ainda tem percepções erradas sobre pessoas cegas. Então, essa é uma oportunidade certa para quebrar paradigmas e tabus sobre a deficiência visual. Além disso, o Festival Teatro Nosso ajuda a promover a inclusão social por meio da arte”, salientou Marlíria.

Cronograma tem quatro dias de atividades inclusivas

Renê Lazari e Marlíria Flávia abrem o evento na quinta-feira (1º) com a atividade “O teatro como ferramenta no atendimento de pessoas com deficiência visual” às 10h30. No mesmo dia, às 14 horas, Maria Luíza Pereira Leite ministra a oficina com tema livre “Pintura em Tela e Aquarela Arte & Vida”, a atividade é voltada a portadores de deficiência de todas as idades.

As duas atividades serão na Biblioteca Parque, no Centro, em Niterói. Para participar é preciso fazer inscrição prévia através do link https://forms.gle/P3hcbgaz57o7r4fZ7. É possível participar das duas atividades, porém as inscrições devem ser feitas separadamente. Atividades contarão com intérprete de Libras.

Já na sexta-feira dia 2 de dezembro, acontecerá um debate virtual “Capacitismo nas Artes” promovido pelo Instituto Teatro Novo abordando a discriminação e o preconceito social contra pessoas com alguma deficiência. A conversa terá participação de todos os grupos que compõem a programação.Transmissão via Youtube, link de acesso https://www.youtube.com/@institutoteatronovo7856 ;

No sábado, 3 de dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, proclamado pela ONU, as atividades vão acontecer na Sala Nelson Pereira dos Santos, em São Domingos, também em Niterói. A partir das 18 horas, haverá a apresentação do espetáculo “Sensorium – Dança Inclusiva” realizado pelo grupo de dança inclusiva Corpo em Movimento. Criado pela Associação Niteroiense dos Deficiente Físicos, o grupo é formado por 11 bailarinos, dos quais cinco são usuários de cadeiras de rodas e seis andantes.

Logo após, o grupo de teatro Pirei na Cenna criado a partir de oficinas de Teatro do Oprimido para pacientes do Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, em Niterói, apresenta esquete musical sobre os dilemas e conflitos que envolvem os tratamentos da saúde mental.

Fechando a noite, às 19h30, o Grupo Teatro Novo apresenta seu sucesso de público “A menina que roubava livros”, cujas apresentações na temporada 2021 tiveram sessões esgotadas.

O encerramento do festival acontece no domingo, dia 4 de dezembro, às 18h, com a peça “O Assassinato de Souza”, encenado pelo grupo Corpo Tátil, coletivo teatral fundado pelo Instituto Benjamin Constant.

Em seguida, o público viverá a experiência de assistir o recital do poema em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) “Um Papagaio do Rei” do ator Bruno Ramos, arte-educador, professor de Libras da UFF e Mestre em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Finalmente, às 19h30, o musical inclusivo “A Missão de Alice” do CinArte. Formado por adolescentes e jovens com e sem deficiência, o teatro inclusivo é um projeto coordenado pela psicopedagoga Marlucia Farias.

Os ingressos para os espetáculos já estão à venda pelo site da Sympla através do link https://bileto.sympla.com.br/event/78689 e também na bilheteria da Sala Nelson Pereira do Santos. Os preços variam entre R$ 15,00 e R$ 30,00. Informações pelo telefone (21) 2719-9900

Serviço:
“Festival Teatro Nosso – 2ª edição”
Quinta – 1º de dezembro

Local: Biblioteca Parque de Niterói (Praça da República, sem número, Centro – Em frente à Câmara Municipal)

10:30 –  “O teatro como ferramenta no atendimento de pessoas com deficiência visual”

14:00 – “Pintura em Tela e Aquarela Arte & Vida”
Para participar é preciso fazer inscrição prévia através do link https://forms.gle/P3hcbgaz57o7r4fZ7.

Sexta – 2 de dezembro

Debate virtual “Capacitismo nas artes”

Transmissão feita pelo canal do Instituto Teatro Novo no YouTube

Acesse clicando no link https://www.youtube.com/@institutoteatronovo7856 ;

Sábado – 3 de dezembro

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos (Av. Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos, Niterói)

18:00 – “Sensorium – Dança Inclusiva” e “CAPS`citando”

19:30 – Teatro “A Menina Que Roubava Livros”

Domingo – 4 de dezembro

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos (Av. Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos, Niterói)

18:00 – Teatro “O Assassinato do Souza” e “O Papagaio do Rei”

19:30 – Musical “A Missão de Alice”